Nascido em 1950, em Hadong, província de Gyeongsang do Sul, Jeong Ho-seung é conhecido por suas coleções de poesia “Seoul’s Jesus” (1982), “Dawn Letter” (1987) e “Stars Are Warm” (1990), entre outras. Seus poemas foram transformados em canções por cantores famosos, incluindo Yang Hee-eun e o falecido Kim Kwang-seok.

As histórias foram traduzidas pelo irmão Anthony de Taizé.*

Lonesome Jar: Poetic Fables” e “Loving” foram ambos escritos em 1998 e têm sido amados desde então. Eles são conhecidos como “contos de fadas para adultos” e foram publicados em inglês pela Seoul Selection.

Poeta Jeong Ho-Seung Fala Sobre Relacionamentos Em Novas Obras
Imagem: ainda sem título em português, o livro está disponível em inglês no site da editora seoul selection (the korea herald)

Lonesome Jar: Poetic Fables” leva animais, plantas e objetos que vemos todos os dias a contar histórias de suas perspectivas, falando sobre as relações humanas e de amor.

Enquanto escrevia esses contos, finalmente consegui descobrir que, em meio à compreensão e ao amor mútuo, estava meu próprio valor existencial e significado”, escreve Jeong no prefácio.

O livro consiste em 20 fábulas, cada uma enviando uma mensagem de esperança. “Lonesome Jar”, a fábula-título que inicia o livro, é sobre um jarro que foi usado como banheiro por seu criador. A jarra se ressente de seu destino, mas anos depois de ser abandonada após a morte do criador, ela é encontrada pelo filho do criador, que agora é um monge. O monge desenterra a jarra e a usa como ressonador abaixo de um sino, ensinando que qualquer pessoa pode realizar seus sonhos se perseverar.

Vivemos todos os dias encontrando muitos objetos diferentes. Encontramos árvores e encontramos o metrô quando andamos nele. Encontramos pedras no chão e quaisquer outros objetos. Senti que esses objetos tinham uma história própria que queriam nos contar ”, disse Jeong ao The Korea Herald.

Poeta Jeong Ho-Seung Fala Sobre Relacionamentos Em Novas Obras
Imagem: livro “loving” do autor jeong ho-seung (the korea herald)

O outro livro, “Loving”, é sobre a jornada de um peixe de bronze sob os sinos de vento de Unjusa, um templo na província de Jeolla do Sul. Ao visitar Unjusa há mais de 20 anos, Jeong viu que um peixe de latão estava faltando e deixou sua imaginação correr solta quanto ao motivo.

Eu queria enviar uma mensagem de que tudo, humanos e objetos, todos vivem pelo poder do amor. Os humanos vivem para o amor, assim como uma árvore ou pássaro vive para o amor, e tento contar isso por meio das histórias ”, disse.

A editora dos livros, Seoul Selection, é especializada em materiais em inglês e oferece traduções de obras coreanas desde 2008. Os dois livros estarão disponíveis no final do ano, nos Estados Unidos.

Poeta Jeong Ho-Seung Fala Sobre Relacionamentos Em Novas Obras

*O irmão Anthony de Taizé é membro de uma ordem monástica composta por homens protestantes, anglicanos e católicos dedicados a espalhar a mensagem de confiança e ressocialização. Em 1994, ele adquiriu a nacionalidade coreana, assumindo o nome coreano An Sonjae, já que Sonjae é a forma coreana de Sudhana, “o pequeno peregrino” das escrituras budistas do Sutra Gandavyuha. Ele atualmente mora em Seul. Desde janeiro de 2011, ele é o presidente da filial coreana da Royal Asian Society e foi recebedor da Ordem do Mérito Cultural de Okgwan em 2008. Em 2015, ele foi nomeado membro da Ordem do Império Britânico por suas contribuições para o avanço das relações entre a Coreia do Sul e o Reino Unido.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.