Tropas norte americanas desembarcando em Pohang, na costa leste da Coreia, em julho de 1950, durante a Guerra das Coreias. Foto: Associated Press

A Guerra da Coreia tem sido chamada de “A Guerra Esquecida” nos Estados Unidos, onde a cobertura dos conflitos da década de 1950 foram censurados e a sua memória de décadas passadas é frequentemente ofuscada pelas Segunda Guerra Mundial e Guerra do Vietnã.

Mas o conflito de três anos da Coreia, que marcou a oposição de forças comunistas e capitalistas, marcou um cenário de décadas de tensão entre Coreia do Norte, Coreia no Sul e Estados Unidos.

Ele também contribuiu com o tom de rivalidade Soviético-Estadunidense durante a Guerra Fria, que moldou profundamente o mundo em que vivemos hoje, historicamente falando.

Enquanto as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos continua a aumentar entre testes e ameaças de mísseis, aqui está um pequeno guia para a Guerra da Coreia e os impactos que perduram por mais de 60 anos, desde seu fim.

Guerra Da Coreia, O Conflito Esquecido Que Moldou O Mundo Moderno
Soldados reunidos em seul em 1948 para celebrar a criação da coreia do sul
foto: associated press

COMO A GUERRA DA COREIA COMEÇOU?

A Guerra da Coreia começou quando tropas da Coreia do Norte se deslocaram para a Coreia do Sul em 25 de Junho, de 1950, e durou até 1953. Mas especialistas dizem que o conflito militar não poderia ser entendido adequadamente sem considerar o seu contexto histórico.

A Coreia, uma colônia japonesa de 1910 à 1945, foi ocupada pelos Estados Unidos e União Soviética ao fim da Segunda Guerra Mundial. Os Estados Unidos propuseram dividir temporariamente o país no Paralelo 38, como uma forma de manter sua influência na península, que era fronteiriça com a Russia, disse Charles K. Armstrong, professor de história coreana na Universidade de Columbia.

Uma Coreia dividida era algo sem precedentes”, disse ele.

Mas a divisão durou, em partes, por causa das visões conflituosas entre os coreanos a respeito do futuro do país. “Fundamentalmente, foi uma Guerra Civil, que discutia questões que remetiam à experiência colonial coreana”, disse Bruce Cumings, professor de história na Universidade de Chicago.

Em 1948, a administração sulista, anticomunista e apoiadora dos norte americanos, baseada em Seul, declarou-se como República da Coreia. Esse momento foi liderado por Syngman Rhee, que viveu exilado nos Estados Unidos por muitos anos e foi colocado como líder Sul Coreano pelo Escritório de Serviços Estratégicos, precursor da Agência Central de Inteligência, disse o Professor Cumings.

Pouco tempo depois, a administração nortista, comunista e apoiadora dos soviéticos, baseada em Pyongyang, declarou-se como República Democrática Popular da Coreia. Esta era liderada por Kim Il-sung, que lutou ao lado das forças comunistas durante a Guerra Civil Chinesa e era avô do atual ditador Norte Coreano, Kim Jong-un.

Cada um dos regimes era instável, rejeitando a legitimidade do outro e considerando a si mesmo como a única Coreia genuína. Conflitos na fronteira entre os dois países eram frequentes antes da Guerra da Coreia realmente começar.

Guerra Da Coreia, O Conflito Esquecido Que Moldou O Mundo Moderno
Um oficial do exército sul coreano checando membros de seu batalhão posicionado no 38º paralelo, em junho de 1950
foto: associated press

QUEM ERAM OS COMBATENTES?

A guerra colocou Coreia do Sul e Estados Unidos, lutando sob a tutela das Nações Unidas, contra a Coreia do Norte e China.

Outras nações também contribuíram com tropas, mas as forças Norte Americanas lutaram mais no conflito. “As tropas sul coreanas praticamente colapsaram no início da guerra”, disse o Professor Cumings.

