Foto: DW Made for minds

A Coreia do Sul lançou uma força-tarefa destinada a expandir os esforços políticos para enfrentar os desafios demográficos, visto que se espera que o país sofra uma séria queda na população em idade de trabalho nos próximos anos em razão de sua baixa taxa de natalidade crônica, disse o Ministério das Finanças na sexta-feira, 24 de junho.

Durante a reunião inaugural da força-tarefa, o vice-ministro das finanças Bang Ki-seon enfatizou alguns dos maiores esforços do governo para diminuir o ritmo do declínio da taxa populacional, oferecendo mais subsídios para incentivar o casamento, taxas de natalidade, e serviços de cuidados da criança, conforme o ministério.

A Coreia se tornou uma sociedade envelhecida em 2017, onde a porcentagem daqueles com 65 anos ou mais excedeu 14% da população total, sendo esperado que o país se torne uma sociedade “super-envelhecida” em 2025, quando a porcentagem de adultos mais velhos ultrapassará 20%.

O governo também procura expandir a participação de mulheres e cidadãos idosos, assim como estrangeiros, nas atividades econômicas e aumentar a produtividade da mão-de-obra.

Coreia do Sul lança força-tarefa em resposta à diminuição da taxa populacional
Vagão de metrô em Seul, Coreia do Sul Foto: Anadolu Agency

O vice-ministro Bang também prometeu reformar o sistema socioeconômico do país conforme as mudanças nas estruturas populacionais, nutrindo tecnologias avançadas e aumentando a eficácia da gerenciamento de pessoal e de infraestrutura.

“Aproveitaremos as mudanças demográficas como uma chance de desenvolvimento, através do fortalecimento de indústrias promissoras focadas em sociedades envelhecidas, tais como recursos robóticos”, disse o oficial.

Os ministérios envolvidos e especialistas civis revisarão as medidas políticas atuais sobre os desafios demográficos e apresentarão novos métodos, que começarão a ser anunciados em julho, disse o ministério.

Segundo o Statistics Korea, a população em idade de trabalho do país, ou pessoas de 15 a 64 anos, deverá decair em 35% nos próximos 30 anos para 24,19 milhões em 2050.

Coreia do Sul lança força-tarefa em resposta à diminuição da taxa populacional
Foto tirada em 10 de março de 2022, mostra uma feira de bebês e gestantes na cidade de Goyang, ao norte de Seul Foto: Yonhap

A estimativa foi calculada através da taxa de fertilidade total do país – o número médio de filhos que uma mulher tem em sua vida – atingiu o mínimo histórico de 0,81 no ano passado, abaixo dos 0,84 do ano anterior.

Especialistas dizem que a mudança das normas sociais e as dificuldades econômicas, como o aumento dos preços das moradias, fizeram com que muitos jovens adiassem ou desistissem de se casar e ter filhos.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.