O presidente dos EUA, Donald Trump, expressou esperança nesta terça-feira, em uma conversa por telefone com o presidente Moon Jae-in, de que a Coreia do Sul possa fornecer suporte a equipamentos médicos, informou a sede do governo coreano – Cheong Wa Dae.


Moon respondeu que seu governo forneceria o “apoio máximo disponível”, em conversa dos líderes sobre a cooperação bilateral na luta contra a nova pandemia de coronavírus.

Moon apontou que pode precisar da aprovação da Food and Drug Administration (órgão regulatório e ambiental dos Estados Unidos) pode ser necessária. Em resposta, Trump disse que tomará medidas imediatas para que isso “aconteça ainda hoje“, disse Kang Min-seok, porta-voz da Cheong Wa Dae.

Trump mostrou interesse na tendência de queda nu número de infectados na Coreia do Sul e disse que o país está “indo muito bem”, acrescentou.

A Coreia do Sul tem sido amplamente elogiada por sua resposta rápida e eficaz à propagação do vírus, aproveitando seus avançados recursos de teste. No momento, o páios está exportando estes kits de teste para vários países.

Na conversa de 23 minutos, feita em um “pedido urgente” de Trump, Moon disse que o estabelecimento de uma linha de swap de moeda de US$ 60 bilhões entre os dois países no início desta semana foi uma medida “muito oportuna” para ajudar a estabilizar o mercado financeiro internacional.

Realizada dois dias à frente da teleconferência especial do Grupo dos 20, a chamada marcou as primeiras conversas por telefone deste ano, e a 23ª entre os dois líderes.

Em relação à sessão do G-20, Moon enfatizou a importância de seus Estados membros enviarem uma “mensagem unificada” com medidas de quarentena e esforços para sustentar a economia afetada pela pandemia.

Ele também manteve expectativas de discussões aprofundadas sobre maneiras de promover o comércio e proteger as atividades dos empresários de maneira a não afetar as etapas da quarentena.

Trump concordou em falar sobre o assunto na próxima sessão do G-20. Moon e Trump também trocaram opiniões sobre a questão do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, disse Kang, sem dar detalhes.

O vice-secretário de imprensa da Casa Branca, Judd Deere, divulgou um breve comunicado afirmando que os dois líderes discutiram os esforços de seus países para combater a pandemia.

O presidente Trump reiterou seu compromisso de empregar todo o peso do governo dos Estados Unidos e trabalhar com líderes globais para salvar vidas e restaurar o crescimento econômico“, disse ele.

No início do dia, Moon também conversou por telefone com o primeiro-ministro espanhol Pedro Sanchez e o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita, em conexão com o surto do COVID-19 que afetou o mundo inteiro.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.