Chegou a época mais fashion de Seul! A Semana de Moda de Seul apresentou uma primavera/verão 2020 com peças leves e divertidas.

O evento ocorreu no Dongdaemun Design Plaza, projetado por Zaha Hadid, no centro de Seul, de segunda a sábado. Esta edição foi a primeira a ser dirigida pelo novo diretor Jeon Mi-kyeong, ex-editor-chefe da Harper’s Bazaar Coreia. Nos últimos quatro anos, o estilista veterano Jung Ku-ho liderou o evento bianual de moda.

O tema da coleção primavera/verão 2020 da Cahiers’ 2020 foi a Cleópatra. O palco foi desenvolvido com ilustrações de um tempo Egípcio. Foto: Korea Herald

Como nas edições anteriores, esta temporada teve 34 desfiles de Coleção Seul e 20 desfiles da Nova Geração (de novos estilistas), convidando mais de 150 compradores de todo o mundo.

Confira alguns destaques da Seul Fashion Week primavera/verão 2020:

Demoo

Demoo, liderada pelo designer Park Choon-moo, também conhecido como Demi Park, está em seu 31º ano. A marca é conhecida por seus toques de vanguarda, trazendo criações de estrutura arquitetônica e estilo fluido.

O tema desta coleção foi o “Ar”, em homenagem à coleção primavera/verão de 2011 da marca em Nova York. Para criar um clima arejado, os materiais transparentes foram estruturados em formas dramaticamente volumosas, descrevendo o fluxo de ar.

Fotos: seoulfashionweek.org

A coleção apresentava um espectro diversificado de vestidos transparentes, blusas, vestidos longos plissados e blusas de tamanho grande. Mono tons, variando de preto a branco, dominavam a paleta de cores. Para combinar com o tema, materiais de organza foram instalados no palco, criando uma atmosfera sonhadora.

Songzio Homme

O estilista Song Zio apresentou sua coleção “Four Seasons”, inspirada na frase “Há quatro estações na mente do homem” do poema “As estações humanas” de John Keats. Com o poema de referência, ele criou uma pintura a óleo abstrata com uma paleta de cores vivas.

A imagem da pintura foi impressa em algumas das peças da coleção. Em algumas outras peças, a variação de cores da pintura, como o rosa, amarelo, verde e vermelho eram visíveis.

Fotos: seoulfashionweek.org

Como nas temporadas anteriores, Cha Seung-won e Bae Jung-nam brilharam na passarela, abrindo e fechando o show, respectivamente. Em colaboração com a marca britânica de calçados Dr. Martens, as modelos desfilaram pela passarela usando as icônicas botas e sandálias da marca.

Cahiers

A estilista Kim A-young chefia a Cahiers, uma marca inspirada na alta costura que desenvolve peças para as mulheres modernas. Na coleção, Kim foi inspirada por Cleópatra, o última faraó do Egito.

Kim interpretou Cleópatra como uma figura sofisticada e graciosa, em vez de se concentrar em seu lado femme fatale, esperando que possa ser uma inspiração de verdadeira beleza para todas as mulheres.

Fotos: seoulfashionweek.org

A coleção em tons pastel apresentava principalmente peças de vestido de seda, algumas delas estampadas com padrões inspirados no Egito. Combinando com o clima, o palco foi envolvido com uma ilustração de um templo egípcio.

Munn

Através da Munn, o designer Han Hyun-min se esforça para oferecer o conceito de “desfamiliarização”, tornando coisas familiares desconhecidas. Nesta temporada, Munn foi inspirado no hanbok, o traje tradicional coreano.

Usando materiais semelhantes aos tecidos tradicionais de hanbok, como organza transparente e seda jacquard, a marca apresentou ternos e roupas esportivas sob medida.

Por outro lado, roupas semelhantes ao hanbok foram desenvolvidas a partir de materiais novos e inovadores – nylon ultraleve e tecido repelente à água.

Fotos: seoulfashionweek.org

Segundo o designer, os detalhes inspirados no hanbok criaram um “esportismo oriental de vanguarda”. No meio entre trajes modernos e hanbok, é difícil encaixar os trabalhos do designer em uma categoria existente.

Munn marcou sua estreia na Semana de Moda Masculina de Londres em junho, sob um acordo entre a Seoul Design Foundation e o British Fashion Council.

Dew E Dew E

As designers Lee Su-yeon e Kim Jin-young exibiram a coleção “New Work Wear for New Woman”, inspirada no vestuário de trabalho para mulheres da década de 1920.  Não limitados apenas ao vestuário de trabalho, as designers introduziram looks periódicos da época, quando a moda art déco estava em grande estilo.

Fotos: seoulfashionweek.org

Algumas das modelos desfilaram vestindo peças únicas, que eram populares para as mulheres da alta sociedade da época. As peças assinatura da Dew E Dew E, os vestidos de babados, de cores vibrantes, foram mostradas na passarela.

As designers pretendem criar as peças mais atraentes para as mulheres jovens, com base na “sensibilidade chique romântica”.

Romanchic

Falando em romântico e chique, confira o desfile da marca Romanchic, que encantou a plateia com sua nova coleção.

Fotos: seoulfashionweek.org

Com vestidos, saias e calças super leves, fluídas onde as cores branco e vermelho foram predominantes, a marca mostra seu maior foco: romanticismo através da modernidade, diferentes texturas e muita atitude.

KYE

A designer Kathleen Kye apresentou “UNTAMABLE” (indomável), coleção inspirada no estilo faroeste contemporâneo, buscando enfatizar a liberdade de expressão.

Fotos: seoulfashionweek.org

Com uma moda mais jovem, alternativa e vibrante, a coleção primavera/verão KYE traz muito jeans destroyed, animal print, silhuetas volumosas, cores cítricas e uma mistura de camiseta oversize + cinto corset. Peças com amarração e babados são pontos bem característicos da marca.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.