Assim como outros mercados tradicionais da Coreia do Sul, o Sokcho Tourist Fish Market oferece uma oportunidade de viajar de volta no tempo e experimentar como era antes de o país ter se tornado uma das nações mais avançadas do mundo.


Tal experiência única, juntamente com uma vasta gama de produtos e de restaurantes tradicionais e novos, fazem aparentemente valer a pena uma viagem à cidade portuária de Sokcho. No entanto, aqueles que trabalham e que vivem em torno do mercado dizem que não é exatamente o que eles oferecem para vender, mas também o que eles oferecem como experiência, que atraiu mais de 3,5 milhões de pessoas, só em 2015.

Muitos turistas andam por uma das maiores ruas do Sokcho Tourist Fish Market, na Província de Gangwon. A rua, conhecida como “rua dos frangos e bolos”, é o lar de cerca de dezenas de lojas especializadas em todo o país do famosos doces e frango. Foto: Yonhap.

Nossas mães costumavam dizer que nada além do sofrimento aguarda aqueles que embarcam em uma jornada, e muitos comerciantes e lojistas aqui ainda mantêm essa crença e tratam seus clientes como seus próprios filhos longe de casa“, disse Park Seong-Won, proprietário de um restaurante de marisco e chefe de uma associação de comerciantes de restaurantes de frutos do mar no mercado, que já tem 60 anos de história.

Quando eles veem um jovem cliente, eles simplesmente assumem que um jovem não deve ter dinheiro suficiente para gastar e os cobram cerca de R$110,00 (40.000 wons), quando deveriam estar cobrando aproximadamente R$140,00 (50.000 wons). Quando eles veem um estrangeiro, o seu afeto cresce pelo fato da estar tão longe de casa“, acrescentou.

Mas mesmo depois de um desconto voluntário do comerciante, o preço real de um bem ou serviço é deixado à negociação e barganha, que Park Seong-Won e outros clientes perceberam, faz com que as compras nessa antigo mercado, fiquem bem mais divertidas. “A associação começou a dar aulas especiais para os nossos comerciantes desenvolverem atitudes de serviço desde 2006, com o objetivo de preservar a cultura da negociação, ao mesmo tempo em que melhoram o seu serviço ao cliente“, disse ele.

Clientes e comerciante barganhando pelo preço do peixe seco, uma das especialidades de Sokcho, em Gangwon. Foto: Yonhap.

Kim Young-Ah de Seul, disse que a diversão da negociação foi a razão pela qual ela visitou os mercados tradicionais em vez do que ela chamou de novos e “sinceramente, mais convenientes” centros comerciais ou grandes mercearias de franquias. “Na verdade, vimos um grande shopping center a poucos quarteirões daqui, e as minhas duas filhas me pediram para ir lá em vez de comprar as suas lembranças da viagem aqui, mas eu pensei que seria uma experiência melhor para elas andar pelos becos de um mercado tradicional, e também experimentarem a barganha por si mesmas“, disse a mulher de 37 anos.

Tiphaine Fialeyre, da França, concordou. “A cultura da negociação é muito divertida e interessante, embora eu não tenha tentado porque eu sou muito tímida“, disse a mulher de 21 anos. “Estamos especialmente interessados em mercados tradicionais que ofereçam uma grande quantidade de diferentes tipos de alimentos“, acrescentou Charlie Gouin, um francês de 20 anos de idade.

Ao contrário de muitos outros mercados tradicionais na Coreia do Sul que muitas vezes se especializam e são famosos por culturas raras, indígenas ou ervas, o mercado de Sokcho oferece uma variedade de coisas para comer de especialidades locais, tais como susu bukkumi, um bolo feito de farinha de milho com variedade de recheios, e o mundialmente famoso frango agridoce e o hodduk, uma panqueca normalmente recheada com açúcar derretido.

Pratos tradicionais e únicos encontrados no mercado de Sokcho. Foto: Yonhap.

Han Doo-Sam, chefe de uma associação maior que representa todas as 850 lojas e cerca de 1.000 comerciantes no mercado, observa que apesar de sua fama por todo o país, todos os pratos estão igualmente disponíveis em qualquer outro mercado. “Muitos outros mercados têm o frango agridoce, mas o que torna nossos produtos diferentes e melhores é que continuamos a melhorá-los e continuamos a desenvolver novos pratos“, disse ele.

