Kingdom | Hangul: 킹덤
Ano: 2019 | Episódios: 6 (1ª temporada) | Emissora: Produção Original Netflix

Durante o período da Dinastia Joseon (1392-1897), a nação está à beira de uma tragédia após o Rei contrair uma doença muito grave e este tornar-se uma criatura sedenta por carne humana. Para impedir que o príncipe-herdeiro Lee Chang (JiHoon Ju) assuma o trono, a Rainha Cho (Kim Hyejun) tenta omitir a notícia do povo e dos demais nobres e governantes até o eventual nascimento de seu filho.

Na tentativa de reconquistar seu posto e fugindo de acusações de traição, Chang parte em busca do médico que cuidou de seu pai, mas acaba descobrindo que uma infestação de uma doença que transforma as pessoas em mortos vivos está crescendo desenfreadamente no interior do país.

Dirigida por um dos maiores diretores da Coreia do Sul, Kim Seung-hun, em parceria com a roteirista prestigiada Kim Eun-hee, a produção não poderia contar com um elenco de menor importância, por isso, vamos aos personagens:

Príncipe Herdeiro Lee Chang (Ju Jihoon)

Filho bastardo de um rei à beira da morte por conta de uma doença misteriosa, Chang precisa lidar com as maquinações dos nobres e da rainha má (esse podia mesmo ser o nome dela, porque olha…), que almejam tirar-lhe o direito ao trono. É uma pessoa de caráter indiscutível, de coração puro e que mesmo com a criação em berço de ouro, pensa no próximo. Isso faz com que ele seja um verdadeiro guerreiro e ninguém melhor que ele com toda a sua coragem e honra em jogo, para sair em uma missão suicida que pode custar não só a sua vida, mas de todo o seu povo. O personagem dele cresce tanto durante a trama, que não tem como você não ficar ansioso pelo próximo passo dele e bravo com todo o mal que desejam a ele por suas costas.

Seo Bi (Bae Doona)

(vulga dona da minha vida, assistam Sense8)

Uma jovem médica da província de Jiyulheon, que está enfrentando uma grande crise econômica com a falta de recursos para os mais pobres terem tratamento de saúde adequado ou até mesmo comerem. Ela é sábia no uso da medicina fitoterápica (a medicina por plantas) e de bom coração. Essa na verdade é toda a chave para o decorrer da história, que traz a grande crítica social e histórica. Ela busca uma flor conhecida através de uma lenda, mas que se conseguir ser colhida, pode salvar a vida de todos de seu vilarejo.

Bae Doona não podia vir com um personagem qualquer né amores? Apesar da imagem de mulher frágil, é um dos personagens mais sagaz e corajoso que a série tem.

Ministro Jo Hack Jo (Ryu Seung Ryon)

O Ministro deveria ser o braço direito do rei, a quem os nobres deveriam confiar e respeitar, sempre tomando as melhores decisões para seu povo. Mas ao invés disso, está junto com a jovem rainha, que no caso é sua filha, articulando toda a maldade e traição ao rei, e escondendo a verdade sobre a doença dele, para que ela possa ter tempo de assumir o trono e se tornar a rainha consolidada, já que carrega o filho e príncipe herdeiro na barriga. Qualquer semelhança deste ser, a corja real e a atualidade, não é mera coincidência.

Moo Young (Kim SangHo)

O Guarda Real do príncipe herdeiro, aquele famoso personagem honrado, braço direito, que criou o príncipe, que cuidou dele quando a família inteira o julgava por ele ser filho bastardo (inclusive a mãe dele, minha nossa senhora, mais uma do time das cobras), que ensinou tudo que o príncipe sabe, que protege mais a ele do que a si mesmo. Até eu queria ter um guarda parceiro desses, que é pau pra toda obra, que briga, que luta, que é incrível! É o básico do personagem que eu posso falar para vocês, vocês se surpreenderão muito com toda a garra e segurança que ele transmite.

Rainha Cho (Kim HyeJun)

Assumindo o trono figurativamente desde a morte da esposa do rei, a verdadeira rainha, ela é a noiva pretendente do príncipe herdeiro, e por isso é tratada como o xodó do reino, a intocável, mas na realidade mal sabem tudo que ela é capaz para ter o poder.

Além desses, personagens de apoio serão muito importantes durante todo o decorrer da história, e quando você menos imaginar, portanto, prestem atenção em tudo e todos!!!

As críticas dizem que a história serve como um plano de fundo para explorar o jogo político, se tratando de uma história que acontece na época das guerras entre Coreia e Japão. O protagonista com sua impiedosa Família Real e seus aliados são capazes de tudo para se manterem no poder; e também a jornada de Chang para crescer além da nobreza.

Diferente de histórias em que o tema de zumbi é visto como o fim da sociedade, aqui apenas reforça as estruturas sociais e hierarquias que existem, criando um distanciamento ainda maior entre a realeza, segura nas capitais e lidando com seus próprios assuntos, e os pobres, morrendo aos milhares em cada ataque ou sofrendo com a fome – por negligência dos governantes ou isolamento causado pelo avanço zumbi – ao ponto do canibalismo tornar-se uma opção válida.

Confesso que não gosto muito de coisas de terror, e mesmo assim foi uma história que me prendeu muito – maratonei os 6 episódios em um único dia! (Viva as férias! Rsrs).

Por mais que nós estejamos acostumados com esse tipo de série chamando de “Drama”, esta na verdade é tratada como uma série mesmo, como as ocidentais da Netflix, acredito que até mesmo por isso foi escolhido que tivesse a divisão da história em temporadas, para tentar esse formato com as tramas asiáticas.

Dá uma olhada nos traillers que a Netflix fez para dar um gostinho do que se pode esperar:

Felizmente, a Netflix já confirmou a 2ª temporada, e para sair ainda em 2019, amém! Porque a quantidade de pontas soltas que ficaram até o último segundo do último episódio da 1ª temporada, te faz ficar semanas arrancando os cabelos e teorizando a continuação.

Vamos aguardar e torcer para que tudo seja explicado e finalizado muito em breve! QUEREMOS RESPOSTAS NETFLIX!!!!

Até o próximo dorama amigos! Prometo não demorar tanto mais para voltar aqui.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.