Irene, do Red Velvet, no filme "Double Patty". Fonte: Pan Cinema

Um número crescente de idols do K-pop está assumindo o desafio de aparecer nas telas de cinema, mas suas transições estão tendo que passar por avaliações difíceis.

Em fevereiro, a estreia no cinema de Irene, líder do girlgroup Red Velvet, no filme “Double Patty”, recebeu críticas por sua atuação pouco natural. O filme atraiu 4.450 pessoas no período de sexta a domingo da primeira semana, elevando o total de ingressos para 11.268, segundo dados de bilheteria do Korean Film Council. Mas a estrela, que anteriormente teve um papel principal no drama da web de 2016 “Game Development Girls”, reagiu humildemente, dizendo que “aprendeu muito” com seu primeiro papel no cinema.

Park Jeong-hwa, do grupo EXID, voltou para as telas com “Dragon Inn Part 2: The Night of the Gods”, que foi lançado também em fevereiro. A sequência do filme “Dragon Inn Parte 1: A Cidade da Tristeza”, que chegou às telas no ano passado, novamente a vê no papel principal. O filme é ambientado em um restaurante chinês chamado Dragon Inn, onde solucionadores de problemas se reúnem para derrotar vilões.

A primeira parte acumulou apenas 3.038 vendas de ingressos, enquanto a segunda  acumulou cerca de 1.700 até agora. A cantora que se tornou atriz expressou arrependimento sobre sua própria atuação, dizendo que “há tantas coisas pelas quais me arrependo. Embora eu coloque muito esforço nisso, não estou satisfeita com o que é mostrado.”

Idols De K-Pop Sofrem Dificuldades Ao Adentrar A Indústria Cinematográfica
Park jeong-hwa no still do teaser de “dragon inn part 2: the night of the gods”. Fonte: 2020 cimaff

O líder do Rainbow, Kim Jae-kyung, e Kim Dong-jun, um membro do antigo boygroup ZE: A, estrelaram o drama “A Way Station“, que chegou aos cinemas em 18 de fevereiro. O enredo abrangente envolve um romance entre um homem chamado Seung-hyun, que perde a memória devido à doença de Alzheimer, e sua namorada Ji-ah. Menos de 1.000 ingressos foram vendidos na segunda-feira de estreia.

Idols De K-Pop Sofrem Dificuldades Ao Adentrar A Indústria Cinematográfica
Poster de “a way station”. Fonte: dream fact entertainment

O fracasso dos idols em brilhar nas telas de cinema não é apenas atribuído às suas fracas habilidades de atuação. A mudança no cenário da indústria de mídia também está desempenhando um papel, de acordo com funcionários da indústria. Hoje em dia, os espectadores assistem a séries dramáticas por meio de plataformas over-the-top (OTT), independentemente da hora e do lugar. Quando as pessoas assistem a dramas em seus telefones, tablets ou computadores, elas podem, de alguma forma, ignorar erros de atuação ou falhas, contanto que não atrapalhem seriamente a história.

Ao contrário das séries de TV que são capazes de responder ao feedback do espectador conforme são filmadas usando o sistema de “filmagem ao vivo” da Coreia, os filmes são avaliados assim que a produção é concluída. Isso significa que ídolos que se transformaram em atores só poderão mostrar suas habilidades de atuação aprimoradas em projetos futuros.

Se eles não conseguirem participar de mais projetos, não conseguirão se livrar de sua imagem negativa. “A maioria dos ídolos começa a atuar em filmes de baixo orçamento ou independentes porque querem estabelecer sua filmografia do zero e construir a imagem como atores. Suas tentativas são boas, desde que tenham boas habilidades de atuação”, disse um representante de uma produtora, sob a condição de anonimato.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.