Apenas alguns anos atrás, poucos imaginariam que a pizza de queijo gorgonzola se tornaria um dos pratos favoritos da Coreia. A recente fascinação dos coreanos com o queijo pode ser vista no consumo anual de queijos do país.

De acordo com a Corporação de Agro Pesca e Comércio Alimentar da Coreia, o consumo per capita de queijos do país chegou a 2,5 quilos no ano passado, o dobro de uma década atrás. A produção de queijos sul-coreana foi de 35 mil toneladas métricas em 2018, um aumento de 60% em relação aos seis anos anteriores.

Um contraste dos primórdios da produção de queijo nos anos 1960, quando os coreanos geralmente desfrutavam de queijo processado fatiado, os varejistas de alimentos agora exploram produtos mais criativos, atendendo aos gostos em evolução dos consumidores.

Snacks com recheio de queijo. Foto: blog.naver/lotteblog

“Empresas de alimentos na Coreia estão atualizando seus produtos ao adicionar queijo a eles. Do frango picante ao macarrão instantâneo, no hobbang (호빵 – pão cozido no vapor) e até mesmo no mingau, o queijo tornou-se um ingrediente popular em muitos produtos alimentícios porque combina bem com pratos coreanos. Não é de admirar que o consumo de queijo coreano esteja aumentando”, disse um funcionário de uma empresa de alimentos local.

Embora os coreanos gostem muito de adicionar coberturas de queijo nos alimentos, especialmente em pratos condimentados, os varejistas estão ansiosos para lançar novos produtos com queijo para oferecer uma textura cremosa e sabor suave.

Macarrão “Carbo” sabor frango apimentado com queijo da Samyang Food. Foto: KoreaHerald

A fabricante de macarrão instantâneo sul-coreana Samyang Food, que arrecadou 55 bilhões de won (48,9 milhões de dólares) ano passado com o megahit Ramen Instantâneo de Frango, lançou uma versão Carbo do produto com adição de carbonara, e uma variedade Quatro, que misturou seu molho assinatura picante com o pó de queijo cremoso. Conforme a empresa relata, a nova série de macarrão picante de frango está ganhando popularidade entre os consumidores jovens por seu “sabor sem precedentes”, aprimorando o sabor originalmente picante do macarrão.

Outras marcas de alimentos também estão lançando edições limitadas de produtos alimentícios adicionando queijo.

Bonjuk, a cadeia local de mingau lançou versões de cogumelos e cogumelo coberto com queijo mozarela, dobrando a textura suave e cremosa do mingau coreano, de acordo com a empresa. A cadeia de frango fast food norte-americana KFC também atualizou seu tradicional balde de frango frito com o lançamento de “Fall in Cheese Chicken”, uma oferta limitada de frango crocante picante com molhos de queijo Gouda e Emmental.

Anúncio da KFC  “Fall in Cheese Chicken”. Foto: KoreaHerald

De acordo com François Robin, produtor francês de queijo, está provado cientificamente que a comida picante coreana combina bem com o queijo, já que a capsaicina (componente ativo das pimentas chili) pode ser diluída quando se encontra com a gordura do leite e a proteína do queijo.

“Quando cremoso, queijo cottage como mozarela e queijo Camembert é misturado com comida coreana, dá um sabor amanteigado que torna o sabor dos alimentos ainda melhor”, disse Robin em uma entrevista recente à mídia local.

Estimulado pela popularidade dos produtos alimentícios à base de queijos na Coreia, o país também registrou um aumento nas importações de queijos nos últimos anos. A partir de 2017, as importações de queijo totalizaram os 540 milhões de dólares, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Atualmente, os países da União Europeia respondem por 53% da produção mundial de queijos, seguidos pelos EUA, por 30%.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.