Olá gente, como vocês estão? Estava morrendo de saudades de escrever essa coluna <3

Gostaria de começar agradecendo as mensagens de carinho que vocês tem mandado, elas fazem com que eu me esforce cada vez mais em trazer um conteúdo legal para vocês.

Falando nisso, hoje daremos continuidade aos nossos estudos sobre a Guerra da Coreia e eu escolhi falar sobre um evento especifico: A Batalha de Pusan, que nos dias atuais é conhecido como a nossa charmosa Busan.

Como vimos antes, a Guerra da Coreia teve início no dia 25 de junho de 1950, com o ataque surpresa de tropas norte-coreanas a Coreia do Sul. Devido as diferenças de forças, em poucos dias o exército do norte conseguiu avançar e tomar a capital sul coreana.

Algumas semanas depois o início do conflito, o exército sul coreano e as forças da Organização das Nações Unidas (ONU) lideradas pelos Estados Unidos (e contando com soldados sul coreanos, estadunidenses, britânicos, canadenses e holandeses) se encontraram presos em um pequeno espaço ao sul ao redor de Pusan. Durante o mês de Agosto e parte do mês de setembro de 1950, o exército sul coreano e seus aliados lutaram nesse pequeno pedaço de terra.

Em azul podemos ver o chamado "Perímetro de Pusan" enquanto em vermelho temos o território sob domínio do exército norte-coreano. Fonte: Australian War Memorial
Em azul podemos ver o chamado “Perímetro de Pusan” enquanto em vermelho temos o território sob domínio do exército norte-coreano.
Fonte: Australian War Memorial

Com esse exército em desvantagem, eles se concentraram em defender essa área de forma a ganhar tempo para que os americanos conseguissem levantar mais tropas e armamentos. O exército norte coreano travou diversas batalhas ao redor do perímetro na tentativa de invadi-lo, mas nenhuma funcionou. Isso fez com que este enfraquecesse devido à falta de suprimentos e devido as baixas do seu exército. Além disso, as forças do norte foram forçadas a se esconder em túneis durante o dia e se mover apenas a noite. Enquanto isso, as forças dos EUA destruíram pontos estratégicos importantes para o avanço do norte.

Em 27 de agosto, o 67º Esquadrão de Caça dos EUA atacou – erroneamente – instalações em território chinês e a União Soviética chamou a atenção do Conselho de Segurança da ONU para a queixa da China sobre o incidente. Os EUA propuseram a criação de uma comissão com integrantes da Índia e da Suécia, para que assim fosse determinado se os EUA deveriam pagar uma compensação, mas os soviéticos vetaram a proposta dos EUA.

Enquanto isso, os EUA utilizaram suas bases no Japão para – de forma continua – despacharem soldados e material para reforçar a defesa no perímetro de Pusan. Também foram enviados tanques diretamente do território americano (São Francisco) para o porto de Pusan, o maior porto coreano. No final de agosto, 500 tanques médios prontos para a batalha se encontravam no perímetro de Pusan e no início de setembro de 1950, as forças do exército do sul e do Comando das Nações Unidas superaram as do norte.

Fonte: https://www.tes.com/lessons/Fi4PiwcaC7Owmg/korean-war-red
Fonte: https://www.tes.com/lessons/Fi4PiwcaC7Owmg/korean-war-red

A partir do dia 15 de setembro de 1950 a situação começou a mudar a favor da Coreia do Sul, com os fuzileiros navais dos EUA fazendo um contra-ataque surpresa atrás das linhas do norte. Esse ataque ficou conhecido como a “Invasão de Incheon”, fazendo com que o exército norte-coreano se distraísse e permitindo que o exército do sul saísse da área de Pusan e começasse a empurrar o exército do norte de volta para sua área original, fazendo com que a Guerra da Coreia ganhasse uma nova direção.

 

Então, já sabem não é? Próxima parada na nossa viagem pela história coreana é Incheon, estamos combinados?

Até a próxima gente e obrigada pelo carinho <3


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.