Fonte: Kissasian

O grupo de K-pop BTS não estará isento do serviço militar, disse o governo na quinta-feira dia 21, anunciando uma nova emenda à lei do serviço militar.

Todos os jovens coreanos são obrigados a servir nas forças armadas por cerca de dois anos. Porém, a atual lei prevê isenções limitadas, oferecidas àqueles com realizações notáveis ​​em esportes e artes que “elevam o perfil nacional”.

Houve críticas de que o sistema de isenção é injusto ao excluir músicos pop, como os integrantes do BTS, que lideraram o ranking de álbuns da Billboard 200 mais de uma vez.

Ao anunciar uma revisão na lei do serviço militar, o governo reiterou sua posição de que o BTS e outras estrelas pop ainda estarão sujeitas ao serviço militar, pois o governo precisa reduzir o sistema de isenção devido à escassez de pessoas qualificadas para o serviço nacional.

Decidimos a lei, justamente para reduzir o número de isenções em primeiro lugar, por isso não consideramos a possibilidade abri exceções“, disse Lee Nam-woo, chefe do escritório de bem-estar do Ministério da Defesa, em comunicado conjunto por um número de ministérios na quinta-feira.

Acreditamos também que o dever militar não prejudicará os talentos de artistas populares de forma tão crítica que eles não poderão mais se apresentar“.

No anúncio, Lee disse que o governo reduziria a cota para o sistema de isenção e aplicaria condições mais estritas para o pessoal qualificado de esportes e artes.

Antes do coletiva conjunta, o primeiro-ministro Lee Nak-yon explicou que era “inevitável” reduzir o sistema de isenção.

Houve muitas controvérsias sobre o sistema de isenção“, disse o primeiro-ministro Lee após uma reunião do gabinete onde o plano de revisão foi aprovado. “Não podíamos mais ignorar esse problema e achamos inevitável reduzir o sistema de isenção“.

As controvérsias que ele citou dizem respeito à questão de saber se o governo pode manter a política à luz de uma baixa taxa de natalidade que reduz a população elegível para serviço militar, a justiça do sistema e se o pessoal especializado que é colocado em serviço alternativo está servindo em locais apropriados para produzir os resultados esperados.

A Lei do Serviço Militar permite deveres especiais para permitir que pessoas qualificadas continuem suas carreiras enquanto prestam serviço militar, como pesquisadores e técnicos especializados.

As isenções do serviço militar são concedidas a atletas e artistas qualificados: que ganham uma medalha de ouro nos Jogos Asiáticos ou medalhas de qualquer tipo nas Olimpíadas, artistas que conquistaram o segundo lugar ou mais em certas competições internacionais de arte e os melhores colocados em uma competição de artes no sul da Coreia.

Mesmo Com Revisão Na Lei, Bts Não Escapará Do Serviço Militar
Os jogadores de futebol podem ganhar uma liberação especial em caso de uma conquista expressiva para o país, estabelecida pelo governo como terminar entre os três primeiros colocados de uma copa do mundo ou olimpíada ou conquistar os jogos asiáticos. Foi o que aconteceu com son heung min, de 26 anos, atualmente considerado o melhor jogador da coreia de todos os tempos. Foto: sky sports

Segundo a emenda, o governo reduzirá gradualmente o número de pessoas elegíveis à isenção – não incluindo atletas e artistas – de 2022 a 2026, quando as que receberão isenções serão reduzidas em 20%, dos atuais 7.500 para 6.200.

A cota para atletas e artistas não será reduzida, pois apenas uma média de 45 recebe isenções anualmente, disse o governo. Em vez disso, criará condições mais rigorosas, reduzindo o número de competições ou jogos que se qualificam para isenções.

Para os atletas, regras mais rígidas e transparentes serão aplicadas na seleção de jogadores para as seleções nacionais.

Embora a isenção tenha sido concedida até agora apenas àqueles realmente envolvidos em uma competição, todos os membros de uma equipe vencedora terão direito à isenção de acordo com a lei revisada.

Não é incomum que as equipes nacionais coreanas participem de um jogo vencedor até por um minuto, pois isso qualificaria o jogador à isenção do serviço militar.

Em alguns casos, as pessoas brincavam sobre ‘jogo de 1 minuto para isenção militar’, e todo o sistema de isenção e os jogadores da equipe nacional seriam ridicularizados. Procuramos evitar isso”, disse uma autoridade do Ministério da Defesa.

O governo formou uma força-tarefa de ministérios relacionados para a revisão da Lei do Serviço Militar em dezembro do ano passado. É a primeira vez que um acordo é alcançado desde o início das discussões em 2002, segundo Lee.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.