O Koreapost termina hoje a série de reportagens sobre os grupos finalistas do KDT. Durante semana apresentaremos ainda cantores e dançarinos solo. O Koreapost esclarece que todos os finalistas foram contatados e convidados à participar desta série, porém nem todos responderam ao convite em tempo hábil.

Hoje conheceremos o último grupo da série, que dispensa maiores apresentações pois tem muita fama e é um dos mais queridos pelo público –  DREAM RACER.

003

O Dream Racer existe desde Junho de 2012. No início os 5 integrantes originais eram Lucas Olly, Cleber, Rick, Alê e Wendrey, que já faziam parte de um grupo cover. Eles decidiram sair desse grupo e formar outro, pois tinham suas próprias ideias e uma maior identificação entre eles. Queriam dançar as músicas que gostavam e buscar sua própria identidade.

Desde então, a formação do grupo mudou algumas vezes com saídas, retornos e adição de integrantes, chegando à formação atual que tem se apresentando nos eventos mais recentes. Não há um critério específico para selecionar os integrantes para o grupo, mas eles, particularmente, são contra fazer audição.

Gostam de conhecer possíveis candidatos, observar como eles dançam, se são pessoas que agregariam ao grupo de alguma forma e se houver identificação com o grupo, eles chamam a pessoa pra fazer parte.

007Atualmente o grupo tem 7 integrantes ativos:

Alecsander
Alê

Alecsander Ribeiro (Alê) – 21 anos, Estudante e Estagiário na área de Educação Física. Suas maiores inspirações no K-POP são Infinite, Highlight (Beast) e Girls Generation.

Cleber
Cleber

Cleber Candido (Cleber) – 25 anos, Ator, dançarino e estudante de Direito. Seu maior sonho é trabalhar com atuação e teatro musical. Mas na área do Direito gostaria de trabalhar na Área Criminal. É o líder do grupo. HyunA, SE7EN, Jay Park, Jackson (GOT7) e Jooheon (MONSTA X) são os seus maiores ídolos no K-POP. Mas também é muito fã dos grupos BTOB e KARD.

Freddy
Freddy

Freddy Teruya (Freddy) – 18 anos, Dançarino e Estudante de Biologia. No futuro gostaria de ser um excepcional biólogo. É o integrante que está a menos tempo no grupo. Se inspira em vários grupos devido a sua formação. Ele acha que cada grupo tem um ponto chave no qual se inspira além disso todos tiveram lutas  e desafios diferentes para estarem no sucesso, então ele pega um pouco de cada um.

Jonata
Jon

Jonata Oliveira (Jon) – 21 anos, Designer e Ilustrador. Gostaria de ilustrar livros no futuro, e que as pessoas pudessem apreciar suas artes e ser reconhecido por isso. É fã de BTS, 2NE1 e BlackPink.

Lucas
Olly

Lucas Olly (Olly) – 23 anos, Bailarino. No futuro pretende fazer musicais fora do país e abrir uma escola de artes. Sua maior inspiração é a Britney Spears. Mas no K-POP é fã de DBSK, JYJ, Sistar, MYNAME e BAP.

Rick
Rick

Ricardo Lopes (Rick) – 27 anos, Estudante de Letras-Inglês. Pretende trabalhar como professor. Grupos favoritos: f(x), Nine Muses e MONSTA X.

Teddy
Teddy

Teddy Shigueyama (Teddy) – 17 anos. Cantor e estudante do ensino médio. No futuro se vê fazendo apresentações em grandes palcos e treina muito pra isso. Seus grupos favoritos no K-POP são: BTS, MONSTA X, GOT7 e KARD.

008

Abaixo os meninos contam um pouco de sua “vida de cover”:

“Para conciliar a rotina com a vida de cover, é necessário ter dedicação e principalmente vontade, pois não é fácil, os ensaios são puxados e geralmente ensaiamos com fome, sono, e sem dinheiro. Entretanto para aquilo que realmente queremos, arranjamos tempo, mesmo com as obrigações do dia a dia. Os ensaios são geralmente aos domingos, mas dependendo da correria para terminar as coreografias marcamos ensaios durante a semana com os integrantes que podem.

