A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é a relação mais diplomática entre dois Estados em todo o mundo. Anteriormente, ambos eram uma única nação até que o Japão assumiu a Península Coreana em 1910.

A Península Coreana foi dividida em dois países no final da Segunda Guerra Mundial. Ambas as nações estavam envolvidas na Guerra da Coreia, que durou de 1950 a 1953. A guerra terminou com um acordo de armistício, mas não houve acordo de paz entre as duas nações.

A Coreia do Norte tem um sistema unipartidário, um estado totalitário administrado pela dinastia Kim. Por outro lado, a Coreia do Sul era anteriormente governada pela ditadura militar até a democratização em 1987, quando as eleições ocorreram na Coreia do Sul. Ambas as nações controlam toda a Península Coreana e ilhas próximas.

Os dois países tornaram-se parte das Nações Unidas em 1991 e são reconhecidos pela maioria dos Estados-membros da ONU. Costumava haver muitas tensões militares entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, mas a partir de 1970, as nações participam de diálogos diplomáticos informais para aliviar a tensão nas fronteiras das duas nações.

A Relação Entre Coreia Do Norte E A Coreia Do Sul
Presidente da coreia do sul kim dae-jung (1998-2003) e kim jong-il, líder da coreia do norte de (1994-2011) foto: asianews. It

Em 2000, o presidente da Coreia do Sul Kim Dae-Jung foi o primeiro líder a visitar a Coreia do Norte após 55 anos da divisão da Península Coreana. Sob a liderança do presidente Kim, a Coreia do Sul adotou a ‘Política do Sol Nascente‘ para que eles pudessem construir relações mais pacíficas com a Coreia do Norte.

A Região Industrial de Kaesong foi o resultado dessa política, entre várias outras coisas. A política foi continuada pelo presidente Roh Moo-hyun, que também visitou a Coreia do Norte em 2007. Lá ele teve uma reunião com o líder norte-coreano Kim Jong-il. Nesta reunião, ambos os líderes concordaram com várias coisas e assinaram uma declaração de paz para recuperar as relações inter-coreanas.

No entanto, a Coreia do Sul enfrentou uma grande quantidade de críticas após a Política do Sol Nascente. Por isso, ela foi descontinuada no mandato dos dois líderes seguintes sob a presidência de Lee Myung-bak e Park Geun-Hye. A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul tornou-se hostil novamente.

Em 2018, quando a Coreia do Norte participou dos Jogos Olímpicos de Inverno, todos viram um avanço nas relações entre as duas nações. A relação entre ambos os lados tornou-se significativamente mais próxima. A Declaração de Panmunjom para a Paz, a Prosperidade e a Unificação da Península Coreana foi assinada entre os dois países em abril de 2018.

Em 2018, a maioria da população sul-coreana aprovou essa nova relação, e vimos relações positivas crescentes entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. No entanto, a tensão entre os dois países não terminou completamente, e ainda existe.

A Relação Entre Coreia Do Norte E A Coreia Do Sul
Coreia do norte, 2017. Foto: koreatimes

Direitos Humanos e Liberdade Pessoal em Duas Nações

Se dermos uma olhada na situação atual dos dois países, descobrimos que a Coreia do Norte é um estado Stalinista, pois ainda segue as ideologias da União Soviética. Há quase 80.000 a 120.000 prisioneiros de Estado na Coreia do Norte.

Em 2011, o departamento de segurança dos Estados Unidos emitiu um relatório no qual afirmava que “ocorreram abusos sistemáticos e graves de direitos humanos” nas prisões da Coreia do Norte. No índice de liberdade de imprensa de 2013, a Coreia do Norte recebeu a menor pontuação de liberdade de imprensa entre todos os países do mundo.

De acordo com o índice de percepção da corrupção de 2014 da Transparência Internacional, a Coreia do Norte é vista na lista dos países mais corruptos do mundo. Neste momento, eles estão executando vários programas nucleares, o que também é uma preocupação da Coreia do Sul e de outros países ocidentais.

Por outro lado, a vida na Coreia do Sul é muito diferente. Eles têm um estilo muito orgulhoso de capitalismo em seu país. Também é oficialmente conhecido por ter uma democracia constitucional. A Coreia do Sul não tem prisioneiros políticos e é considerada muito menos corrupta em comparação com sua vizinha Coreia do Norte.

É também um aliado-chave para várias potências ocidentais, incluindo os Estados Unidos, e ainda fazem vários exercícios militares com a América nesta região.

