A população da Coreia do Sul aumentou menos de 1,2% nos últimos cinco anos, passando de 51,25 milhões em julho de 2014 para 51,84 milhões em julho de 2019, em meio às baixas taxas de natalidade. Segundo o Ministério do Interior e Segurança, o número de coreanos aumentou apenas 595.000 no período de cinco anos. Isso indica um crescimento inferior a 10.000 por mês, em média.

Além da rápida redução de recém-nascidos e menores de 15 anos, a população ativa de 15 a 64 anos continua caindo nos últimos anos. Por outro lado, o número de pessoas com 70 anos ou mais está impedindo a diminuição da população em geral, apresentando acentuadas taxas de crescimento.

O número de coreanos com 70 anos ou mais registrou 4,37 milhões em julho de 2014, representando 8,5% da população. A população idosa correspondente atingiu 5,39 milhões em julho de 2019, ocupando 10,3% da população.

A porcentagem de pessoas com 70 anos ou mais ficou em 6,5% há 10 anos (3,26 milhões)“, disse um analista demográfico. “A população de idosos subiu um milhão em cinco anos e dois milhões em uma década.

Dado que a população idosa inclui aqueles com idades entre 65 e 69 anos na Coreia, seguindo os padrões da ONU, a situação é grave como o Japão, cujas pessoas com 70 anos ou mais ocupam mais de 20% da população, disse ele.

Por faixa etária, o número de coreanos com idades entre 70 e 79 anos chegou a 3,55 milhões no mês passado, seguido pelos da faixa etária de 80 a 89 anos, com 1,58 milhão, entre 90 e 99 anos, com 223.000 e centenários, com 19.708.

O número de 5,39 milhões de coreanos acima de 70 anos ultrapassa o número do segundo grupo mais jovem, com idades entre 10 e 19 anos, que é de 5,02 milhões.

A província de Gyeonggi tinha a maior população sénior com 1,09 milhão, mais de 20% dos 5,39 milhões, seguida por Seul com 971.000, Busan com 398.000, Província de Gyeongsang do Norte com 381.000, Província de Gyeongsang do Sul com 368.000 e Província de Jeolla do Sul com 309.000.

Seul tinha a maior população de centenários com 100 anos ou mais, com 6.123, seguida pela província de Gyeonggi (3.815), Busan (1.743), província de Gyeongsang do Norte (910), Incheon (869), província de Chungcheong do Sul (823) e província de Jeolla do sul (794) Sejong também tinha centenários (57), embora o número fosse o mais baixo entre as 17 principais cidades e províncias.

As estatísticas mostram que mais de 10.000 centenários residiam na região metropolitana de Seul, que envolve a província de Gyeonggi e Incheon. Os 10.807 indivíduos do total de 19.708 são aproximadamente proporcionais à porcentagem de coreanos que residem em Seul, Gyeonggi e Incheon – uma em cada duas pessoas em todo o país. A população coletiva nas três áreas excede 25 milhões.

Fonte: The Korea Herald

O número de pessoas na casa dos 100 era de 14.592 em julho de 2014 e 2.524 em julho de 2009.

Sugestões foram feitas para a sociedade idosa. Um comentarista on-line disse que o governo deveria usar o dinheiro dos contribuintes para os idosos – principalmente para os que residem sozinhos – e os menos favorecidos na sociedade, não para os jovens desempregados.

Um comentarista afirmou que o bem-estar social deveria ser repassado aos impostos regulares, citando as preocupações com a exclusão da pensão nacional. “Os prêmios da pensão nacional dos trabalhadores assalariados não devem ser explorados como impostos“, disse ele.

As preocupações envolvendo pensões nacionais estão relacionadas à diminuição da população em idade ativa. A população ativa da Coreia, com idades entre 15 e 64 anos, chegou a 37.786 milhões em novembro de 2016.

Desde dezembro de 2016, esse número caiu de forma consistente. Em junho de 2019, era de 37.448 milhões, tendo diminuído pelo 32º mês consecutivo. Isso equivale a 338.000 menos pessoas em menos de três anos.

Statistics Korea prevê que pessoas de 15 a 64 anos diminui abaixo de 70% da população em cinco anos para 69,9% em 2024. A agência estatal também previu que esse número seria menor que 60% em 2036 e menor que 50% em 2056.

Além disso, as projeções indicam que a população idosa ultrapassará a população em idade ativa, em relação à população total, em 2065, quando as pessoas em idade ativa compreenderão 45,9% do total e os idosos 46,1%.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.