Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.

O número de turistas que visitaram Seul em 2016 excedeu 13,5 milhões. É a maior taxa de turismo já vista, e conta com um aumento de 18,8 por cento comparado com 11,42 milhões de turistas de 2014 e 30,3 por cento dos 10,41 milhões de 2015. Baseado nessas conquistas, o Governo Metropolitano de Seul planeja atrair mais de 17 milhões de turistas estrangeiros para a cidade e, consequentemente, assegurar 606.000 empregos em indústrias relacionadas ao turismo.

Vista do Rio Han. Via: Seoul Metropolitan Government
Vista do Rio Han. Via: Seoul Metropolitan Government

Seul, que é a cidade mais visitada do país, responsável por 78,7 por cento do total de turistas, agora anunciou cinco projetos para 2017:

1) Promover as Olímpiadas de Inverno de Pyeongchang e atrair visitantes para Seul;

2) Realizar marketing específico para cada mercado alvo;

3) Fornecer modelos de turismos acessíveis;

4) Assegurar uma infraestrutura de turismo para receber 20 milhões de turistas;

5) Estabelecer a Fundação de Apoio ao Turismo de Seul.

Em uma primeira fase, Seul está liderando o “boom” das Olímpiadas de Inverno de Pyeongchang, um evento global enorme. A cidade anfitriã dos jogos olímpicos é Pyeongchang, mas o Governo de Seul planeja atrair turistas que visitarem Pyeongchang para Seul ao promover atrações da capital.

Fonte:  Site Oficial das Olimpiadas.
Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.

Após a cerimônia de abertura de contagem regressiva para a Olímpiada celebrada no dia 8 de fevereiro de 2017, no Seoul Square, uma pequena instalação será feita e eventos de esportes de inverno, assim como shows de Korean Wave, serão promovidos. A cidade também planeja lançar um “passe de turista especial” (de 3 e 5 dias) em outubro de 2017, que permite trânsito entre as principais atrações turísticas de Seul e Pyeongchang, incluindo o Museu do Palácio Nacional da Coreia, a Torre de Seul, o Rancho de Cabras Pyeongchang e os Jogos Olímpicos. Durante as Olímpiadas de Inverno, também ocorrerá um evento de desconto de 20 por cento para o passe de passeios turísticos (atualmente chamado de “Discover Seoul Pass”), que permite visitantes de Seul passagem por 16 das grandes atrações turísticas da capital.

Em seguida, o governo de Seul irá investir em várias atividades de marketing turístico para grandes mercados turísticos estrangeiros e emergentes. Logo, ocorrerá um investimento no total de 16,2 milhões de wons em marketing para mercados estrangeiros incluindo online e off-line marketing.

No caso de turistas chineses, que somam 46,8 por cento dos turistas de Seul, o governo irá concentrar suas ações em turistas chineses individuais, chamados de “Sanker” (59,1 por cento de todos os turistas chineses). Seul vai aumentar a proporção de marketing voltado para turistas individuais chineses.

Além disso, em cooperação com associações de turismo japonesas e grandes agências de turismo, Seul vai desenvolver produtos de viagem para novas atrações turísticas como o “Seoullo 7017” e “Seoul City Hall” para continuar atraindo japoneses, que apresentam altos índices de retorno, e também planeja promover produtos “Fam Tour” ligados a Seul e Pyeongchang. Seul também vai expandir o escopo de atividades de marketing turístico para o Oriente Médio, Europa e América para melhorar a estrutura de mercado já muito concentrada na China e Japão.

Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.
Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.

Ademais, o “Seoul International Fair & Sustainable Tourism Forum” ocorreu junto ao UNWTO (Organização Mundial de Turismo ligada a Nações Unidas) em setembro de 2016. Conforme algumas áreas residenciais se tornam atrações turísticas, a cidade vai trabalhar para prevenir que ocorra a “Touristification” (turismo mais gentrificação), um fenômeno no qual residentes locais sofrem danos e são forçados a se mudarem para outras regiões, e planeja criar um modelo acessível de turismo em Seul criando uma estrutura cíclica virtuosa na qual aos lucros do aumento de turistas retorne para os residentes.

A cidade vai criar uma fundação de cidades que recebam 20 milhões de turistas. Além disso, a “Seoul Tourism Promotion Foundation” vai ser lançada. Isso vai permitir reforçar políticas como fornecimento de informações turísticas sem barreiras, para garantir direitos universais para experiências turísticas para pessoas com menos oportunidades, como pessoas com deficiências.

Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.
Fonte: Site Oficial das Olimpiadas.

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.