Quando Kim Hyun-kyung, 31, estava pensando em mudar de emprego há um ano, ela foi atraída para a semana de trabalho de quatro dias da empresa de educação Eduwill.

Embora ela tenha ficado um pouco desconfiada no início sobre se realmente funcionava, ela agora está totalmente satisfeita com a política. Kim tira um dia de folga todas as quartas-feiras porque ela diz que é o melhor dia para fazer uma pausa.

Isso me faz pensar na segunda-feira ‘Oh, estou bem porque descansei ontem’ e na terça, penso: ‘Estou bem porque vou descansar amanhã’. O mesmo vale para quinta e sexta-feira“, disse ela. Embora Kim geralmente encontre pessoas nos fins de semana, ela tende a relaxar em casa, fazendo coisas como cozinhar ou limpar, às quartas-feiras. “Porque eu fico totalmente recarregada durante a semana, eu não tenho mais o temido desgoto da segunda-feira.

Kim está entre vários funcionários de empresas locais que vêm testando horas de trabalho mais curtas.

No ano passado, algumas companhias aéreas, agências de viagens, hotéis e lojas duty-free foram forçadas a introduzir uma semana de trabalho de quatro dias para cortar custos. Recentemente, empresas de tecnologia e grandes empresas começaram a fazer o mesmo para melhorar a produtividade dos funcionários, proporcionando um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

A startup de jogos Ndolphine Connect e a empresa de plataforma de livros Millie começaram recentemente a trabalhar quatro dias por semana, enquanto a plataforma de e-commerce Cafe24 e a empresa de jogos Kakao Games operam semanas de trabalho de quatro dias a cada duas semanas. Da mesma forma, a maior operadora de telefonia móvel do país, a SK Telecom, designa um dia de folga a cada terceira sexta-feira do mês.
O apoio público para a semana de trabalho de quatro dias é bem grande.

Uma pesquisa com 1.164 funcionários de escritório conduzida pela plataforma de recrutamento online Jobkorea em abril mostrou que 88,3% dos entrevistados eram a favor de uma semana de trabalho de quatro dias.

As razões apresentadas incluíram autoaperfeiçoamento (50,1 por cento), tarefas pessoais, como visitas a bancos e hospitais (46,2 por cento), ausência de estresse no trabalho (25 por cento) e economia nos custos de transporte e almoço (21,3 por cento). Se uma semana de trabalho de quatro dias fosse implementada, as primeiras coisas que os entrevistados disseram que fariam seria começar um hobby (44,5 por cento), usar o tempo pessoal para fazer coisas como compras e exercícios (35,5 por cento) e fazer uma pausa sem pensar (30,7 por cento ).

Em 2016, o ano mais recente para o qual há dados disponíveis, os sul-coreanos trabalharam mais de 300 horas a mais que a média da OCDE, ocupando o terceiro lugar em uma análise de 33 países membros da OCDE. Apenas mexicanos e chilenos trabalharam mais. Os defensores da redução do horário de trabalho dizem que a nova medida seria um grande passo à frente.

Os tempos mudaram. Já se foi o tempo em que ficar sentado em um escritório por um longo tempo aumentava a produtividade ”, disse Cho Jung-hun, membro do Partido dos Cidadãos da Coréia e ex-economista do Banco Mundial.
Como o país está se transformando em uma sociedade que exige criatividade, ideias e negócios de alto valor agregado, o que precisamos é de equilíbrio na vida, não de longas jornadas de trabalho”, afirmou.

Semanas de trabalho mais curtas pode curar o desgosto pelas Segundas-Feiras?
Fonte: koreaherald

Os CEOs que adotaram o sistema dizem que, à medida que a produtividade crescia, tanto os trabalhadores quanto a gerência ficavam satisfeitos. Dizem que nunca mais voltarão a uma semana de trabalho de cinco dias ”, acrescentou Cho. No passado, quando a Coreia tentou converter de uma semana de trabalho de seis dias para uma semana de trabalho de cinco dias, houve uma grande reação da comunidade empresarial.

Alguns até disseram que a Coréia iria à falência. Nós fomos? Em vez disso, alcançamos a meta de atingir um produto interno bruto per capita de US$ 30.000 ”, continuou Cho.
Não é muito cedo para o debate sobre uma semana de trabalho de quatro dias na Coreia, disse Cho, citando o vizinho Japão, que já está se movendo em direção a um sistema semelhante a partir do próximo ano. Outros políticos também estão expressando apoio para uma semana de trabalho de quatro dias.

A candidata a prefeita de Seul, Park Young-sun, prometeu uma semana de trabalho de 4,5 dias durante sua campanha no início deste ano.

A semana de trabalho de 4,5 dias está ligada a várias questões de bem-estar, como empregos para jovens, vidas de mulheres e cuidados infantis, e eu quero criar um novo quadro para a grande transição de Seul”, disse ela.

Yang Seung-jo, governador da província de Chungcheong do Sul, que anunciou sua candidatura em maio para a eleição presidencial do próximo ano, é o primeiro candidato a mencionar a semana de trabalho de quatro dias como parte de sua plataforma.
A semana de trabalho de quatro dias não é mais um (conceito) desconhecido”, disse Yang em uma postagem na mídia social. “Algumas instituições públicas e empresas já estão operando em caráter experimental.

Ainda assim, os oponentes dizem que a discussão sobre a redução da jornada de trabalho é prematura em um momento em que até mesmo a semana de trabalho mínima de 52 horas, que foi implementada pela primeira vez em 2018, ainda não foi resolvida. “A maioria dos trabalhadores ainda luta para manter 52 horas por semana, quanto mais 40 horas por semana”, disse Park Ji-soon, presidente da Escola de Pós-Graduação do Trabalho da Universidade da Coreia.

Em termos de pausa na jornada de trabalho, haverá espaço para que o fosso entre ricos e pobres aumente e uma maior polarização”, disse Park. Shin Se-don, professor de economia da Sookmyung Women’s University, disse que o sistema seria um luxo ao qual muitos não teriam acesso. “Apenas uma pequena porcentagem das empresas pode adotar tal sistema em um momento em que a taxa de desemprego ainda é alta”, disse ele. “Esta medida fará com que muitos desempregados se sintam ainda mais abatidos”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

2 × cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.