Musical Jekyll & Hide

Musicais de sucesso irão ao palco nos próximos meses para atrair fãs aos auditórios, que estão meio vazios há meses, devido às medidas contra o Covid-19.

A produção original francesa do musical “Notre Dame de Paris” começará sua temporada sul-coreana em 10 de novembro, no Blue Square Interpark Hall, no centro de Seul.

É o primeiro show produzido pela equipe original francesa na Coreia do Sul desde 2015.

Seu elenco e equipe franceses passarão por uma auto-quarentena obrigatória de duas semanas no final deste mês, antes de encenar o musical baseado no romance de mesmo nome escrito por Victor Hugo.

Eles vão apresentar a nova versão 2018 do show, comemorando seu 20º aniversário, com figurinos atualizados, coreografia e luzes.

Desde sua estreia global em 1998, o show atraiu 15 milhões de espectadores de teatro de 23 países.

Ao mesmo tempo, a produção internacional do vencedor do Tony Award “Cats” estendeu sua exibição em Seul por um mês, até dezembro, esgotado, devido à sua popularidade.

O musical do West End seria originalmente encenado de 9 de setembro a 8 de novembro, no Charlotte Theatre, no leste de Seul, a primeira apresentação com elenco original na Coreia do Sul em cinco anos.

Imagem do elenco do musical “Conde de Monte Cristo”. Fonte: The Korea Bizwire

O Conde de Monte Cristo”, uma adaptação coreana do musical da Broadway baseado no romance homônimo de Alexandre Dumas, de 1844, também irá ao palco a partir de 17 de novembro no LG Art Center, no sul de Seul.

As estrelas do teatro Um Ki-joon, Shin Sung-rok e Ock Joo-hyun irão estrelar o musical considerado como um dos musicais mais populares do país, desde sua estreia, na Coreia do Sul em 2010.

Estreando em 18 de dezembro, “Man of La Mancha”, uma história do cavaleiro louco Don Quixote, será um dos programas mais esperados da temporada de inverno graças ao seu ator principal Cho Seung-woo.

Cho é uma das estrelas mais lucrativas da cena musical sul-coreana, estrelando uma série de apresentações de sucesso como “Jekyll & Hyde”.

Os organizadores esperam que os próximos shows ajudem os teatros musicais a ficarem cheios de fãs, coincidindo com as medidas de distanciamento social atenuadas nesta semana.

As produções locais reduziram a capacidade de assentos nos shows ou cancelaram suas programações durante a alta temporada de verão devido às restrições antivírus mais rígidas impostas em meados de agosto.

De acordo com o Sistema de Informações da Bilheteria de Artes Cênicas da Coreia (KOPIS), a venda total de ingressos de musicais atingiu 3,4 bilhões de won (US $ 2,96 milhões) de 16 de agosto a setembro. Uma queda de 64% em relação ao mesmo período do ano passado.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.