Olá leitores do KP, tudo bem com todos?

Galera, seguinte… Hoje quero indicar pra vocês um livro
I-N-C-R-Í-V-E-L! Sabe aquele livro que você devora em poucos dias? Aliás terminei de lê-lo em 5 dias e até hoje  ainda tenho uma sensação de inquietude. Fiquei bastante tocada com a história dessa menina que tem exatamente a minha idade.

Conheci o livro há alguns meses quando fui a uma livraria e vi a sinopse. À principio o que me chamou a atenção foi saber que era uma coreana e depois fiquei ansiosa para acompanhar na íntegra o que era aquela história. Na verdade, só depois de algumas semanas é que percebi que já tinha visto um vídeo onde ela discursa para várias pessoas (que viralizou na Internet).

Para-Poder-Viver

Ficha técnica:

Nome: Para Poder Viver

Editora: Companhia das Letras

Gênero: Autobiografia

Autora: Park Yeon-mi

Nascimento: 4 de outubro de 1993 (22 anos), Hyesan, Coreia do Norte.

O Inicio de Tudo, na Coreia do Norte

Um mês antes do meu nascimento, do outro lado do globo, mas especificamente 04 de outubro de 1993, nascia uma linda menina, uma pequena vida, que aos 14 anos iria viver e passar por tanta coisa, que em vez de fazê-la uma coitada, só a tornou mais forte e madura.

Essa menina se chama Park Yeon-mi, ela nasceu num país bem diferente do nosso, um lugar onde a miséria e a pobreza do povo são tanta, que os que despertam para a verdade, não têm alternativa, a não ser tentar fugir. Durante o seu relato, ela nos mostra a realidade por traz da fachada de país poderoso que o ditador Kim Jong-un (terceiro da geração dos ditadores Kim) tenta passar para os nortes coreanos.

Tudo é muito opressivo. Para terem uma ideia, é proibido assistir mídia estrangeira, pois o próprio ditador faz questão de fazer toda essa parte com muita Propaganda do Governo (que na verdade é uma lavagem cerebral). Na Coreia do Norte, no frio, apenas os mais fortes sobrevivem, alias, não é nada incomum nas ruas ver cadáveres ou crianças desnutridas. O simples pensamento que seja contrário às ordens impostas pelo governo, pode resultar em prisão e nos casos mais graves em execução. Até na capital, apesar das regras serem um pouco “menos” rígidas, qualquer coisa errada que alguém denunciar, pode levar a pessoa ao mesmo fim, dependendo do grau do “crime”.

Apesar disso tudo a família teve seus altos e baixos, mas tiveram um pouco de sorte, pois o pai de Yeonmi tinha acesso ao “mercado negro” (lugar onde os mais pobres conseguem coisas básicas que o governo não fornece). Ele conseguia trazer alguns itens que para nós podem parecer banais, mas que para eles eram artigos de luxo, coisas como livros, dvd’s de filmes Hollywoodianos, roupas e sapatos. E o que era melhor ainda – arroz e outras comidas.

Contudo, a vida estava no limite do insuportável, pois o Governo começou a fechar o cerco ao redor dos que faziam coisas ilegais, e depois de alguns desdobramentos, o pai de Yeonmi é preso e logo depois fica muito doente.

Então surge a oportunidade dela fugir, mas ela impõe a condição de que a mãe fosse com ela e a situação começa a ficar complicada porque justamente nessa ocasião, a irmã mais velha de Yeonmi consegue fugir e por um longo tempo fica desaparecida.

Por fim, elas decidem fugir e conseguem um atravessador para a China, mas o que elas não sabiam era que na verdade aqueles atravessadores eram traficantes de pessoas e que elas estavam sendo vendidas como noivas para a família que desse o lance maior.

P.S.1: No livro ela relata que na China por ter uma grande quantidade de homens, algumas famílias compram noivas, isso mesmo que você leu C-O-M-P-R-A-M mulheres para que se case com seus filhos. Alguns têm deficiências ou passam da idade de se casarem.

P.S.2: Eu precisei me segurar em vários momentos para não chorar, a história tem tantos outros acontecimentos, que apenas você lendo consegue entender. Meu coração fica apertado só de pensar que nesse exato momento, existem várias historias como a dela acontecendo do outro lado do planeta, mas se formos mais fundo nesse mundo obscuro, pode estar acontecendo muito próximo de nós. Percebi também, que devemos dar graças a Deus, por tudo que temos, é meio clichê falar isso, mas sinto que algo mudou em mim, depois desse livro.

Uma Nova Vida na Coreia Do Sul

thediplomat
Foto do vídeo do depoimento deYeonmin que viralizou na Internet.

Após um período de quase 3 anos, elas enfim conseguem chegar à Coreia do Sul, então podemos dizer que nasceram de novo! Mas não pensem que foi fácil assim, apesar do governo dar uma ajuda de custo aos desertores norte-coreanos, tentar deixar o passado para trás, é a lição mais difícil.

Yeonmi teve que começar tudo do zero, inclusive seus estudos, ela estava muito atrás dos tão estudiosos sul-coreanos, no entanto, com muito esforço ela conseguiu entrar na universidade e depois de algum tempo foi convidada para aparecer em alguns programas de TV para contar um pouco da sua história e tentar através deles encontrar sua querida irmã que ainda estava desaparecida.

Hoje em dia, Park Yeon-Mi dá palestras e participa de programas de TV, contando a sua história e batalhando para libertar mais norte-coreanos do regime comunista de Kim Jung-Un.
Hoje em dia, Park Yeon-Mi dá palestras e participa de programas de TV, contando a sua história e batalhando para libertar mais norte-coreanos do regime comunista de Kim Jung-Un.

É também nessa nova fase da vida, que ela descobre que a missão dela é ser uma ativista e ajudar aos seus irmãos norte-coreanos, através de seus discursos com a intensão de trazer ao mundo quanto sofrimento e sacríficos a sua nação passou e ainda passa.

P.S.3: Não preciso nem dizer o quanto estava torcendo para ela conseguir chegar aonde chegou, cada situação, trauma e as dificuldades que ela e a família passaram, me fez pensar e refletir o grande privilégio que tive de nascer aqui. Podemos falar muitas coisas negativas do nosso país, mas nada se compara ao que acontece na Coreia do Norte, a lavagem cerebral é tanta, que Yeonmi tinha a sensação que se pensasse alguma coisa ruim do “Grande Líder” ele poderia ouvir. Por isso, tenho certeza que de tempos em tempos lerei alguns trechos dessa incrível história, só para me lembrar destes pontos.

Considerações Finais

Portanto, digo que se vocês tiverem a oportunidade de ler esse livro, se prepare psicologicamente para ele, pois é uma leitura que te deixa sem ar, com o coração batendo forte e não estranhe se sem querer uma lágrima teimosamente cair em meio à leitura. Eu particularmente gosto de ler histórias reais, pois  me faz acreditar que se aquela pessoa passou por tanta provação e conseguiu, então qual o motivo de também eu não conseguir?

Tirei uma lição muito valiosa disso tudo – que se você tem um objetivo, seja ele qual for, mesmo que ele esteja muito distante, talvez do outro lado da fronteira até, mas você quiser realmente isso, não invente desculpas e vá ao seu encontro.

Até a próxima!!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.