De acordo com recente pesquisa, mais da metade dos fazendeiros sul-coreanos acreditam que a indústria agrícola do país irá melhorar com o início da cooperação norte-coreana.

O Instituto Econômico Rural da Coreia (KREI) entrevistou 1,379 fazendeiros sobre sua opinião em relação as ligações econômicas inter-coreanas e constatou que 66,3% antecipam melhorias no setor agrícola da Coreia do Sul com a cooperação. Outros 23,6% dizem que os efeitos da cooperação ficarão na média, enquanto 10,1% responderam que as condições irão piorar.

Foto: Yonhap
Foto: Yonhap

Quando perguntados se a cooperação agrícola era necessária em projetos inter-coreanos, 75,5% disseram sim, em comparação aos 18,1% que responderam não.

Ao nomear três principais projetos de cooperação, a escolha número um foi a silvicultura, seguida de esforços conjuntos no desenvolvimento de suprimentos agrícolas, como fertilizantes e pesticidas, intercâmbio de pessoal e especialistas.

Sugestões e propostas incluíam o trabalho conjunto em vez de ajuda unilateral ao Norte. Projetos destinando melhorias, como a auto-sustentação do que apenas fornecimento de assistência gratuita, gerando compartilhamento mútuo de informações e conhecimentos.

Alguns recomendaram que o governo comprasse o excesso de produção de produtos agrícolas sul-coreanos e os enviasse para a Coreia do Norte, assim como a substituição de funcionários estrangeiros nas fazendas por norte-coreanos, informa o KREI.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.