Por exemplo, o famoso hodduk em Sokcho, tem sementes de plantas e flores como recheio em vez do açúcar de costume. E agora, muitos fornecedores do mercado oferecem hodduk recheado com queijo, um tipo nunca visto, que tem sido desenvolvido especificamente para atender os novos gostos de jovens e estrangeiros.

Tais esforços para inovar, aparentemente atraíram muitos clientes novos que poderiam não ter visitado o mercado, e longas filas de pessoas esperando para saborear o mais recente e mais moderno prato do mercado, podem ser vistas em qualquer dia da semana o que revelou ser um sucesso muito grande. “Eu não me importo de esperar na fila um pouco pois vim aqui para isso, em primeiro lugar“, disse Kim Ah-Ram, 23 anos, de Seul. “Eu sei que parece loucura dirigir três horas de Seul só para comer o hodduk, mas se acontecer de você estar perto daqui de qualquer maneira, uma viagem curta para o mercado definitivamente vale a pena“.

Clientes fazem fila para comprar o hodduk recheado de queijo no mercado de Sokcho. Foto: Yonhap.

Com uma população crescente de estrangeiros na Província de Gangwon, bem como um número crescente de turistas estrangeiros indo ao Sokcho Tourist Fish Market, o mercado está novamente mudando suas formas de lidar com os clientes, juntamente com a sua já longa lista de coisas para comer. “Tivemos mais de 3,5 milhões de visitantes no ano passado, cerca de 10% deles eram estrangeiros e o número continua crescendo a cada ano“, disse Han Doo-Sam, acrescentando que também espera ver o número de turistas chineses crescer exponencialmente nos próximos anos, no recente lançamento de voos diretos entre a China e o aeroporto nas proximidades Yangyang.

Temos visitantes de todo o mundo uma vez que oferecemos pratos que podem satisfazer aos turistas ocidentais e asiáticos. O mercado de peixes recentemente começou a oferecer caranguejo rei pelo fato dos turistas estrangeiros parecem gostar disso, e até mesmo no caso do frango agridoce, eles estão trabalhando para encontrar um novo tipo de molho que irá satisfazer o gosto e a preferência dos turistas estrangeiros“, disse ele.

A associação dos comerciantes e o governo da cidade também estão trabalhando juntos, para ajudar a preparar o mercado para um número crescente de visitantes estrangeiros durante e após os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang.

Eles estão oferecendo atualmente aulas de língua estrangeira para os comerciantes, e estão planejando colocar intérpretes para turistas estrangeiros em todo o mercado, de acordo com Han Doo-Sam. Os funcionários de associações de comerciantes começaram a se esforçar para melhor acomodar os turistas estrangeiros que possam chegar tardiamente.

No entanto, a razão para seus esforços mostraram uma clara diferença entre os muitos outros que já tomaram tais medidas como uma maneira de impulsionar suas vendas.

Vender nossos produtos para os estrangeiros não é um problema porque de alguma forma isso já acontece. O que incomoda muitos como eu, é que não sabemos o que eles realmente precisam, porque não somos capazes de nos comunicar com eles“, disse Park Seong-Won. “Quando vejo um turista estrangeiro, que não deve estar acostumado a sentar-se no chão para comer em um dos nossos restaurantes, eu sinto pena e agradecimento ao mesmo tempo“, acrescentou.

A foto, cedida pela associação de comerciantes do Sokcho Tourist Fish Market, mostra alguns restaurantes onde o cliente precisa escolher o seu peixe e outros frutos do mar. Foto: Yonhap.

COMO CHEGAR: De Seul, ônibus são os únicos meios disponíveis de transporte público para Sokcho, situada a 210 quilômetros ao leste de Seul. O Gangnam Express Bus Terminal oferece 32 viagens diárias de e para o porto da cidade oriental. A tarifa é fixada em aproximadamente R$53,04 (17.000 wons) para uma viagem só de ida que leva cerca de 2 horas e 30 minutos. A partir do Sokcho Express Bus Terminal, o mercado está a apenas 5 minutos de distância (de táxi), com uma tarifa esperada de menos de R$15,65 (5.000 wons).

Para mais informações, pode-se também visitar o site de informações turísticas do governo da cidade de Sokcho, que oferece informações em cinco idiomas diferentes, incluindo chinês, japonês e russo, ou ligue para informações turísticas oficiais da cidade: 033-639-2690.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.