A Relação Entre Coreia Do Norte E A Coreia Do Sul
Seul, capital da coreia do sul. Foto: pexels

Diferença de tamanho entre ambas as nações

Embora a Coreia do Norte e a Coreia do Sul sejam do mesmo tamanho geográfico, ainda há uma diferença considerável entre a população das duas nações. A população da Coreia do Sul é de cerca de 50 milhões, o dobro dos 25 milhões na Coreia do Norte.

O povo da Coreia do Norte vive em condições precárias, com uma dieta pobre. Esta é a razão pela qual o povo da Coreia do Norte parece menor em comparação aos sul-coreanos. Daniel Schwekendiek, da Universidade De Sungkyunkwan, em Seul, fez uma pesquisa na qual estimou a diferença de altura entre os norte-coreanos e sul-coreanos.

Ele descobriu que há uma diferença de aproximadamente 4cm em meninos pré-escolares e 3cm em meninas pré-escolares. Quando você compara a expectativa de vida de ambos os países então, a diferença é muito grande.

Os sul-coreanos em alavancagem vivem por 79 anos, enquanto os norte-coreanos têm uma vida útil média de 69 anos. Há uma diferença de 10 anos entre a expectativa de vida de ambas as nações.

Uma semelhança que ambos os países têm é o problema com os suicídios. A taxa de suicídio nos dois países é consideravelmente alta. A Coreia do Sul é conhecida por ser o país com mais suicídios no período de 8 anos consecutivos, com 14.200 suicídios em 2012.

O refugiado norte-coreano conhecido como Shin Dong-Hyuk expressou seus sentimentos em relação a esses casos. No documentário “Camp 14”, ele disse que nunca ouviu falar de um suicídio acontecendo em seu notório campo de prisioneiros.

Por outro lado, 39 pessoas cometem suicídio na Coreia do Sul todos os dias. “Eles têm tudo o que precisam para sobreviver, têm comida, roupas, casa, e ainda assim, escolhem se matar”, disse ele durante sua palestra.

A Relação Entre Coreia Do Norte E A Coreia Do Sul
Foto: pexels. Com

Moda e Cultura Alimentar

Os dois países desfrutam de um tipo semelhante de comida. Suas receitas foram passadas de geração em geração, antes mesmo da separação. Os bolos de arroz, por exemplo, são consumidos por todos os alunos sul e norte-coreanos.

As celebrações culturais também são bastante semelhantes. Alguns eventos importantes celebrados igualmente em ambos os lados são: Ano Novo; Ação de Graças; Daeboreum e outros. Todos esses eventos são celebrados de forma semelhante através das fronteiras.  Por exemplo, ambos os lados comemoram no dia de ano novo com uma tigela de sopa de bolo de arroz. Os pais sul-coreanos e norte-coreanos também recebem comida especial de seus filhos.

Quando se trata de roupas e moda, vemos uma grande diferença aqui. A Coreia do Sul adotou praticamente a cultura ocidental. É conhecida como a Hollywood do Leste. As mulheres podem usar jeans e mini-saias sem hesitar na Coreia do Sul. Eles adotam as últimas modas do mundo.

No outro lado da fronteira ocorre o oposto. Devido às rigorosas políticas governamentais, há uma proibição de mini-saias, jeans skinny e até alguns penteados em particular.

A Relação Entre Coreia Do Norte E A Coreia Do Sul
Moda sul-coreana (à esquerda) e norte-coreana (à direita). Fotos: soompi/citi-data. Com

A Coreia do Sul e a Coreia do Norte podem se unificar

Esforços de ambos os lados da Coreia estão tentando trazer a paz entre eles. Sue Mi Terry, pesquisadora do Instituto Ásia Oriental da Universidade de Columbia, disse que se uma reunificação acontecer entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, ela se tornará a Alemanha da Ásia.

O ministro das Finanças da Coreia do Sul disse que custaria 80 bilhões de dólares por 10 anos para lidar com as necessidades, caso a reunificação acontecesse.

Ainda há esperanças de que um dia essas nações se reúnam para formar a maior economia da Ásia. Mas será preciso muito de ambos os lados para fazer isso acontecer.

Este é mais um texto de Kim Yeajin, uma coreana, consultora de negócios na KR Sourcing, uma empresa em Melbourne na Australia, e fundadora e CEO da marca ECOCCLO | E-Commerce Apparel Brand, uma marca de produtos sustentáveis. Yeajin é uma produtora de conteúdo atuante no Linkedin e aceitou que seus artigos fossem publicados pelo Koreapost.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.