A União Soviética apoiou a Coreia do Norte no início da guerra, dando armamentos, tanques e informações estratégicas. Mas a China rapidamente surgiu como um dos seus mais importantes aliados, mandando soldados para a Coreia, como uma maneira de manter o conflito longe de suas fronteiras.

O líder chinês, Mao Zedong, também viu na participação chinesa na guerra uma forma de agradecer aos coreanos comunistas por terem lutado na Guerra Civil Chinesa, disse o Professor Cumings.

Existiram muitos contatos em campo entre as forças norte americanas e chinesas”, disse o Professor Armstrong. “De certo modo, essa foi a primeira e única guerra entre a China e os Estados Unidos, até agora”.

Guerra Da Coreia, O Conflito Esquecido Que Moldou O Mundo Moderno
Dois soldados norte americanos alinhando uma bazuca adiante do fronte de batalha na coreia, em julho de 1950 foto: associated press

QUÃO DEVASTADOR FOI O CONFLITO?

A guerra devastou a Coreia. Historiadores dizem que entre 3 a 4 milhões de pessoas foram mortas, embora dados concretos nunca tenham sido gerados, especialmente pelo governo Norte Coreano. Cerca de 70% das mortes podem ser de civis.

A destruição foi particularmente grave no norte, que esteve sujeito à anos do bombardeio norte americano, inclusive Napalm. Aproximadamente 25% da população pré guerra foi morta, disse o Professor Cumings, e a maioria dos sobreviventes viveram no subterrâneo até o fim da guerra.

A Coreia do Norte foi arrasada”, ele disse. “Os norte coreanos viram o bombardeio estadunidense como um holocausto; e toda criança foi ensinada sobre isso”.

Os danos também se estenderam pela Coreia do Sul, e Seul “trocou de mãos” quatro vezes. Mas a maioria dos conflitos se concentraram ao norte e centro da península coreana, ao redor da atual Zona Desmilitarizada que divide os países, disse o Professor Cumings.

Guerra Da Coreia, O Conflito Esquecido Que Moldou O Mundo Moderno
Civis e soldados situados abaixo de uma bandeira durante uma demonstração em seul, em abril de 1953, contra a retomada do acordo de paz coreano.
foto: associated press

COMO SE DEU O FIM DESTE CONFLITO?

Tecnicamente, a Guerra da Coreia ainda não acabou.

A batalha foi interrompida quando a Coreia do Norte, China e Estados Unidos firmaram um tratado de armistício em 1953. Mas a Coreia do Sul não concordou com o armistício, portanto, nenhum tratado de paz formal foi assinado.

Tecnicamente ainda existe uma situação de guerra entre os combatentes”, disse o Professor Cumings

Nem a Coreia do Sul ou do Norte alcançaram seus objetivos: a destruição do regime oposto e a reunificação da península dividida.

Desde 1953, houve uma coexistência desconfortável entre a Coreia do Norte e a do Sul, que hospedou mais de 20 mil tropas norte americanas. Na época, centenas de armas nucleares estadunidenses foram baseadas no território.

Foi após a Guerra da Coreia que nós tivemos uma global e permanente presença militar norte americana que nunca tivemos antes”, disse o Professor Armstrong. Outros países que hospedaram tropas estadunidenses são: Catar, Japão, Itália e Alemanha. “Esse foi um momento decisivo para a mudança de papel global dos Norte Americanos”.

Nas décadas posteriores à guerra, a Coreia do Sul se transformou em uma potência econômica. O Professor Cumings diz que, agora, muitos de seus cidadãos sabem sobre o conflito e tem “uma inclinação pessimista” em relação à economicamente isolada Coreia do Norte.

Enquanto isso, a Coreia do Norte se tornou “o Estado com o forte militar mais incrível do mundo e com o quarto maior exército do mundo”.

Seus generais ainda estão lutando esta guerra”, disse o Professor Cumings . “Para eles, isso nunca acabou.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.