O Koreapost iniciou uma série de reportagens sobre os grupos finalistas do KDT. No Especial Vida de Cover vocês irão conhecer um pouco mais destes grupos que nos surpreendem e emocionam a cada evento. Hoje conheceremos Fix2U!

Nosso início ocorreu em Março de 2012 quando um amigo teve ideia de montar um grupo e juntou algumas pessoas para dançar. A partir daí a formação do grupo foi mudando, através de audições ou indicações das próprias integrantes.

005

Atualmente, nós somos 7 integrantes:

Larissa, 23 anos – Formada em Gestão Empresarial, atualmente trabalha e estuda, como foco no futuro quando pretende ganhar muito dinheiro e continuar com as atividades de dança.

Anna, 19 anos – Dançarina. Deseja ser reconhecida pela dança, nacional e internacionalmente e ser uma estilista de sucesso.

Victória, 20 anos – Cursa faculdade de Publicidade.

Thayná, 20 anos – Desenhista, atualmente cursando faculdade de Design Gráfico. Aspirações: Crescer como designer e com o grupo.

Jéssica, 19 anos – Dançarina. Não vê a hora de começar a faculdade para ter reconhecimento profissional e crescer com o grupo.

Maria Luiza (Malu), 17 anos – Dançarina. Também deseja ingressar em breve na faculdade e crescer com o grupo.

Beatriz, 21 anos – Dançarina. Como está concluindo o curso técnico em dança, ela espera entrar em uma companhia de dança e ser reconhecida no meio artístico e no palco.

004

A fim de conciliar a vida normal (estudo, trabalho) com a vida de cover ensaiamos aos finais de semana. Tentamos concluir trabalhos e estudos durante a semana para que estejamos livres para ensaiar. As famílias de modo geral nos apoiam, vão às competições, ajudam nos figurinos, e também ajudam com dinheiro quando necessário.

Geralmente fazemos votação com as ideias de cada integrante para coreografias e figurinos. Procuramos fazer o figurino próximo ao original, mas às vezes optamos por fazer algo que ainda esteja no conceito, porém de uma forma adaptada ao nosso gosto e corpo. Às vezes vamos em costureiras quando é algo mais complicado, mas procuramos sempre economizar ao mesmo tempo que fazemos algo com qualidade. Nos apresentamos quando somos convidadas para eventos e procuramos nunca recusar oportunidades, mesmo que vá apenas parte do grupo.

003

De modo geral, não nos inspiramos em um grupo específico. Cada uma tem suas preferências de conceito, logo seu grupo modelo, então, acaba variando muito.

A maior dificuldade enfrentada hoje em dia por nós é a falta de espaço para ensaio. Com o crescimento do K-pop, mais grupos foram chegando ao Centro Cultural de São Paulo e o espaço ficou pequeno para todos. Mesmo chegando as 9h30 da manhã no sábado, já não há muito espaço. É difícil encontrar outro lugar que seja gratuito e de fácil acesso a todas do grupo, então sempre voltamos ao CCSP.

Untitled

Os concursos de cover atualmente são bons e estão crescendo aos poucos. Porém, poderia melhorar na questão de infraestrutura, como acomodações para os covers, lugar para deixar as mochilas, água, lanche, porque às vezes ficamos o dia todo no local. Mais espaço para o público, que vem crescendo a cada evento, seria bom também!

Consideramos as maiores realizações do grupo, o prêmio de 1º lugar no Kpop Cover Challenge 2016 e competir em programas de TV como o Esquenta da Rede Globo e o Programa Raul Gil do SBT.

É difícil definir nosso maior sonho, mas como todo grupo que quer crescer e ser reconhecido, gostaríamos participar/ganhar um grande um concurso que nos abra a oportunidade de ter contato como nossos idols.

006

Atualmente nos apresentamos com 6 integrantes por causa de um acidente ocorrido durante uma competição no ano passado. A Vic se machucou seriamente e não pôde dançar por um longo período. Mesmo assim, continua com a gente e nós esperamos ansiosamente o comeback dela. Assim que o tratamento terminar e ela puder voltar a dançar, será com grande felicidade que nós nos apresentaremos novamente com todas as integrantes.

Fazer parte de um grupo cover nos agrega muitas coisas, trabalhamos em grupo, nos divertimos e conhecemos várias pessoas. Criamos laços e responsabilidades, além de motivação para melhorar cada vez mais. Não pensamos no Fix2U apenas como um grupo de dança, mas como um grupo de amigas, uma segunda família, sempre apoiando umas às outras mesmo passando por dificuldades, e não deixando o grupo cair nunca!

Texto provido pelo grupo, mediante algumas perguntas enviadas pelo Koreapost.

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito legal essa reportagem.
    Adoro o FIX2U
    Estão de parabéns ,foram muitas conquistas
    Continuem com esse carisma,desejo muito sucesso na vida de voces meninas!!
    Continuem dando show na dança.
    beijos e mais beijos
    Fátima Santos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.