Há famílias que apoiam e outras que não. Algumas famílias apoiam desde o início e até vão nos eventos nos assistir, outras tiveram que se adaptar e foram apoiando conforme o tempo. Outras ainda não apoiam. Fazer esse trabalho de cover exige muita dedicação, inclusive exigindo que você ás vezes abra mão de algumas coisas na vida para fazer isso. E estar com a família nos finais de semana ou em datas comemorativas é uma delas, por isso muitas famílias não apoiam até hoje, por mais que o grupo já tenha 5 anos de estrada.

009

Quanto às músicas que vamos dançar, geralmente, entramos em um consenso. Algumas vezes dançamos o que queremos dançar e o que no geral agrade a todos. Outras vezes dançamos aquilo que achamos que será bom para um determinado evento. Os figurinos são de acordo com a música e o conceito escolhido. Procuramos quase sempre participar de todos os eventos.

Na maioria das vezes adaptamos os figurinos que mais se aproximam do conceito original dos Idols. Se essas peças forem possíveis de serem compradas em lojas, compramos. Se não, mandamos fazer em costureiras. Procuramos fazer algo que caiba no nosso orçamento, mas geralmente sai tudo muito caro, independentemente de ser feito em costureira ou comprado em lojas.

O grupo que inspirou nosso nome foi o 4minute. Dream Racer é o nome de uma música delas. Mas cada integrante tem sua própria inspiração e grupos favoritos, entre eles estão: Sistar, BTS, MONSTA X, Infinite, Girls Generation, GOT7, Nine Muses, etc.

A principal dificuldade enfrentada por covers, na nossa opinião, é conseguir ensaiar. Muitas vezes não temos local para ensaiar e alugar salas de dança para ensaio sai muito caro. Geralmente os grupos covers se aglomeram no Centro Cultural de São Paulo.

001

Mas com o crescimento do número de grupos está quase impossível achar um espacinho para ensaiar lá aos finais de semana, pois é tudo muito lotado e disputado.

O nível dos concursos no Brasil está aumentando bastante e apresentam grandes melhorias em relação ao que era antes. A galera que começou em 2010/2011 sabe o que é não ter onde se apresentar ou ter concursos com organização duvidosa.

Porém, atualmente o que poderia melhorar nesses eventos é o tratamento dado aos grupos covers. Algumas vezes parece que estão nos fazendo algum tipo de favor, em nos deixar se apresentar em seus eventos, em conceder os espaços pra mostrar nosso trabalho e não nos tratam com muito respeito e educação.

Quando é evento que é exclusivamente para apresentação de covers, o público vai para assistir as atrações principais: os covers. Então merecemos ser tratados com o mínimo de respeito e educação. Se não tiver cover, não tem evento. Não são todos que nos tratam assim, claro. Mas é só uma dica para alguns.

O grupo tem algumas conquistas das quais nos orgulhamos bastante. Nosso primeiro prêmio foi um segundo lugar no Dream Concert 2012. Os outros mais marcantes são:

1° lugar no K-pop Cover Challenge 2014
1° lugar no K-pop Dance Tournament 2016
2° lugar no Quem Sabe Dança do Programa Raul Gil

O Dream Racer no Programa Raul Gil.
O Dream Racer no Programa Raul Gil.

O maior sonho do grupo é viajar pra Coreia em conjunto e ter contato com nossos maiores ídolos. Amamos o que fazemos e em meio a todas as dificuldades que já enfrentamos ao longo desses 5 anos, nunca pensamos em desistir de fazer cover.

Tudo devido ao amor a música e a cultura coreana. O conselho que temos a dar é que nunca desistam dos seus sonhos, por mais impossíveis que eles pareçam. Tenham é naquilo que acreditam e não deixem ninguém dizer o que vocês devem fazer. Da sua vida, só você quem sabe!”

Texto provido pelo grupo, mediante algumas perguntas enviadas pelo Koreapost.

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.