A edição 2019 da Semana do Artesanato (Craft Week), festival anual de artesanato local da Coreia, foi maior do que nunca.

Inaugurada pelo Ministério da Cultura, Esporte e Turismo em parceria com a Korea Craft & Design Foundation (KCDF), teve duração de 10 dias, nos quais centenas de estúdios, galerias e organizações de arte se reuniram para exibir o trabalho de artistas locais.

Ao contrário do festival inaugural do ano passado, que contou com 158 pontos de Seul e regiões vizinhas, a Semana de Artesanato 2019 foi um evento nacional. Cerca de 360 locais ao redor do país, incluindo Busan, Jeju, entre outros, abriram sua portas para o público, sediando exibições, feiras, palestras e outras atividades interativas, incluindo oficinas de artesanato.

Uma apresentação diversificada de hanbok (roupas tradicionais coreanas), louças, móveis e outros bens valiosos de 26 colecionadores foram o principal evento em Seul este ano. Realizada na Estação Cultural de Seul 284, prédio restaurado da antiga Estação Ferroviária de Seul, o evento também permitiu que visitantes explorassem a arquitetura do prédio de estilo renascentista, já que as coleções foram colocadas em locais diferentes dentro da estação, como o Women’s Waiting Room e o Stationmaster’s Office.

Um porta-joias de Kwak Woo-seup, um dos membros do Conselho de Artesanato da Coreia, exibido na Estação Cultural de Seul 284. Foto: Korea Joongang Daily

Os colecionadores incluem o ex-ministro da Cultura Lee O-young, a especialista em culinária da corte real Han Bok-ryeo e a celebridade americana Mark Tetto, conhecido por seu interesse em porcelanas coreanas e outros artefatos tradicionais.

Uma exibição especial de trabalhos do Conselho de Artesanato da Coreia, que possui a maior concentração de artesãos e artesãs do país, foi realizada na Third Class Waiting Room da Estação Cultural. Aproximadamente 104 artistas contribuíram com seus trabalhos, usando diversos materiais que iam do vidro e argila para o tecido e metal.

Outra grande exposição foi realizada na Galeria KCDF em Insa-dong, um ponto turístico cheio de lojas de antiguidades e casas de chá tradicionais. Intitulada “the praxis” (a práxis), a exibição contou com 100 trabalhos de 25 artistas e teve como foco a discussão sobre “a função do artesanato nas relações sociais.”

Topo: Uma louça tradicional coreana em exposição na Estação Cultural de Seul 284, como parte de uma exposição de objetos premiados de colecionadores durante a Craft Week 2019. Meio: Tecidos por Chung Yong-soon. Abaixo: Chapéus tradicionais masculinos ou “gat” na Galeria da KCDF (Korea Craft & Design Foundation). Foto: Korea Joongang Daily

Clipes da série coreana original da Netflix, “Kingdom”, foram apresentados especialmente ao lado de uma série de chapéus tradicionais masculinos feitos de bambu ou crina de cavalo, criados pelo mestre artesão Park Chang-young e seu filho Park Hyeong-bak.

Apesar da Semana do Artesanato ter acontecido, oficialmente, entre os dias 17 e 26 de maio, algumas exibições ainda estão disponíveis.

A cerimônia de encerramento foi realizada no F1963, em Busan, assim como a feira de artesanato, que no ano passado ocorreu na Estação Cultural de Seul 284, oferecendo aos visitantes uma abundância de artesanatos para ver e comprar.

A organização do evento também aproveitou a oportunidade para dar a Koh Bo-Hyung e Arumjigi o prêmio “Artesanato do Ano” nas categorias Artista e Organização.

A Semana do Artesanato conseguiu atrair um publico ainda maior que o ano passado.
“Esperamos que mais pessoas possam se conectar a essa arte através da Semana do Artesanato”, explicou Rheem Mi-sun, chefe da divisão de artesanato do KCDF. “Continuaremos na busca de mobilizar cada vez mais locais e regiões para participarem do evento.”

Para mais informações, acesse CRAFTWEEK2019 (site em coreano).


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.