Oi, pessoal.

No blog da semana passada falei que não deve usar a romanização ou latinização para aprender coreano. Porque com o passar do tempo vai se tornar um obstáculo ao aprendizado.

“Entendi, a partir dessa data prometo para mim que não dependerei mais da romanização para ler ou escrever coreano. Mas como devo fazer então?”

Pare um pouco e pense sobre isso…

Hangul - Koreapost

Você fica nervoso só de pensar em pronunciar uma palavra em coreano em público? Não consegue entender nada quando assiste um filme em coreano ou dorama sem legenda? Não consegue escrever um e-mail sem usar o Google Tradutor? Não consegue ler um livro em coreano ou estudar artigos em sites estrangeiros na sua área de atuação?

Se você não parar de estudar hangul do jeito errado, é provável que você passe anos e anos sofrendo e mesmo assim não consiga falar coreano fluentemente. Se você se sente um completo analfabeto no hangul, sabe poucas palavras e até pensa que não nasceu para falar coreano e que isso é algo impossível para você, você não é o único.

COMO APRENDER QUALQUER COISA…

Pela REPETIÇÃO… Faça algo várias e várias vezes durante muito tempo e aos poucos seu cérebro começa a gravar aquelas informações…

Hangul 3 - Koreapost

 

Cada uma delas tem uma certa eficiência quando trabalham de maneira isolada, porém, quando você explora os 3 canais….seu cérebro experimenta uma verdadeira EXPLOSÃO e começa a absorver aquele conhecimento MUITO MAIS RÁPIDO.

Uma das melhores maneiras para aprender hangul consiste exatamente em usar os 3 canais de aprendizagem.

Hangul 2 - Koreapost

 

Eu coloquei a tabela com romanização para que os alunos autodidatas saibam como é a pronúncia de cada som. Deve usar a romanização apenas no estágio inicial. Estipule uma data limite (1 mês por exemplo) e a partir dessa data tire a romanização da sua vida. Esse amor pela romanização não tem futuro.

Se você gostou ou tiver alguma dúvida, pode deixar registrado que retornarei.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

12 COMENTÁRIOS

  1. Verdade faz pouco tempo que comecei a estudar Coreano, mas depois que eu parei com isso de pensar na romanização eu comecei a aprender as palavras mais facilmente e consegui saber como escrever o que eu ouvia também.
    Adoro a sua coluna, ótimo artigo.

  2. Concordo plenamente, quando comecei a me interessar em aprender o Hangul, minha irmã começou a baixar musicas e queria aprender a cantar pela letra romanizada, mas vi que se nos acostumássemos a ler a as palavras romanizadas, tudo ficaria mais dificil. Pois ao tentar visualizar como escrever as palavras em coreano, você teria que ter outro trabalho, tentando montar a palavra na versão romanizada, pra tentar montar as palavras em coreano. Aí é que mora o perigo da frustração. Então não nos prendemos a romanização.
    Ótimas dicas Ju! Aprendo muito com você! Bjux

  3. A romanização é um problema enfrentado por estudantes de japonês e, imagino, que os de chinês, também. Eu já não uso a romanização do japonês, mas estou tendo problemas com o aprendizado do hangul, pois há pronúncias muito diferentes do meu “universo” de pronúncias. Vou tentar melhorar com músicas, no entanto.

  4. O meu problema é que não sei usar o hangul quando é pra fazer vamos se dizer uma “sílaba” de uma palavra coreana, não sei onde pôr o “b”, “g” etc, só tenho uma noção delas separadamente.
    Amo a sua coluna, e é por colunas como a sua que o meu interesse pela Córeia está aumentando cada vez mais. Beijos. 🙂

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.