Sou uma menina de 12 anos e tenho 1,58m de altura. Todos os meus melhores amigos têm pelo menos 1,60m de altura. Meu objetivo é chegar a 1,80m. Por favor, me diga como eu posso ficar mais alta”.

A escritora anônima do post no portal Naver fala por muitos outros – crianças e pais – em sua busca de ficar acima dos outros, literalmente.

A altura média dos coreanos foi de 1,70m para homens e 1,57m para mulheres em 2017, de acordo com o relatório de janeiro de 2019 do órgão nacional de estatística.

Por faixa etária, os números são um pouco mais altos entre os de 20 e 30 anos, com média de 1,73m para homens e 1,61m para mulheres.

A escritora anônima supera a altura média das mulheres aos 12 anos e tem potencial para crescer mais antes que suas placas de crescimento fechem entre 13 e 17 anos.

A fixação pela altura dos coreanos ficou sob os holofotes em 2009, quando uma estudante universitária comentou no programa “Global Talk Show” que qualquer homem com menos de 1,80m era um “perdedor”. Seus comentários foram recebidos com protestos chocados dos homens, que mais tarde se transformaram em piadas autodepreciativas entre aqueles abaixo da marca de 1,80m.

Wooseok do PENTAGON, tem 1.89cm. É considerado uma exceção. Foto: Twitter

A obsessão e a discriminação social associadas à estatura são galopantes em todos os lugares – não apenas na Coreia. Os perigos da altura são debatidos constantemente. Ao contrário da crença popular, ser alto está mais relacionado a genes e nutrição do que à raça, com especialistas em saúde apontando para o aumento da altura média nas economias asiáticas emergentes e a altura média relativamente inalterada em países ocidentais como os EUA.

Com a altura considerada uma vantagem social, os pais muitas vezes desejam que seus filhos cresçam mais altos que seus iguais.

Como eu e meu marido somos considerados baixos, em média, estou mais preocupado com o fato de nosso filho herdar isso e planejo fazer tudo o que puder para ajudá-lo a ficar mais alto, para que ele não sofra mágoa ou discriminação por sua altura“, disse Kim Eun-joo, mãe de um menino de 6 anos.

Esse desejo criou um nicho de mercado para hormônios do crescimento e suplementos nutricionais pediátricos.

O mercado de suplementos de crescimento pediátrico saltou de 6,7 bilhões de won (R$29.000.000,00) em 2017 para 20,7 bilhões de won (aproximadamente R$103.000.000,00) em 2018, de acordo com o Ministério de Segurança de Alimentos e Medicamentos.

Para crianças que apresentam sinais de problemas de crescimento – se são 10 cm mais baixas que a altura média para a idade e crescem menos de 5 cm por ano – essa deficiência de crescimento é frequentemente tratada com injeções de hormônios.

O tamanho do mercado para o tratamento com hormônio de crescimento com receita médica na Coreia é de aproximadamente 100 bilhões de won (aproximadamente R$500.000.000,00), de acordo com Dong-A ST, cujo hormônio de crescimento humano Growtropin gerou 19,5 bilhões de won (cerca de R$96.000.000,00) em receita na Coreia em 2018.

A torta é compartilhada entre os produtos Caretropin, da Daewoong Pharmaceutical, Eutropin, da LG Chem Life Sciences, e produtos farmacêuticos globais da Pfizer e Merck.

Caretropin, da Daewoong Pharmaceutical. Foto: Daewoong Pharmaceutical

Essas doses de hormônio do crescimento humano devem ser administradas semanalmente por cerca de um ano. É um empreendimento caro e os resultados não são garantidos.

Lim Jae-seon se lembra de ter recebido os tiros semanais em seu abdômen quando tinha 13 anos. No entanto, aos 25 anos, ela tem 1,53m de altura, enquanto seus pais estão acima da altura média.

Às vezes, Lim se pergunta se a vida seria melhor, mas ela está contente do jeito que está.

Além dos hormônios prescritos, os suplementos de saúde vendidos sem receita são mais baratos e fáceis de obter, mas isso gera problemas como alegações exageradas ou falsas em seu marketing.

Em outubro de 2019, o Ministério da Segurança de Alimentos e Medicamentos identificou cinco casos de anúncios falsos de suplementos de saúde que alegam ter qualidades que causam crescimento.

Um desses anúncios usou críticas falsas que afirmam que um determinado ingrediente patenteado na comida ajudou as crianças a crescerem mais. Essas análises foram acompanhadas de convincentes fotos de antes e depois que mais tarde se revelaram sem relação com o produto.

Muitos dos produtos testaram suas características de crescimento em animais ou células – não em humanos. O ministério determinou que esses testes eram insuficientes para apoiar cientificamente as reivindicações de publicidade. Além disso, a quantidade do referido ingrediente patenteado era insignificante demais para ter efeitos no corpo humano, afirmou o ministério.

Também existem produtos ganhando popularidade por conta de rumores “boca a boca” ou mídia social.

Vários blogueiros on-line coreanos estão promovendo compras diretas de comprimidos de cálcio de algas japonesas. Mas estes não foram verificados quanto à segurança ou eficácia pelo ministério, ao contrário dos produtos farmacêuticos comercializados oficialmente.

As empresas farmacêuticas maiores aderem a produtos com aprovação oficial.

A Hanmi Pharmaceutical vende seu multiplemento mastigável Ten Ten apenas através de farmacêuticos registrados. O Ten Ten não é vendido em shoppings on-line, varejistas em geral e supermercados. O multiplemento com sabor a morango contém vitaminas A, B1, B2, B6, C, D e E, cálcio, magnésio e coenzima Q10 antioxidante.

O Iker de Chong Kun Dang – pronuncia-se “eye-ker” e significa “criança, cresça” em coreano – compreende o HT042 patenteado, uma combinação de extrato de raiz de ervilhaca de leite e outros, que o Ministério Farmacêutico aprovou como auxílio ao crescimento.

I-kicker. Foto: Cheong Kwan Jang

O I-kicker de Cheong Kwan Jang e o Hongyui General são bebidas à base de ginseng que não estão diretamente ligadas ao crescimento acelerado em crianças, mas são anunciadas como capazes de aumentar a imunidade, ajudando-as a serem “saudáveis” e possivelmente “a crescer bem”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.