Esse é o pensamento das legiões de fãs de música pop coreana nos EUA, que estão provando serem improváveis beneficiários em uma disputa diplomática de longa data entre a China e a Coreia do Sul.

A China é o maior parceiro comercial da Coreia do Sul e muitos chineses são grandes fãs da cultura pop coreana“, disse Ellen Kong, CEO da Elf Asia, uma empresa de promoção de Hong Kong, especializada em K-pop. “Mas o impacto da THAAD tem sido substancial“, acrescentou, referindo-se à firme oposição da China ao escudo de mísseis americanos alojado na Coreia do Sul. “Significa que a China pode tornar-se um mercado inviável para os grupos de K-pop“.

O resultado, de acordo com os “insiders” da indústria, foi um acentuado aumento nos astros do K-Pop que estão fazendo e planejando turnês nos EUA.

Show Do B1A4 Em Fevereiro De 2017. Foto: Youtube
Show do b1a4 em fevereiro de 2017. Foto: youtube

Há cerca de 8 anos atrás, era muito raro que os artistas de K-pop visitassem os EUA, mas agora tornou-se bastante comum“, disse Paul Han, co-fundador da Allkpop, um site para notícias (e fofocas) de K-Pop , que tem 10 milhões de leitores mensais em todo o mundo.

Naquela época, os fãs de K-pop nos EUA diziam: ‘Eu queria poder ir para a Coreia para participar de um show’, mas agora, já que muitos artistas do K-pop agora estão realizando shows em Nova York e Los Angeles, é mais como ‘eu queria viver mais perto dessas cidades’ ou ‘eu queria que eles viessem para minha cidade, em vez das mesmas cidades o tempo todo’“, acrescentou Paul.

Em 2013, houve sete turnês de shows nos EUA, 14 em 2014 e 2015, e 20 em 2016. Até agora, houve apenas 14 em 2017, incluindo a recente turnê anunciada pelo ícone K-pop G-Dragon, do extremamente popular grupo Big Bang. E, pela primeira vez, um grupo de K-pop ganhou o Billboard Music Award. BTS ganhou o Top Social Artist Award em 21 de maio. A banda de sete membros viajou três cidades nos EUA em março e abril e termina sua turnê mundial no Japão em julho.

Show Do Bts - Foto: Billboard
Show do bts, que incluiu as americas do norte e latina em 2017. Foto: billboard

Com grupos incapazes de fazer turnês na China devido às consequências relacionadas à crise da THAAD, acredito que vamos ver outro ano recorde para os grupos que vierem para o EUA este ano“, disse o CEO da Koreaboo, Flowsion Shekar, uma plataforma bastante popular comm contéudo especializado em K-pop com um alcance de mais de 50 milhões de pessoas.

Show Do Got7 Nos Usa Em Janeiro De 2017. Fonte: Billboard
Show do got7 nos usa em janeiro de 2017. Fonte: billboard

Apesar do Ministério das Relações Exteriores da China negar repetidamente que o país colocou restrições sobre a Coreia do Sul, o tema foi delineado como um item na agenda das conversas diplomáticas entre os dois países durante uma visita a Pequim de Lee Hae-chan, enviado especial da Coreia do Sul.

O relacionamento entre a Coreia do Sul e a China é bastante tenso“, disse Hae-chan. “Eu acredito que a discussão será focada para resolver às ondas econômicas coreanas e as interações do turismo”. “Onda coreana” (hallyu) é uma frase comumente usada para descrever a cultura e a música  popular da Coreia.

Show Do Monta X Na Kcon, Em Los Angeles. Foto: Amazon
Show do monta x na kcon, em los angeles. Foto: amazon

Enquanto isso os fãs norte-americanos da K-pop não podem reclamar. A adolescente da Carolina do Norte, Kylie Grant, é apenas uma dos milhares de fãs para quem a chegada dos astros populares do K-pop não poderia ser mais oportuna.

Foi uma oportunidade única para a vida que eu sabia que me arrependeria se eu não pegasse“, disse Kylie, 19 anos, que recentemente comprou ingressos para o show do grupo SHINee em Dallas. “Meus amigos e familiares achavam que era uma loucura no início, mas depois de algum tempo, todos disseram que era incrível que eu atravessasse o país apenas para ver um show“.

Shinee Se Apresentando No Verizon Theatre Em Grand Prairie Em Dallas Em Março. Foto: Cnn
Shinee se apresentando no verizon theatre em grand prairie em dallas em março. Foto: cnn

O passeio foi o primeiro de SHINee à América do Norte. Eles estiveram em Dallas, Los Angeles e no Canadá. Depois disso eles estiveram em Hong Kong e Taipei.

“Finalmente ver os fãs que nos apoiaram de tão longe fez meu coração vibrar um pouco”, disse o membro da banda Lee Tae-min, 23 anos, conhecido como “Taemin”.

Fonte: Http://Edition.cnn.com
Fãs latinas de kpop. Foto: cnn

Em Dallas e Los Angeles, Tae-min e o resto dos integrantes da banda SHINee falaram inglês entre as músicas, compartilhando o quanto eles apreciavam os fãs aprendendo coreano e seu próprio amor pela comida americana, como hambúrgueres In-N-Out.

Ao contrário das tradicionais bandas de K-po, o SHINee existe há quase uma década, evoluindo constantemente seu aspecto e som. Os fãs, conhecidos como “Shawols”, são atraídos por SHINee para sua coreografia de dança, juntamente com sua mistura única de R & B, eletrônica, rap e rock.

Key, Do Grupo Shinee, Cantando Em Dallas. Foto: Cnn
Key, do grupo shinee, cantando em dallas. Foto: cnn

No ano passado, várias bandas de K-pop dissolveram por vários motivos, incluindo escândalos. Mas, uma das razões para a longevidade de SHINee, disse Shekar, é a “controvérsia zero” do grupo … “Cada integrante tem uma reputação imaculada e ganhou uma incrível reputação com os fãs coreanos e internacionais”.

A empresa de produção SubKulture Entertainment, com sede em Los Angeles, conseguiu vender o show da SHINee nos EUA, visando os fãs online, como Kylie, que descobriu o SHINee através do YouTube.

Nossa base de clientes, como a maioria, é muito experiente na Internet e adquire a maioria de suas informações sobre o K-pop através das mídias sociais (Twitter, Facebook, Instagram, Snapchat, etc.), onde é que gostamos de concentrar a maioria de nossos esforços de marketing”, disse Derek Lee, CEO da Subkulture Entertainment.

Mas agora, em seus quase 30 anos, os integrantes de SHINee estão crescendo e saindo do estereótipo de  “boy band” e “príncipes do K-pop”. Eles também estão perto da idade do alistamento militar para homens sul-coreanos, um destino que ameaça destruir outras bandas como Big Bang.

O SHINee se recusou falar sobre o alistamento militar, mas disseram que planejam se apresentar nos EUA novamente em breve. “Esperamos que, durante a nossa turnê, e outros shows e turnês de K-pop continuem a deixar uma marca em um mercado tão grande quanto os EUA”, disse Taemin.

Fonte: Http://Edition.cnn.com
Foto: cnn

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.