Ajudado pela popularidade da tendência de vida de YOLO (You Only Live Once) e a crescente aceitação social para a cultura do “kidult” (criança + adulto), mais adultos estão se divertindo com atividades e esportes que antes eram “apenas para crianças”.

Lee Ho-sun, funcionária de escritório de 30 anos, vai a uma academia de taekwondo depois do trabalho. “Quando eu era criança, me divertia muito praticando taekwondo. Mas quando eu disse aos meus amigos que iria voltar a praticar o esporte novamente há dois anos, suas reações iniciais eram “por que começar um esporte infantil agora”“, disse ela. “Comecei novamente, desejando recuperar a mesma paz e alegria que tinha quando era criança. Desde que comecei com o esporte, sinto que meu corpo e minha alma foram fortalecidos. É ótimo que enquanto eu me concentro praticando posições básicas, posso parar de pensar no que me preocupou no meu trabalho“.

As academias de Taekwondo, que normalmente davam aulas para crianças pequenas, têm oferecido mais programas noturnos para adultos e as academias de taekwondo para adultos também estão começando a aparecer.

Lee Seung-hwan, grande mestre da Mooto, uma academia de taekwondo em Seul diz que “as academias de taekwondo locais ainda têm em sua maioria praticantes crianças. Mas a nova tendência é que elas comecem a ver mais praticantes adultos. Existem muitas academias de taekwondo em todo o país no momento e graças a esses adultos nostálgicos, o número das academias, especializadas em adultos, está em ascensão“, sua academia oferece aulas gratuitas de um dia para que os adultos possam experimentar o esporte a qualquer momento.

Mais adultos estão pegando novamente em lápis de cor e pincéis em escolas privadas de bairro, tendo aulas em casa e utilizando-se de serviços de tutoria, inicialmente projetados como programas de educação pós-escolar para estudantes de pré-escola até o ensino médio.

Kim Mi-hyun, uma funcionária de escritório de 32 anos, atende a aulas de arte noturnas perto de sua casa. “Embora eu gostasse de pintar quando era jovem, não gostava da ideia de ir a uma academia de arte ou de minhas pinturas serem julgadas e classificadas“, disse ela. “Agora, sem nenhuma pressão, adoro passar meu tempo desenhando e pintando tudo o que quero“.

De acordo com os dados do Ministério da Educação, o número de adultos que frequentam academias privadas de artes, como aulas de artes plásticas, música e dança, tem disparado nos últimos anos. Cresceu cinco vezes para quase 200 mil em 2016, de apenas 42 mil em 2013.

Os especialistas dizem que essas pessoas ganham estabilidade psicológica ao se envolverem em jogos e estudos que eles consideram infantis. “Concentrando-se na música e outros hobbies que fazem no momento, eles podem voltar para suas memórias de infância felizes. Ao contrário do passado, onde passatempos para crianças e adultos estavam completamente divididos, agora vemos que está cada vez mais mesclado“, disse Shin Kwang-young, professor de sociologia da Universidade Chung-Ang.

A nova tendência da vida vem se espalhando para vários campos“. O número de adultos que têm aulas em casa e serviços de tutoria – os mesmos que eles costumavam fazer forçados por seus pais quando eram jovens, como sugestão de desenvolvimento acadêmico – está crescendo. Kim So-yeon, uma mãe de 35 anos, aprendeu japonês através do material de estudo do Kumon home. “Ao ver minha filha aprender hangeul através do serviço de tutoria, pensei que seria ótimo ter um para mim.

Uma estudante adulta do Kumon está fazendo sua lição em um café em Seul. Ele foi inicialmente concebido como programa de educação pós-escolar para estudantes de pré-escola e escola primária. / Imagem do Kumon.

Kumon, um dos principais programas de enriquecimento pós-escolar, diz que seus membros adultos aumentaram 2.7 vezes nos últimos quatro anos. Alcançou mais de 50 mil em junho deste ano, sendo que em 2013 era menos de 20 mil.

Lee Dong-gwi, professor da Universidade Yonsei, disse que “Aqueles que estão em seus 30 e 40 pertencem à geração que foram forçados por seus pais a estudar muito quando eram jovens. Ao crescer, eles estão começando de novo, mas agora aprendendo o que eles realmente gostam de estudar“.

A taxa de crescimento dos membros adultos de Kumon registrou 50,5% em 2016, de 17,8% em 2015. Nos primeiros seis meses deste ano, apresentou crescimento de 23,1%.

Como forma de autodesenvolvimento, os funcionários de escritório, usam as pausas do almoço, os horários de deslocamento ou as horas depois do trabalho para estudar, principalmente nos campos das línguas estrangeiras, como japonês ou chinês“, disse um funcionário da Kumon.

O número crescente de membros adultos está mudando o modo de tutoria de Kumon. “Muitos membros adultos só querem receber materiais de estudo e ignorar as visitas do tutor em suas casas. Outros encontram seus tutores em cafés próximos para verificar seus estudos“, disse o funcionário. “Para eles, não é um método para receber altas pontuações e obter certificados e sim um programa de auto enriquecimento, mais próximo a um passatempo. E por isso é muito provável que os membros adultos continuem a aumentar nos próximos anos“.

Nota da Tradutora: Só temos essa vida pra fazer o que queremos, não é mesmo?


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.