O K-pop está ferozmente acelerando sua presença no cenário musical global, com inúmeros cantores alcançando o estrelato internacional sem precedentes. Mas existem os chamados “fabricantes de K-pop” que recebem muito menos destaque do que merecem, apesar de suas contribuições para o nascimento de mega estrelas.


A treinadora vocal Kim Sung-eun, professora de artistas renomados como BTS, TWICE e Kang Daniel, é uma dessas figuras.

No passado, eu me sentia uma concha vazia ou uma pessoa de fora porque não podia ser julgada por quem eu sou. As pessoas avaliam um treinador vocal com base nas performances dos cantores“, disse Kim durante uma entrevista recente ao The Korea Times na sede da empresa WIP em Mapo-gu, Seul. O WIP é uma academia de K-pop criada por Kim em 2011.

Não pude escapar do senso de vaidade, pois devo entregar o que tenho aos outros para ganhar meu reconhecimento“.

Kim, que tem uma paixão ardente pela música desde a juventude, iniciou sua carreira musical como cantora em 2003, depois de aparecer na faixa “Korean” do músico de hip-hop MC Sniper.

Graças ao seu talento incomparável na voz, ela logo recebeu outro emprego como instrutora vocal de ídolos. Seu “primeiro aluno” foi o grupo feminino de K-pop BABYVOX Re. V, que estreou em 2007. À medida que seus alunos progrediam no canto, mais pessoas pediram ajuda à Kim.

Desde então, ela ensinou uma enxurrada de estrelas do K-pop ― como a diva Sunmi e Sandeul da boy band B1A4 ― e agora tem mais de 15 anos de experiência. Ela disse que não tinha um senso de dever a princípio, mas agora se apaixonou por seu trabalho.

À medida que envelheci, aprendi a deixar as coisas irem e conheci legiões de pessoas boas da indústria que me ajudaram a preencher meu vazio“, disse Kim, cujo nome artístico é AG Sung-eun. “Inicialmente, era exigindo que eu interagisse com os cantores e os funcionários das gravadoras, mas agora estamos perto o suficiente para ter reuniões privadas e dar uma mão um ao outro quando necessário“.

Ela acrescentou: “O que também gosto no meu trabalho é que posso apreciar todos os números que não estão incluídos em um álbum. Também gosto do tempo da aula, que permite que os cantores revelem seu lado mais autêntico e sincero. Eles se esforçam para compensar falhas“.

Refletindo sua satisfação em sua carreira, Kim parecia brilhante e vibrante durante a entrevista de duas horas. Vestindo uma blusa estampada de flores e um jeans, ela não limpou o sorriso radiante do rosto enquanto falava sobre sua vida.

A treinadora vocal disse que uma de suas “pessoas boas” é Jin, do grupo mais famoso do K-pop, BTS. Ela revelou que deu aulas de canto à três integrantes do BTS ― Jin, V e Jungkook ― por mais de um ano antes da estréia da banda em 2013.

Kim Sung-eun ensinou a Jin, do titã do K-pop BTS, antes de sua estréia em 2013.

Quando Jin era um trainee na Big Hit Entertainment, ele praticou cantando ‘Try’ de Asher Book (2006) comigo durante uma aula, que ele mal conseguia fazer naquela época. Mas depois de vários anos, ele de repente me enviou uma nova gravação dessa música com o acompanhamento. Então ele disse: “Por favor, ouça isso. Eu não melhorei?” Ele era tão proficiente, mas o que mais me tocou foi sua atitude. Apesar de ser uma superestrela com horários agitados, ele ainda se esforça para melhorar“.

Kim acrescentou que Jihyo do TWICE também é cheia de paixão e desejo.

Ela recentemente fez um show acústico em um pequeno teatro como parte do ‘projeto Melody’ do TWICE e apresentou com sucesso cinco faixas desafiadoras com sons de bandas completas. Acho que ela se jogou no desafio“, disse Kim.

Quando perguntada se existem certos tipos de alunos que são mais fáceis de treinar, Kim assentiu.

A flexibilidade na atitude e no músculo principal é mais importante“, disse ela. “O treinamento geralmente começa com a correção dos problemas de cada aluno e a atualização das técnicas vem a seguir. Mas alguns estudantes se sentem desconfortáveis ​​durante esse período, temendo que não estejam melhorando da nova maneira que eu ensinei. Mas eles deveriam ser mais abertos e abraçar as mudanças em vez de se apegar à sua própria crença. Se o músculo essencial necessário para cantar é flexível, também facilita o aprendizado“.

Kim também deu sua própria definição de “boa cantora”. Desafiando uma crença comum de que cantores que tocam notas altas com vozes naturais são geralmente os melhores, ela enfatizou “emoções”.

Se um cantor pode ressonar com os ouvintes, expressando fluentemente suas emoções em uma música, enquanto faz bom uso de ‘ferramentas’ como o tom e as letras, ele é o melhor artista para mim“, disse ela. “Atingir notas agudas é apenas uma técnica. Existem numerosos cantores que ainda podem arrasar na música com seus outros méritos, sem emitir um som extremamente agudo“.

Kim elogiou os solistas IU e Kang Daniel, por suas proezas e esforços, entre muitos outros.

Kang Daniel para Marie Claire.

Muitas pessoas sabem que a IU se destaca no canto agudo e tem uma voz aveludada, mas não percebe o quão bem ela entra no ritmo ou a habilidade com que resume suas emoções em uma música“, disse Kim. “No caso de Kang Daniel, fiquei surpresa com seus vocais depois de ouvir uma de suas músicas sem o auto tune. Ele era um rapper e dançarino da agora extinta boy band Wanna One, mas seu tom era tão profundo e sua capacidade interpretar a música é ótima. Kang é muito sério em relação à sua música e coloca muito esforço em seu trabalho também“.

Embora a cena do K-pop esteja repleta de cantores talentosos, muitos ainda acreditam que os chamados “ídolos” são inferiores.

A indústria do K-pop tem seus próprios critérios distintos ao avaliar um cantor“, disse ela. “Damos ênfase às performances e um cantor é obrigado a apresentar um show ao vivo enquanto faz poderosos movimentos de dança. De fato, os principais vocalistas de cada grupo podem adotar diversos gêneros musicais com proficiência, mas eles não têm oportunidades de se exibir“.

Kim encerrou a entrevista divulgando seus objetivos.

Espero que meus alunos consigam realizar feitos musicais e que os professores da WIP Company tenham mais chances de ensinar“, disse ela. “Hoje em dia, é difícil para mim cuidar bem de mim mesma, pois tenho que gerenciar outras pessoas ao meu redor. Então agora, pessoalmente, quero aprender a cantar mais e aprimorar minhas habilidades, pois ainda sou insuficiente. Quero procurar maneiras para me atualizar“.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.