Nosso post anterior, sobre o hanbok, focou na história e nos componentes de um hanbok tradicional. Este segundo post começará então com a beleza do traje e a sua evolução nos dias modernos.

Os trajes tradicionais do ocidente eram projetados em padrões tridimensionais, que eram preservados como parte do traje – os vestidos vitorianos, por exemplo, eram sustentados por estruturas sólidas e outros recursos auxiliares.

Em contraste, o hanbok começa como uma forma bidimensional e se transforma para se ajustar ao fluxo natural da pessoa que usa o traje. As curvas e linhas suaves que sublinham a figura corporal do usuário são uma das principais características do hanbok.

A História Da Beleza Na Coreia Do Sul – Parte 6: O Hanbok Moderno
Imagem: “as curvas e linhas suaves que sublinham a figura corporal do usuário são uma das principais características do hanbok”. (영남신문)

Outro elemento notável do hanbok é a cor. Muitos estrangeiros costumam se divertir com o esquema de cores das roupas. No passado, a cor do hanbok simbolizava o estado civil de uma mulher. Uma mulher solteira usava saia escarlate e um jeogori amarelo ou um jeogori saekdong (색동 저고리).

A História Da Beleza Na Coreia Do Sul – Parte 6: O Hanbok Moderno
Imagem: figura de 1929 – aniversário do buda (museu nacional do folclore da coreia)

O jeogori saekdong é uma peça de roupa com listras coloridas nos braços. Também era usado pelas meninas em seus aniversários. Além disso, uma mulher casada usava uma saia índigo e jeogori verde jade, enquanto uma mulher recém-casada usava uma saia escarlate e uma jeogori verde claro.

Como em muitas culturas, o uso e o design dos trajes tradicionais mudaram com o tempo. No século 21, o hanbok começou a se diversificar.

Versões confortáveis ​para uso diário se tornaram uma tendência e novos estilos de vestimenta ocidental com elementos de hanbok, como bordados e seu tecido exclusivo, começaram a aparecer no mercado.

Como parte da promoção do turismo na Coreia, desde outubro de 2013 a taxa de entrada para quatro palácios principais de Seul e as Tumbas Reais foi dispensada para aqueles que usam hanbok. A nova política rapidamente se espalhou pelas redes sociais, encorajando turistas nacionais e estrangeiros a usar o hanbok como parte de sua imersão cultural.

Consequentemente, o número de serviços de aluguel de hanbok na área disparou. Em 2017, havia 131 empresas de aluguel apenas no distrito de Jongno, em Seul. No entanto, foi apontado que os serviços de locação alteraram excessivamente o traje tradicional.

A História Da Beleza Na Coreia Do Sul – Parte 6: O Hanbok Moderno
Imagem: loja de aluguel de hanbok (kkday)

Embora seja inviável impor padrões estritos ao hanbok usado por turistas, tem havido preocupações legítimas sobre algumas das anormalidades nas alterações contemporâneas do hanbok.

Os “hanboks de aluguel” são feitos com tecidos de cortina, o que, de acordo com especialistas, é um desvio grave e que esses trajes não “podem” ser chamados de hanbok. Também é dito que a parte de baixo das saias se tornou muito volumosa, pois são alugadas com estruturas de estilo ocidental que são usadas principalmente para enriquecer a figura e prevenir rugas.

A saia do hanbok, no entanto, deve cair elegantemente com rugas suaves e curvas apoiadas por uma saia de baixo feita com um tecido rígido, mas não muito sólido.

Ao longo dos anos, tem havido tentativas de trazer de volta as chamadas formas “corretas” de usar o hanbok. O “The Korea Times” e o “Women News“, por exemplo, publicaram artigos que estabelecem as regras básicas de como o traje tradicional coreano deve ser usado.

A História Da Beleza Na Coreia Do Sul – Parte 6: O Hanbok Moderno
Imagem: ordem correta de se usar o hanbok (blog naver – nadakik)

Para as mulheres, é aconselhável que usem xales em vez de casacos já que esses comprimem a forma do hanbok. Se você não tiver um xale, pode facilmente fazer um com uma saia velha de hanbok . Você deve usar um sokjeoksam (속 점삼) sob o jeogori para melhorar o ajuste do traje – o que também permite melhor absorção de calor.

Para os homens, embora as camisetas não sejam obrigatórias, as ceroulas são altamente recomendadas para acentuar as linhas elegantes do hanbok. Além disso, se os homens quiserem usar camisetas, recomenda-se camisetas não brancas de corte profundo.

Nesse post, exploramos a transição contemporânea do hanbok. Com o passar do tempo, essas mudanças são esperadas e podem até ser bem-vindas. As culturas e tradições mudam com o tempo – e a moda também.

É virtualmente impossível usar o hanbok exatamente como nas Dinastias anteriores, há  muitos séculos atrás. Mas é preciso haver esforços contínuos para preservar o melhor das eras passadas ou, pelo menos, conservar o que resta delas.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.