Desafiando algumas alegações de que um aumento no número de residentes estrangeiros pode ter um impacto negativo na economia do governo, um estudo recente mostrou que tal crescimento não é um grande problema.

Um aumento de 1% no número de estrangeiros em um distrito municipal acabou levando a um declínio de 0,22% nos gastos fiscais per capita do distrito, de acordo com um relatório do Migration Research & Training Center.

O relatório estabeleceu e analisou os dados do painel dos últimos 10 anos (2008 a 2017) usando os anuários regionais de estatísticas financeiras dos 226 governos municipais e dados de residentes estrangeiros coletados pelo Ministério do Interior e Segurança.

Estrangeiros Não Impactam Negativamente A Economia Do Governo Sul Coreano
Rua de comidas multiculturais em ansan, província de gyeonggi. Fonte:korea bizware

O estudo revelou que um aumento no número de residentes imigrantes levou a uma diminuição nos gastos fiscais relacionados à política de redistribuição, incluindo as áreas de bem-estar social, saúde pública e educação, enquanto que os gastos relacionados às políticas regionais e nacionais de desenvolvimento territorial e à administração pública em geral aumentaram.

O declínio nos gastos fiscais relacionados à política de redistribuição indica que o acesso dos imigrantes aos serviços sociais públicos fica em segundo plano em relação aos residentes locais“, disse Kim Do-won, o pesquisador adjunto que escreveu o relatório.

Em particular, a maioria dos residentes estrangeiros estão alienados em relação aos benefícios da previdência social pública“.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.