A Coreia do Sul lançou um projeto piloto em busca de uma sociedade sem moedas físicas, informou o Banco Central do país. Um plano que pode aumentar a conveniência para as pessoas mais pobres.

Dentro do projeto planejado para começar na quinta-feira, consumidores podem depositar pequenos valores resultantes de trocos de compras em seus cartões pré-pagos ou de celular em lojas de conveniência e obter desconto em lojas de departamento e outras, de acordo com o Banco da Coreia (BOK – Bank of Korea). Isso significa que os consumidores não precisarão carregar as moedas nos bolsos após compras pagas em dinheiro.

O projeto, se aceito pela população geral, também pode reduzir os custos de produção de moedas, mas o BOK alerta que o resultado do experimento ainda é desconhecido. No ano passado, a Coreia do Sul teve um gasto de 53,7 bilhões de wons (US$ 47 milhões) com a produção de moedas.

Participantes do projeto piloto incluem da rede CU, maior rede de conveniência sul coreana, Seven Eleven, E0Mart, a maior loja de descontos, Lotte Mart e Lotte Department Store.

Cha Hyeon-ji, um representante do BOK responsável pela divulgação do projeto, disse que não houve decisão ainda sobre se o projeto piloto pode levar a uma sociedade totalmente sem moedas físicas, mas informou que há uma grande chance que tal resultado seja possível no futuro.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.