No dia 19 de maio, a famosa modelo Harisu atualizou a sua conta no Instagram com uma foto sua ao lado de seu marido. Na legenda da foto, ela escreveu: “Depois de ajudarmos um filhote de cachorro abandonado logo cedo, agora estamos indo para o aeroporto, porque temos um cronograma da Society of Cosmetology para cumprir em Yeosu. Não importa o que seja, mas a melhor coisa a se fazer no nosso aniversário é mesmo trabalhar. Yeobo (querido), você cresceu bastante nesses últimos nove anos”.

Fonte: Instagram.com/Risu_Ha
Fonte: instagram. Com/risu_ha

Felizmente, o casal tem recebido muitos comentários carinhosos em comemoração ao seu aniversário de casamento. Nesta postagem, os netizens fizeram comentários como: “É bom ver vocês. Espero que continuem sendo felizes”, “Nove anos já? Lembro de ter visto muitos comentários falando que não iriam durar, mas é bom ver que vocês estão superando as expectativas dos outros”, “Vocês são melhores do que os casais de aparência que se divorciam após 3-5 anos”, entre outros.

O movimento LGBT vem progredindo aos poucos na Coreia do Sul. O casamento gay é permitido, assim como o casamento de pessoas trans. Muito embora haja sempre muita polêmica e resistência de outros grupos conservadores, a Parada do Orgulho Gay é permitida no país, e cada vez mais o assunto é tratado nos dramas televisivos. No ano passado foi ao ar o drama Seonam Girls High School (que aliás, eu recomendo), que tratou de assuntos considerados bem polêmicos no país, como aborto, suicídio e foi nele que ocorreu o primeiro beijo lésbico na tv sul coreana. Gerou polemica, tentaram fazer com que fosse banido mas não conseguiram. Esse foi um passo importante para a comunidade LGBT.

Apesar disso, parte da população sul coreana ainda se mostra resistente aos avanços do movimento LGBT. Parte dos estudiosos explica que essa resistência ocorre devido ao fato da sociedade coreana ser baseada no confucionismo, que prega o respeito aos mais velhos e a ordem familiar. E durante muito tempo acreditou-se que os homossexuais quebravam com a ordem familiar e isso ficou enraizado na população coreana, em especial, nos mais velhos.

Mas mesmo assim, o movimento LGBT vem ganhando força. Já é possível perceber que muitos jovens, atualmente, tem uma mente mais aberta, e aceitam com mais facilidade, a comunidade LGBT. Um estudo da Pew Global mostrou que, desde 2007, a porcentagem da população sul coreana que aceita a homossexualidade vem crescendo. Em 2007, apenas 18% da totalidade da população acreditava que a homossexualidade deveria ser aceita. Em 2013 esse número cresceu para 39%. Destrinchando os dados de 2013, a faixa etária de 18-29 anos foi a que mais apoiou a comunidade LGBT com 71% de aceitação, enquanto que na faixa etária de 50+, apenas 16% mostraram aceitação.

Devido a pressão que sofrem, as celebridades preferem não assumir a sua sexualidade. Muitos dos que se assumem, infelizmente acabam cometendo suicídio devido a resposta negativa que recebem. Essas respostas negativas não afetam apenas suas vidas particulares, mas também a sua vida profissional, com quebras de contrato e diminuição no convite para eventos. O modelo Kim Jihoo (que se assumiu gay), e a celebridade transexual Jang Chaewon, são exemplo desses dados. Ambos cometeram suicídios após as repercussões negativas terem dificultado – drasticamente – as suas vidas profissionais e pessoais.

Jang Chaewon
Jang chaewon

Porém, temos exemplos de celebridades que apoiam os direitos LGBT. Jo Kwon (2AM) já demonstrou o seu apoio, inclusive já deu vida a um personagem gay na peça Priscilla. Kim Taeyeon (Girls’ Generation) já atualizou sua conta no instagram com drag queens, e já mostrou seu o seu apoio em entrevistas. Jong Hyun (SHINee), em uma ocasião, trocou a foto de seu perfil no twitter em protesto ao preconceito ainda existente no país, e quando foi atacado por isso, mandou uma mensagem mostrando que continuaria a apoiar a comunidade LGBT. CL (2NE1) já demonstrou em entrevistas seu amor aos fãs LGBT. No reality show da 2NE1 as meninas tiveram que fotografar casais, e CL procurou um casal gay. Além disso, CL é amiga de Jeremy Scott (famoso estilista e abertamente gay). Além desses, outros artistas já mostraram seu apoio, ou interpretaram papeis LGBT em dramas como Sohee (atriz e ex Wonder Girls) e Jei (Fiestar).

Harisu é apontada como a principal agente de mudanças nos direitos transexuais na Coreia do Sul. Ela ganhou destaque em 2001, quando participou de comerciais de cosméticos na tv e em 2002 quando se tornou a segunda transexual coreana à conseguir trocar seu nome nos documentos oficiais. Ao falar sobre as dificuldades que passou, Harisu citou os momentos em que precisou mostrar seus documentos oficiais em público, porque por mais que ela se sentisse uma mulher, e fosse uma mulher, legalmente ela ainda era um homem e isso lhe causava muitos constrangimentos.

Em 2005, Harisu começou a namorar Mickey Jung. Jung é rapper e entrou para a mesma empresa que Harisu. Em novembro de 2006 os rumores de que eles iriam se casar começaram a circular mas só foram confirmados em fevereiro de 2007. Animados com os preparativos, o casal resolveu mostrá-los em um reality feito na MNET, porém o programa sofreu várias críticas dos netizens.

Harisu Wedding

O casamento ocorreu no dia 19 de maio de 2007, no Central City Millennium Hall, que fica em uma província de Seul. A cerimônia foi oficializada por Kim Suk-Kwon, médico responsável pela cirurgia de readequação de sexo de Harisu, na década de 1990.

Esse ano mais uma transexual entrou na história do país. A modelo transexual Choi Han teve o seu debut em um girlgroup chamado “Mercury”. O clipe de debut do grupo pode ser visto abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=wveP800PDz0

Desejamos toda felicidade ao casal, e que Harisu e Choi Han sirvam de exemplo para milhares de pessoas. #LoveWins.

Texto Autoral.

Fontes de pesquisa: After EllenDrama FeverElleKorea Joongang Daily, KpopStarzPew GlobalSoompiTime

 


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

2 COMENTÁRIOS

  1. Da onde vocês tiraram que o JiHoo tinha se assumido gay? Pesquisei e não encontrei nada que comprovasse isso, ele estava tendo problemas com dívidas que o teriam levado a depressão e que no máximo houve alguns boatos relacionados a sexualidade dele, que ele mesmo desmentiu e brincou com isso. Vocês não deviam publicar matérias tendenciosas apenas para ter um exemplo para dar. Cadê as fontes?

    • Olá Eri! Obrigada pelo seu comentário. As fontes encontram-se no final do texto, todas com os respectivos links de onde a autora pesquisou!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.