Por uma grande coincidência, o dia do meu aniversário caiu no mesmo dia da minha coluna aqui no Koreapost. Fiquei um bom tempo pensando em algum assunto para escrever, mas só conseguia pensar que hoje faço 42 anos. Puxa vida, 42 anos! Nasci em 23 de março de 1974, ou seja, um legítimo representante do signo de tigre no horóscopo chinês e um ariano típico com todos os seus defeitos (sim, sou chato, impaciente e competitivo demais, ou seja, um pé no saco) e virtudes (sim, sou espontâneo, cheio de energia e gosto de lutar pelos meus sonhos).

Sentado aqui no computador, pensei também em todos os aniversários que celebrei na vida. Não me lembro de algum que tenha sido marcante, pois geralmente aqueles que ficam na memória são os da infância, não? Cheguei à conclusão que além dos coreanos não darem tanto valor à comemoração de aniversários quanto os brasileiros, tinha o fato de que meus pais estavam mais ocupados em sobreviver em terras desconhecidas do que para lembrar de preparar aniversários e comemorações de datas festivas. Não os culpo por isso, porque sei que dentro do coração gostariam de ter o dinheiro e tempo para sempre dar o melhor para mim e o meu irmão.

Depois de muito esforço, lembrei de duas festas de aniversário! A primeira deve ter sido em 1982 ou 1983, logo após chegar ao Brasil. Lembrei de que tinha uma foto guardada em algum lugar e para a minha tristeza, mesmo depois de uma hora procurando não consegui achar. Mas consigo lembrar da cena, da mesa preparada pela minha mãe no restaurante da família com muito esforço mesmo em tempos difíceis e o que me faz olhar para trás e ficar mais agradecido ainda. Lembro que nessa foto estava amigos queridos como o Alfredo, o Luís, o Ruy e o Manoel, gente que não vejo há muito tempo.

A segunda festa que lembro deve ter ocorrido durante a primeira ou segunda série do colegial lá pelo início dos anos 90, lembro de estar reunido em casa num almoço junto com o Edmílson, o André, o Flávio, a Arika, o Marcos, a Andreia, o Adriano. Será que tinha mais alguém? Caramba, também não os vejo há séculos! Penso que não é possível que eu não me lembre de mais comemorações de aniversário. No entanto, o engraçado é que lembro de todas as festas de aniversário dos meus filhos, um por um. Claro, deve ser porque eu as organizei pessoalmente, mas também porque chega uma hora em que a felicidade deles é muito mais importante que a sua felicidade. Ou, a felicidade deles é a sua própria felicidade! Acho que quem já é pai ou mãe vai me entender…

Mas enfim, chega de pensar no passado. Acho que o grande barato de fazer aniversários é ter tempo para agradecer a Deus pela concessão de mais um ano de saúde e principalmente, olhar para o futuro e pensar no que desejo para o meu próximo ano de vida. Nem sei se teremos bolo em casa, mas caso tenhamos, ao apagar as velas já sei o que vou desejar. Quero ter ainda mais saúde para estar junto à minha família e aos meus amigos. Quero ter muita inspiração para escrever mais um ano no Koreapost. Quero continuar lutando pelas causas em que acredito, que são muitas!

E olhando mais para o futuro, se não for demais ainda quero ter muitos aniversários pela frente para chegar no dia em que olharei para trás e terei orgulho de todas as decisões que tomei na vida e para estar cercado dos muitos amigos que ainda farei. Meu avô está com 95 anos agora e cheio de saúde para dar e vender, espero chegar lá também! Acho que estaria ótimo e de bom tamanho, né? 😉

 

PS. Na Coreia, dia de aniversário é dia de comer 미역국 (miyeokguk, ou sopa de alga marinha). Já fiquei com fome só de pensar nisso! E lembrei que na Coreia eu tenho 43 anos! Ainda bem que vivo no Brasil e assim posso dizer que tenho “apenas” 42 anos…


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns Bruno! Não costumo comentar nos seus posts, mas sempre os leio, portanto, hj deve ser um dia bom pra fazer isso 🙂 gosto do modo fluido que escreve, não importa o assunto; sempre me divirto lendo! Continue escrevendo por um bom tempo!

  2. Parabéns pelo seu dia especial. Aproveite cada minuto, o dia do aniversário passa muito rápido! Tudo do bom e do melhor, para você e sua família.

  3. Bruno Kim, comecei a ler sua coluna essa semana (já li quase todas), e já sinto um grande carinho por você.
    Então nesse dia tão especial desejo tudo de muito maravilhoso para você. Que bons momentos e grandes realizações sejam conquistadas.
    Abraço cheio de boas energias, que Deus o abençoe.
    Att.
    Allana.

  4. Feliz Aniversário Bruno!
    Seus posts são maravilhosos, sempre com muita energia positiva para passar aos leitores, e ótimas histórias.
    Espero que você continue escrevendo nas colunas do KoreaPost por muito tempo!
    Enfim, Parabéns pelos 42 anos, ou 43 rs..

  5. Sua coluna é excelente! Leitura super agradável que faz o tempo parar e deixa aquele gostinho de quero mais.
    Feliz aniversário, que seus objetivos sejam todos alcançados e que sua vida seja repleta de saúde, paz, amor e muitas alegrias!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.