Em um canto de Sinsa-dong, no distrito de Gangnam, em Seul, há uma loja de discos de quase duas décadas dedicada à música clássica.

Com uma coleção de mais de 200.000 CDs e discos de vinil, bem como cerca de 3.000 livros sobre os maiores músicos e a história da música do mundo, a loja – Pungwoldang – não é uma loja comum. É um salão, escola e editora para aficionados da música clássica e músicos.

Mas acima de tudo, o proprietário Park Jong-ho, 62, quer que seja um lugar onde as pessoas venham encontrar boa música, principalmente nesta era de distribuição digital.

Sou um amante da música clássica desde criança e pensei que alguém deveria manter um lugar onde as pessoas pudessem apreciar a música”, disse ele em entrevista ao The Korea Herald em sua loja.

Antes de abrir Pungwoldang em 2003, ele era psiquiatra.

Somente em 2003, cerca de 3.000 lojas de discos fecharam em toda a Coreia do Sul, pois as compras online e a distribuição de música baseada em MP3 mudaram a forma como as pessoas consumiam música.

Como a Pungwoldang, loja tradicional de música clássica, sobrevive há quase 2 décadas
Interior da loja Pungwoldang no bairro de Gangnam, Seul. Foto: Instagram @thekoreaherald

Para Park, a mudança dos meios e da forma de como as pessoas curtem música não importa muito, embora CDs e vinis sejam considerados analógicos em comparação com serviços de streaming digital convenientes.

O mais importante é o conteúdo – a música clássica, que exerce uma poderosa influência sobre os seres humanos”, disse ele.

Em vez de esperar ser varrido pela onda de disrupções digitais, Park definiu uma estratégia de negócios para ajudar seus clientes a mergulhar fundo na música clássica e maximizar a alegria de ouvir música.

Como parte de sua estratégia, Park e quatro especialistas em música passaram a dar palestras pontuais sobre compositores, peças musicais e história, filosofia, literatura e mensagens. As sessões agora passaram a ser online após a pandemia da COVID-19.

Em uma pequena sala de concertos localizada no segundo andar da loja, músicos realizam eventos de exibição de tempos em tempos.

Pungwoldang publicou cerca de 60 livros sob sua própria marca, incluindo o livro de Park de 2021 “Para aqueles que são novos na música clássica”, que vendeu mais de 10.000 cópias.

O sistema foi projetado para criar sinergia. Você compra um livro se não consegue entender sobre o que é a música. Se você assiste a uma aula, quer ouvir mais músicas que aprendeu na aula, então compra outro disco”, disse ele.
Quebrar percepções equivocadas sobre música clássica também é necessário para iniciantes, disse Park.

Algumas pessoas pensam que a música clássica é arte para a classe alta, mas é exatamente o oposto.

Como a Pungwoldang, loja tradicional de música clássica, sobrevive há quase 2 décadas
Interior da loja Pungwoldang no bairro de Gangnam, Seul. Foto: Instagram @thekoreaherald

Os principais compositores foram aqueles que foram marginalizados e lutaram para libertar a música da aristocracia”, disse ele.

Até a primeira metade do século XIX, os aristocratas eram os consumidores de música clássica e patronos dos músicos. Mas Ludwig van Beethoven tinha um espírito rebelde e nunca se curvou à aristocracia.

Por exemplo, Beethoven empregou o texto “Ode à Alegria” escrito pelo poeta alemão Friedrich von Schiller no movimento final de sua Nona Sinfonia. Simboliza a fraternidade e a igualdade entre os povos do mundo.

Gioachino Rossini transmitiu as ideias revolucionárias sobre a classe baixa na ópera para um público de classe alta. Wolfgang Amadeus Mozart se desviou do caminho de um confortável músico da corte e escolheu viver uma vida difícil sozinho, acrescentou.

A maioria dos músicos depois de Beethoven não se concentrou apenas no valor estético da música clássica, mas também incorporou suas funções sociais e valores humanos”, disse ele. “Então, ouvir a música deles significa aprender seus grandes pensamentos.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.