Com o destino da presidente Park Geun-hye nas mãos do Tribunal Constitucional após o processo de impeachment da Assembleia Nacional, de acordo com a última pesquisa, na sexta-feira, 7 de 10 cidadãos acreditam que ela deve se renunciar antes que a corte tome sua decisão.

A enquete feita pela Hankook Research depois do impeachment a pedido do jornal Hankook Ilbo, “primo” do The Korea Times, mostrou que 69.7% dos entrevistados torciam pela renúncia de Park antes da decisão, que pode levar até seis meses. Apenas 22% disseram que Park deve ficar até o julgamento no Tribunal.

A pesquisa foi com 1,000 coreanos nos dias 9 e 10 de dezembro, com a margem de erro de mais ou menos 3.1 pontos percentuais.

O resultado mostra que as pessoas não apoiam a tentativa legal de Park para permanecer no poder.

Por região, a província de Jeolla teve o número mais alto entre aqueles que querem a renúncia de Park (84.5%), seguido da província de Gangwon e a ilha de Jeju (74.1%).

As províncias de Daegu e Gyeongsang do Norte indicaram o menor número com 51.2%.

Por idade, as pessoas em torno dos 40 anos tiveram o maior número, 79.3%, entre aqueles que acreditam que a renúncia de Park é necessária antes da decisão do Tribunal. O menor foi para os entrevistados em torno dos 60 anos, com 55.6%.

Em relação a aprovação da moção para o impeachment de Park na Assembleia Nacional, 85% das pessoas entrevistadas concordaram com a ação da Assembleia, segundo a enquete. Pouco mais de 13% dos entrevistados não concordaram com a aprovação da moção, com 1.8% não comentando a respeito.

Para próximo presidente, o ex-chefe do Partido Democrático da Coreia (Democratic Party of Korea – DPK), Moon Jae-in, teve  19.7% de apoio, seguido do prefeito de Seongnam, Jae-myung e o secretário geral da ONU Ban Ki-moon com 14.9% e 14.1%, respectivamente.

Moon Jae-In, Por Enquanto, O Candidato A Próximo Presidente Com Maior Porcentagem De Apoio.
Moon jae-in, por enquanto, o candidato a próximo presidente com maior porcentagem de apoio.

A pesquisa também descobriu que 44.6% das pessoas acreditam que o Primeiro Ministro Hwang Kyo-ahn, o qual começou a trabalhar como chefe de Estado provisório desde a aprovação da moção, deve manter seu trabalho pra evitar quaisquer problemas, e 40% disseram que um novo líder provisório deveria ser escolhido já que a presidente sofreu impeachment.

O Primeiro Ministro E Chefe De Estado Provisório Hwang Kyo-Ahn. Foto: South China Morning Post
O primeiro ministro e chefe de estado provisório hwang kyo-ahn.
foto: south china morning post

A proposta de impeachment, assinada por 171 opositores e legisladores independentes, foi aprovada de forma esmagadora com 234 votos a favor, 56 contra, duas abstenções e sete votos inválidos numa Assembleia de 300 pessoas, na semana passada.

Park é a segunda presidente coreana a sofrer impeachment, depois do falecido Roh Moo-hyun em 2004. Roh foi capaz de retornar ao cargo graças ao grande apoio público depois que o Tribunal Constitucional anulou a decisão da Assembleia.

O Ex-Presidente Roh Moo-Hyun, Falecido Em 2009. Foto: Aljazeera
O ex-presidente roh moo-hyun, falecido em 2009.
foto: aljazeera

A oposição apresentou uma moção para acusar Park no dia 3 de dezembro, afirmando as suas alegadas violações constitucionais e legais, incluindo abuso de poder, coação, suborno e negligência de dever no dia do naufrágio da balsa Sewol, o qual custou mais de 300 vidas.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.