Mesmo com o crescimento da importância do equilíbrio entre vida pessoal e trabalho, os donos de pequenos negócios na Coreia do Sul tem péssima qualidade de vida. É o que aponta um estudo publicado no início do mês.

De acordo com o estudo realizado pela Federação de proprietários de pequenos negócios da Coreia, os proprietários desse tipo de negócio trabalham cerca de 11 horas por dia, seis dias por semana com apenas 4 dias de folga por mês.

A federação obteve informações de que muitos dos proprietários não tem uma relação de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal após entrevistar 700 pessoas que trabalham nos pequenos comércios, vendas por atacado e donos de restaurantes. O nível de qualidade de vida ficou 54.3, de um total de 100 pontos.

 

Trabalhando uma média de 294.4 horas, e tendo apenas três dias de folga no mês passado, os donos de pequenos negócios tinham uma jornada de quase 11 horas de trabalho diário, sem tempo suficiente para o descanso.

Os trabalhadores do comércio e donos de restaurantes estão entre os que mais trabalham. Mas, também ganham menos do que aqueles que trabalham em outros setores.

Região comercial de Myeongdong / Foto: The Korea Bizwire
Região comercial de Myeongdong / Foto: The Korea Bizwire

Em uma escala de 1 a 100, o nível de trabalho físico que donos de pequenos negócios enfrentam está estimado em 65.6, número relativamente alto de acordo com a Federação de Proprietários de Pequenos Negócios.

Quase metade dos proprietários não tiveram folga, com um mínimo de 5.9 horas de descanso por semana, quanto lugar na média nacional.

Em relação ao péssimo nível de renda, longas jornadas de trabalho e o equilíbrio entre vida e trabalho, o nível caiu de 65.9 em 2014 para 54.3 no ano passado.

Com o pouco tempo de descanso e longas jornadas de trabalho, a relação entre a qualidade de vida e o trabalho fica na média de 50.0, enquanto a qualidade de vida deles continua a cair“, diz Choi Yoon-gyu, funcionário da Federação.

Loja de conveniência, pequeno negócio muito popular na Coreia do Sul/ Foto: Seriouseats.com
Loja de conveniência, pequeno negócio muito popular na Coreia do Sul/ Foto: Seriouseats.com

Na renda, os donos de pequenos negócios garantiram média de 3.54 milhões de wons, provenientes de transferências online, em sua maioria.

Quando separadas por gênero, as estatísticas apontam que os homens ganham em média 3.91 milhões de wons e as mulheres garantiram média de 3.14 milhões de wons por mês, cada um.

Pessoas que pertencem a faixa etária entre 40-49 anos, garantiram apenas 4 milhões de wons. É considerado o grupo com maior renda da lista.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.