Uma hanok recém-renovada, Binkwan, na Bukchon Hanok Village, no centro de Seul é a mais recente casa tradicional coreana a ser transformada em uma acomodação pelo Governo Metropolitano de Seul.

Hanoks renascem como espaço para nômades digitais
Uma vista da Binkwan de Bukchon. Foto: Governo Metropolitano de Seul

O espaço foi projetado pela Rakkojae, uma grande marca de hanok stay.

Ao entrar, os hóspedes podem apreciar a música de fundo calma tocando na atmosfera serena da Binkwan, que oferece uma vista panorâmica de Seul, incluindo a Torre Namsan. A poucos minutos da movimentada área turística de Bukchon, Binkwan transporta os hóspedes para longe, para outra hora e lugar.

Hanoks renascem como espaço para nômades digitais
Uma das suítes da Binkwande de Bukchon. Foto: Governo Metropolitano de Seul
Hanoks renascem como espaço para nômades digitais
Uma vista de um quarto de hóspedes. Foto: Kim Hae-yeon/The Korea Herald

Desde nossa inauguração, já tivemos vários hóspedes internacionais hospedados por mais de 15 dias em Binkwan à trabalho remoto. Recentemente, tivemos um casal dos Estados Unidos e um empresário do Catar“, disse Michael Ahn, vice-presidente executivo da Rakkojae, ao The Korea Herald em Binkwan.

Garantir uma estadia confortável para nômades digitais é um dos nossos objetivos na era pós-pandemia. Esperamos que mais hóspedes estrangeiros fiquem nos próximos meses, especialmente durante o pico da temporada de verão“, acrescentou Ahn.

Presume-se que a hanok original de Binkwan tenha sido construído em 1939, durante o domínio colonial japonês da Península Coreana. O registro mostra que a hanok já foi propriedade de Jung Se-kwon, um ativista do movimento de independência e desenvolvedor de terras, que trabalhou para proteger e modernizar a arquitetura tradicional coreana.

Jung construiu mais de 200 hanok de pequeno porte, eficiente em espaço e modernizado ao redor da área de Bukchon entre 1920 e 30, gradualmente transformando-o em um grande complexo de hanoks.

Hanoks renascem como espaço para nômades digitais
Vigas restauradas em Binkwan. Foto: Kim Hae-yeon/The Korea Herald

Foram necessários dois anos de renovação para transformar o hanok comprado pelo Governo Metropolitano de Seul em 2019 em Binkwan. Binkwan tem cinco quartos. Até seis hóspedes podem ficar juntos conectando as duas suítes anbang. Antiguidades e obras de arte cerâmica são usadas para decorar os quartos. No térreo, um espaçoso salão comunitário, chamado Sala de Estar, é aberto para hóspedes e moradores da área de Bukchon, oferecendo café e chá a um preço com desconto.

Como os tradicionais quartos de hanok não possuem mesas ou cadeiras, os visitantes podem usar o lounge para trabalhar confortavelmente em computadores, ler ou ter refeições.

Esperamos que Binkwan sirva como uma estadia hanok que ofereça mais aos vizinhos em Buckchon, bem como aos hóspedes“, disse um funcionário da Divisão de Preservação do Patrimônio do Governo Metropolitano de Seul ao Korea Herald. “Se você conhece a história moderna da área, você pode entender melhor o bairro e os moradores que vivem lá hoje.”
Informações sobre hanok e histórias relacionadas podem ser encontradas no Centro de História Bukchon Hanok localizado a um quarteirão a leste de Binkwan.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.