Autora Yun Ko-eun e a capa do seu livro "The Disaster Tourist". Reprodução: Serpents Tail

A escritora Yun Ko-eun, que participou da cerimônia de premiação online da CWA Dagger, com sua tradutora Lizzie Buehler, disse em seu discurso de agradecimento que ficou surpresa em ouvir o seu nome ser chamado, em um momento que “se sentiu sendo levada por um buraco de minhoca para outra dimensão”.

“Estou disposta a mergulhar neste fantástico buraco de minhoca e escrever ainda mais livremente a partir de agora”, acrescentou ela.

Seu romance, “The Disaster Tourist”, traz a personagem Yona, uma coordenadora de programações que trabalha em uma agência de viagens especializada em pacotes de férias destinados a locais devastados por tsunamis e outros desastres naturais. A história se desenrola quando Yona é mandada para um sumidouro (dolina) no deserto, na remota Ilha Mui.

Escritora sul-coreana vence categoria em Premiação do Reino Unido
À esquerda, a versão coreana, e, à direita, a versão traduzida para o inglês, do livro “The Disaster Tourist”.
Reprodução: Korea Net

O livro foi publicado em Inglês no ano passado e recebeu críticas positivas dos leitores de língua inglesa e da mídia estrangeira. Também foi incluído na lista da Revista Time, nos “12 novos livros que você deveria ler em Agosto”, de 2020. Enquanto isso, o The Guradian chamava a produção de “um divertido eco-thriller que se propõe a evidenciar a forma com que as mudanças climáticas estão indissociavelmente ligadas às pressões do capitalismo“.

As CWA Daggers (Adagagas da CWA), celebrando a melhor escrita criminal em 11 categorias, incluindo ficção e não-ficção, tem sido premiada pela CWA desde 1955.

“The Crime Fiction in Translation Dagger” é uma categoria que reconhece excelentes romances criminais que não são escritos originalmente em Inglês. Neste ano, Yun foi a única autora da Ásia entre seis pré-selecionados, entre eles Fredrik Backman (Suécia) e Roxanne Bouchard (Canadá).

You também foi a primeira coreana a ganhar nessa categoria, enquanto que os demais vencedoram eram em sua maioria europeus, como Hannelore Cayre (2020), da França, e Henning Mankell (2018), da Suécia.

Ao felicitar a dupla escritora-tradutora pela vitória, a Ministra da Cultura, Esportes e Turismo, Hwang Hee, disse: “Esse é o resultado da imensa paixão de Yun por seu trabalho e o erforço constante de Buehler em divulgar a literatura coreana para além do continente. Anseio por suas futuras contribuições em compartilhar a literatura coreana com o mundo”.

Escritora sul-coreana vence categoria em Premiação do Reino Unido
Divulgação de Yun Ko-eun como vencedora pelo DWA Dagger, em seu perfil oficial do Twitter
Reprodução: The Crime Writers’ Association/ @The_CWA

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

vinte + 9 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.