As Coreias e o Comando das Nações Unidas (UNC), liderado pelos Estados Unidos, concluíram seu trabalho de dois dias para verificar o desarmamento da Área de Segurança Conjunta (JSA) na Zona Desmilitarizada (DMZ), disse o Ministério da Defesa sul-coreano.

Eles realizaram o trabalho de verificação conjunta na semana passada, após 20 dias de operações de remoção de minas terrestres e a retirada de postos militares, tropas e armas.

“Através do trabalho de verificação conjunta, os três lados diretamente confirmaram e avaliaram de que as etapas do desarmamento mútuo foram fielmente realizadas em todas as áreas da JSA”, disse o ministério em um comunicado à imprensa. “Afirmamos que as etapas do desarmamento ocorreram com sucesso pela primeira vez desde que a JSA foi criada em 1953”, acrescentou.

 

As Coreias decidiram desarmar a Área de Segurança Conjunta a partir de um acordo militar assinado pelos chefes de defesa de seus países durante a terceira cúpula inter-coreana, realizada entre o presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un, em Pyongyang, no mês passado. O UNC supervisiona as atividades dentro da Zona Desmilitarizada.

Reunião entre as autoridades militares coreanas e do Comando das Nações Unidas. Imagem: Yonhap News.
Reunião entre as autoridades militares coreanas e do Comando das Nações Unidas. Imagem: Yonhap News.

O desarmamento da JSA é uma parte fundamental do acordo que visa reduzir as tensões e evitar conflitos acidentais.

A partir do acordo, a Coreia do Norte removeu cinco postos militares dentro da JSA, enquanto quatro postos sul-coreanos foram removidos.

Durante as operações de desminagem da JSA, o Norte desfez-se de cinco minas terrestres, enquanto o Sul não descobriu nenhuma.

Após o trabalho de verificação, as duas Coreias e o UNC realizarão consultas adicionais sobre um conjunto de procedimentos para abrir novos postos militares para a gestão da JSA desarmada e também reajustar o equipamento de vigilância.

Uma vez que o desarmamento e procedimentos relacionados estejam completos este ano, os coreanos e turistas estrangeiros poderão atravessar a linha de demarcação militar das 9h às 17h. O Sul e o Norte vão cada um estacionar uma patrulha de 35 soldados desarmados na região.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.