O grupo Mamamoo num anúncio do soju Daesun. Foto: MOONBYUL

Um fabricante de soju com sede em Busan afirmou no domingo que havia enviado 24 mil garrafas de soju Daesun [característico da cidade de Busan] no primeiro lote de exportações para o Canadá.

A Daesun Distilling Co. relatou que estaria produzindo mais 24 mil garrafas para o mercado canadense, já que a demanda pelo destilado coreano cresce por lá.

Os produtos são os mesmos do mercado interno sul-coreano em teor alcoólico (16,9%) e tamanho da garrafa (360ml).

O Canadá é o primeiro país da América do Norte a importar formalmente soju Daesun. A Daesun relatou que exportaria soju para os Estados Unidos a partir do segundo semestre deste ano.

Garrafas de soju com sabor de frutas (Foto: The Korea Times)

A Daesun já possui uma ampla rede de vendas no exterior, abrangendo China, Japão, Austrália, Vietnã e Camboja. A Indonésia e a Malásia serão adicionadas a partir do segundo semestre deste ano.

Outro fabricante de soju, Muhak, começou a exportar seu Good Day Soju a partir de 2010 e possui 40 países importadores, incluindo China e Vietnã.

Anúncios de Soju com o cantor PSY que tornou a Coreia mais conhecida do ocidente. Foto: Chamisul

A Hite Jinro, a maior fabricante de soju, exportou soju no valor de US$ 53,84 milhões no ano passado, um aumento de 12,5% em relação a 2017. Recentemente, abriu escritórios no Vietnã e nas Filipinas.

“O gosto puro e neutro de soju é algo que muitos estrangeiros adoram desfrutar repetidamente”, disse um integrante da indústria.

“O fenômeno hallyu certamente deu um impulso à demanda estrangeira por comida e bebida coreanas. E os fabricantes de soju estão tentando lucrar com a tendência.”


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.