Na Coreia, os vegetarianos sofrem para conseguir achar um local para comer. Churrasco de panceta de porco e frango frito são refeições comuns nas empresas, restando aos vegetarianos apenas acompanhamentos, como sopa de missô ou macarrões.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
À esquerda, sopa a base de missô. Fonte: pinterest. À direita, macarrão gelado. Fonte: wikipedia

Por causa da cultura corporativa, onde é comum fazer refeições em grupo, além da falta de opções adequadas, pessoas vegetarianas são frequentemente taxadas como exigentes ou frescas.

Basicamente, não há muitas opções vegetarianas na Coreia“, disse Yoon Sun-ah, de 36 anos, que há mais de 10 anos tem uma dieta pescateriana, ou seja, ela só come vegetais, ovos, laticínios e peixes. Ela passou a ter essa dieta depois de se interessar pelos direitos dos animais.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
Refeição pescateriana, a base de vegetais, ovos, laticínios e peixes. Fonte: wandering on adventure travel

Era muito mais fácil achar opções vegetarianas quando eu estava viajando pela Europa, uma vez que muitos restaurantes tinham menu para esse público”.

Mas para alívio de Yoon, as coisas estão mudando, embora lentamente.

Ano passado, o ministério da defesa anunciou planos de aumentar as opções de alimentos sem carne, como tofu e leite de soja nas forças armadas. Foram conduzidas pesquisas para aumentar opções de refeições desse grupo.

As ações vieram depois de alguns vegetarianos e grupos minoritários registrarem uma queixa contra o ministério da defesa, exigindo opções vegetarianas para os soldados que estão no exército, que prestam 18 meses de serviço obrigatório.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
Bibimpap vegano, com tofu ao invés de carne. Fonte: keeping the peas

O movimento também se espalhou para o cenário educacional, com grupos pedindo às escolas que acrescentassem opções vegetarianas às refeições do refeitório.

Com relação às escolas, a queixa já surtiu efeito, como mostra o texto publicado aqui, citando que desde de abril de 2021, as escolas públicas de Seul  já contam com opções de refeições vegetarianas.

Com o crescimento do interesse em saúde, aliado a consciência em relação às mudanças climáticas, ser vegetariano é uma escolha moderna. Celebridades como Im Soo-jung e a cantora Lee Hyo-ri promovem o veganismo e são à favor dos direitos animais.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
As duas celebridades vegetarianas/veganas. À esquerda, a atriz im soo-jung. Fonte: kstarlive e à direita, a cantora lee hyo-ri. Fonte: vegan8korean

Empresas de alimentos estão apostando no mercado para vegetarianos e esperam que o mercado desse grupo continue a crescer ainda mais.

Conforme dados da indústria, um relatório da Associação de Comércio Internacional da Coreia (KITA) estimou que em 2030, a carne vegetariana responderá por 30% do mercado global e saltará para acima de 60% em 2040.

A queda no custo de produção da carne vegetariana e o crescimento do mercado chinês servirá como catalisador para a expansão do mercado”, disse Kim Bo-kyung, um pesquisador da KITA.

Na Coreia, franquias globais do ramo alimentício estão experimentando cardápios veganos. O Burger King e a Lotteria introduziram lanches com hambúrguer à base de feijão, enquanto que a Starbucks lançou brownies de tofu e lanches com presunto vegetariano.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
Hambúrguer à base de feijão. À esquerda da burger king. Fonte: green queen. À direita da lotteria. Fonte: korea stripes.

Grandes fabricantes de alimentos administram marcas dedicadas a produtos veganos, como a Shinsegae Food com a Better Meat, a Dongwon F&B com a Beyond Meat e a Nongshim com a Veggie Garden. O marketing usado é que uma dieta vegetariana é melhor do que uma dieta a base de carne. Essas marcas vendem produtos como mandus vegetarianos, nuggets de tofu e salsichas veganas.

Empresas Coreanas De Alimentos Estão De Olho No Mercado Vegetariano
Lamen veggie da nongshim. Fonte: vegconomist

Consumidores Abertos à Tendência

Uma pesquisa da organização dos direitos dos consumidores da Coreia, por exemplo, mostrou que 63,2% dos 500 entrevistados disseram que já experimentaram carne vegetariana. Mais de 70% deles disseram que a experiência foi satisfatória.

A pesquisa também mostrou que esses produtos vão além do paladar: 50% dos entrevistados esperam que a nova tendência seja boa para a saúde deles e 72,6% disseram que o vegetarianismo contribui para salvar o meio ambiente.

Vegetarianos de longo prazo como Yoon, no entanto, parecem neutros com a febre do marketing.

Ela acha que a culinária abre portas para a diversidade.

Eu acho que a consciência social vem de que ser vegetariano não é algo especial, é apenas um estilo de vida”, disse Yoon.

Se mais restaurantes oferecessem cardápio vegetariano e isso se tornasse algo comum, as pessoas vegetarianas não se sentiriam culpadas por recusar carnes, e isso evitaria momentos embaraçosos”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.