Para quem está sob a forte pressão da vida agitada da cidade e das responsabilidades de trabalho, ficar longe de tudo pode ser o melhor remédio para o corpo e a alma. No entanto, essa é uma tarefa difícil para muitos moradores urbanos, devido ao custo e à falta de tempo.

Chung So-hyun, um banqueiro de Seul, está entre aqueles que estão procurando lugares para cuidar de seu estado físico e mental para melhorar sua qualidade de vida. Felizmente para Chung e pessoas como ela, um novo tipo de hotel e resort “bem-estar” ganhou popularidade na Coreia do Sul.

“Eu sempre quis ter um estilo de vida pleno e saudável, mas falhei diariamente devido ao meu trabalho”, disse a mulher de 31 anos que visitou recentemente o Park Roche, o primeiro resort de luxo totalmente dedicado ao turismo de bem-estar. “Planejei essas férias de três dias em um spa de bem-estar, pois um feriado poderia ser o momento ideal para melhorar a qualidade da minha vida”.

Os visitantes meditam durante uma aula matinal no Park Roche, o primeiro resort de bem-estar de luxo da Coreia do Sul, localizado em Jeongseon, região montanhosa a cerca de 150 quilômetros a leste de Seul. Foto: Park Roche

O turismo de bem-estar é um conceito relativamente novo para viagens focadas em spas, beleza, ginástica, meditação e outras atividades. Diferente do turismo médico, onde as pessoas viajam para tratamento de uma doença diagnosticada.

A Hyundai Development Co., empresa de construção local, abriu o resort em janeiro de 2018, antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, oferecendo acomodações para os oficiais dos Jogos e desde então, tornou-se um ponto para os viajantes de bem-estar.

“Jeongseon é valorizado há muito tempo por causa de seu isolamento geográfico e cenário de tirar o fôlego”, disse Yoon Mi-sook, gerente geral do Park Roche, localizado no condado de Jeongseon, 150 quilômetros a leste de Seul.

Aulas de ioga no Park Roche. Foto: english.visitmedicalkorea.com

“A maior parte do nosso resort é apenas para adultos, proporcionando algum tempo longe do barulho das crianças”.

O dia no resort de luxo cercado por montanhas começa com aula de meditação ou diferentes tipos de aulas de yoga e em seguida, um buffet de café da manhã repleto de pratos inspirados na culinária local, feitos com ervas e legumes.

Você pode desfrutar de vários serviços de massagem e cuidados com a pele, além de ler livros em coreano e inglês na biblioteca ao lado da sala de spa.

Park Roche também oferece comodidades sofisticadas para os visitantes, como camas otimizadas. Elas medem o tipo de composição corporal dos visitantes e recomenda tipos individuais de cama para a estadia, a um preço médio diário de 300 dólares.

O turismo de bem-estar é um dos segmentos de maior crescimento no setor de turismo global, com a expectativa de crescimento de 639 bilhões (dólares) em 2017 para 919 bilhões (dólares) até 2022, de acordo com o Instituto Global Wellness.

Para atender à crescente demanda, vários resorts e spas de bem-estar de luxo abriram em todo o país para dar algum alívio e serenidade às pessoas estressadas. A Organização de Turismo da Coreia (KTO), agência estatal de promoção de turismo do país, também selecionou 25 resorts e spas de destino como “pontos de férias de bem-estar” em 17 regiões do país.

Visitante se exercita durante aula de ioga aquática no We Hotel, localizado na ilha turística de Jeju. Foto: english.visitmedicalkorea.com

“O turismo de bem-estar é uma das indústrias mais estimadas e lucrativas, podendo revigorar a indústria como um todo”, disse Joo Seong-hee, funcionário da KTO.

“O conteúdo exclusivo do turismo de bem-estar, como ervas e saunas de estilo coreano, diferencia a Coreia do Sul de outros países asiáticos”.

Para aqueles que querem mais do que apenas aulas de spa e ioga, o WE Hotel no sul da ilha resort de Jeju pode ser uma boa opção. O WE Hotel, operado pelo Hospital Jeju Halla, o maior hospital geral da ilha, é considerado um “resort de bem-estar médico”, pois uma equipe de médicos está disponível 24 horas por dia para soluções de bem-estar e antienvelhecimento.

O hotel oferece vários programas de hidro spa e mais de uma dezena de instalações com a água vulcânica da ilha, repleta de depósitos minerais naturais.

Uma piscina de meditação mantém uma temperatura constante de 34-37°C graus, aproximadamente o mesmo que o fluido no útero, para proporcionar conforto psicológico, útil para aliviar a insônia e depressão, de acordo com o hotel.

“Os programas de tratamento de água são essenciais e disponíveis para os visitantes que sofrem de dores musculares e problemas de pele”, disse Lee In-sun, funcionária do WE Hotel. “Temos instalações que fundem o contemporâneo ocidental com as tradições coreanas para dar uma sensação autêntica”.

Vista aérea do WE Hotel, localizado na ilha de Jeju. Foto: agoda.com

Mais de 40% dos visitantes do WE Hotel são estrangeiros, com 30% deles da China, com mulheres entre 30 e 40 anos formando uma grande clientela, observou ela. O hotel afirma que a perspectiva de negócios é brilhante, pois mais pessoas estão interessadas em seu bem-estar e dispostas a gastar dinheiro para si mesmas.

“A definição de bem-estar continua a se expandir à medida que mais pessoas estão compreendendo o conceito”, disse Lee.

“A indústria vai além de apenas uma instalação chique para fornecer uma experiência saudável com elementos de cura”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.