O número de homens sul coreanos que desejam se separar de suas esposas estrangeiras quadruplicou nos últimos seis anos, de acordo com relatório de relações familiares publicado pelo Korea Legal Aid Center.

O relatório, que foi baseado em casais multiculturais que receberam aconselhamento de divórcio no ano passado, revelou que o número de casais que desejam terminar o casamento está aumentado, de 472 casos em 2010 para 955 em 2016.

Entre os casais multiculturais à procura do divórcio, um grande número de maridos sul coreanos relatou ter iniciado o processo.

Em 2010, menos de 30 por cento dos que pediram serviço de aconselhamento de divórcio no Korea Legal Aid Center eram casais formados por homens sul coreanos e esposas estrangeiras. A estimativa, desde então, mais do que dobrou, chegando a 64,1 por cento em 2016.

O número de casos de aconselhamento de divórcio por homens sul coreanos com uma esposa estrangeira quadruplicou entre 2010 e 2016, enquanto o número de esposas estrangeiras com maridos sul coreanos permaneceu o mesmo, de acordo com a empresa de consultoria gratuita.

Um representante do centro de ajuda judicial disse “Antes de 2013, as esposa estrangeiras à procura de divórcio eram a maioria devido a casos de abuso verbal e violência doméstica de seus maridos e familiares, mas nos últimos anos, mais sul coreanos estão considerando se divorciar de suas esposas de outros países que tiveram casos extraconjugais ou que fugiram de casa”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.