Aqui em casa ainda estamos no clima de Dia dos Namorados pois ainda não comemoramos a data! A Esther e eu casamos no dia 16 de junho de 2002, então sempre temos aquela desculpa de “ah, vamos comemorar as duas datas juntas”. E na verdade, casamos uma segunda vez no dia 7 de julho do mesmo ano, então acabamos comemorando tudo junto em algum dia no meio. Acredito que muitos devem ter ficado curiosos com esta introdução… pois então vou contar a nossa história em detalhes!

Para começar, casei com uma coreana que vivia na Coreia. Lembro que quando eu era solteiro muitos diziam que “importar” uma esposa ou um marido era algo muito complicado e hoje, confesso que não é algo fácil apesar de não ser impossível. A nossa história é relativamente diferente da maioria das histórias dos meus amigos. Nos conhecemo através da minha prima que vive na Coreia, que era amiga da minha (futura) esposa. E por coincidência, nossas mães eram da mesma comunidade e estudaram na mesma universidade em Seul! Pronto, pra gente se conhecer, trocar e-mails e ficar muitos meses namorando virtualmente foi apenas um pequeno passo.

12716298_10154042979866320_209367726333124521_o

A coisa foi ficando séria e um dia desses brinquei que iria visitá-la na Coreia e assim fomos pavimentando a nossa vida a dois. Praticamente um ano depois, estávamos nos casando na Coreia. E nos casamos justamente no meio da Copa do Mundo da Coreia/Japão, um dia antes do jogo em que o Brasil venceu a Bélgica, uma loucura! Havíamos planejado casar na Coreia e depois viver aqui. Assim, acabamos convencidos que deveríamos fazer uma nova cerimônia apenas para convidar os amigos brasileiros. E assim acabamos “casando” duas vezes.

Olha, a gente realmente se gostou demais desde o início para aceitar casar sem pensar muito na loucura que são duas culturas completamente diferentes convivendo juntas. Coisas banais como por exemplo assistir um vídeo pode transformar-se em problema: quando se diz “passa para a frente” pode significar algo diferente. Pois na Coreia fala-se isso para procurar um ponto anterior à cena atual e no Brasil fala-se isso para procurar um ponto posterior à cena atual. Quantas vezes não nos desentendemos por causa disso sem perceber que tudo dependia de como encaramos o filme, se estamos com o os olhos virados para o passado ou para o futuro.

10347775_10152569207506320_8904418145620904540_n

Foram 14 anos de um grande aprendizado, ela se tornando cada vez mais brasileira e eu aprendendo a ser mais coreano sem deixar de ser brasileiro. Amanhã iremos comemorar mais um aniversário de casamento de muitos que ainda esperamos passar juntos! E a nossa grande diversão é justamente tirar vantagem do fato de termos acesso a duas culturas que se complementam maravilhosamente: o otimismo e a alegria típicos do Brasil com a organização e a velocidade típicas da Coreia. E claro, também curtimos coisas tipicamente brasileiras como uma praia no feriado, churrasco com amigos ou mesmo um bate-papo com vizinhos que só aqui sabemos valorizar e aproveitar ao máximo!

Nossos filhos nasceram no Brasil e aqui iremos ficar. Diz uma piada da comunidade coreana que no momento que o coreano se “abrasileira” certo ponto, ele não consegue mais sair do Brasil. Se num primeiro momento a Esther não entendia certas coisas, agora entende e consegue ver beleza mesmo em coisas que ainda tem muito a melhorar. Lembro o dia que ela veio a São Paulo pela primeira vez e perguntou por que havia tantas grades nas janelas e pixações nas paredes e eu não tive coragem de responder na hora. Um outro dia, ela questionou-me sobre o fato de eu usar uma corrente para segurar o volante do meu carro e até mesmo elogiou o fato do meu toca-CDs ser “moderno” e ter a frente removível, sem saber o por quê de ser assim…

11083983_10153492565811320_654472692502277273_o

Enfim, este texto é apenas para marcar esta data tão importante para nós e para confirmar que sim, é possível encontrar um amor do outro lado do mundo. Porque na minha opinião, não existem regras a serem seguidas quando falamos de um relacionamento. Não sou um especialista em no assunto, mas acredito que basta amor e compreensão e o resto pode ser trabalhado pacientemente pelos dois, basta querer aprender e ter vontade de ceder quando necessário.

Um feliz Dia dos Namorados atrasado a todos vocês! 🙂


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



7 COMENTÁRIOS

  1. Bruno, bom dia!

    Eu, como uma grande admiradora e seguidora do seu trabalho, fico extremamente feliz por saber um pouquinho da sua história de amor. Muito estimulante, não só para se estar aberta a um amor do outro lado do mundo, mas aqui pertinho também. =D
    Vocês formam um lindo casal, parabéns!

  2. Lindo casal, parabéns.
    Sinceramente, não encararia um relacionamento à distância, não sei se por medo ou falta de coragem de me jogar de cabeça em algo do tipo, mas é realmente gratificante saber que ainda há pessoas que, mesmo com a distância, se amam e respeitam um ao outro como se realmente estivessem lado a lado todos os dias. Isso é lindo.

  3. Nossa! Amei! Meu amor também veio da Coreia! Mas nós encontramos e vivemos em outro canto do mundo! No Canadá! Estamos juntos há cinco anos e casados há 3. Ah, esse ano nos casamos novamente, na coréia. Se a diferença cultural entre duas nacionalidades são difíceis??? Sim. Mais ainda quando os dois estão ainda vivendo em uma outra cultura!
    Não te conhecia. Vi seu post pela Patrícia Fernandes e adorei! Muito amor pra vocês!

  4. Parabéns pelo casamento de vocês que possam realmente terem muito o que comemorar pela frente. Nem vou dizer que amei saber a história de vocês dois, acho lindo quando um casal é feliz por serem casados e mostrar que o amor ainda existe. Relacionamento à distância é para coração corajoso e maduro, que sabe o que quer. Muito legal ver que quando existe compreensão as diferenças culturais são superadas.

  5. Que linda história, adorei conhecer a história de amor de vocês, mostra que realmente quando se ama é possível enfrentar as dificuldades! Admiro muito o seu trabalho aqui no blog e gosto de acompanhar os posts ^^ Que Deus continue sempre a abençoar o matrimônio e a família de vocês!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.