Foto: Korea Bizwire

Uma estátua que simboliza ativistas femininas da independência que resistiram ao domínio colonial do Japão na Coreia, foi instalada no coração de Seul em comemoração ao centenário da Declaração da Independência de 8 de fevereiro e do Movimento de Independência de 1º de março de 1919.

Uma fundação sediada em Seul que celebra as ativistas anti-japoneses, disse que realizou uma cerimônia de inauguração da nova estátua no Parque Infantil de Baejae, no distrito de Jeongdong, em Seul, na sexta-feira. O distrito de Jeongdong foi um dos locais de manifestações pró-independência de estudantes coreanos durante o movimento de independência de 1º de março.

A estátua, intitulada “Na véspera do levante”, retrata uma aluna vestida com trajes tradicionais coreanos segurando uma lamparina enquanto outra aluna, em uniforme escolar, imprime uma declaração de independência.

 

A estátua foi produzida pelo casal de escultores Kim Woonsung e Kim Seokyung, que também são conhecidos por seu trabalho anterior, a Estátua da Paz, que simboliza as vítimas coreanas da escravidão sexual do Japão durante a guerra.

No início do dia, cerimônias foram realizadas em Seul e Tóquio para marcar o centenário da declaração de 8 de fevereiro.

Em 8 de fevereiro de 1919, cerca de 600 estudantes coreanos emitiram uma declaração de independência coreana do Japão colonial em um comício realizado no coração de Tóquio.

Na Coreia já existem pelo menos outras duas estátuas comemorativas ao movimento que celebra a participação de meninas, estudantes do ensino médio, no levante nacionalista:

Uma estátua comemorativa do Movimento 1 de Março em Gwangju. Foto: South Korean Feminist Journal

 

Uma estátua da mártir Yu Gwan-sun em Cheonan. Foto: South Korean Feminist Journal

Se você se interessa pela participação das mulheres neste movimento, pode conferir outras informações nos textos a seguir, já publicados pelo Koreapost – ESTADO DE NY HOMENAGEIA YU GWANSUN, LÍDER DA INDEPENDÊNCIA COREANACOMBATENTES DA INDEPENDÊNCIA SÃO ENALTECIDAS NA COREIA e AS MULHERES DO MOVIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DA COREIA.

Além disso, devido ao centenário do movimento, mais informações serão publicadas no Koreapost esta semana e na próxima, fiquem ligados!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.