Junho é o mês do orgulho LGBTQIA+ aqui no Brasil, e com a realização da Pride (Parada Gay) nesse Domingo (18/06) em São Paulo, todos querem mostrar  apoio à comunidade com desfiles, roupas temáticas, arco-íris e mais! Se você ainda não ofereceu seu apoio, agora você pode fazer isso com o seu lado K-Popper.

O Koreapost traz uma lista feita pelo site Allkpop das 10 músicas que pode-se dizer que possuem temas LGBTQIA+.

Girls’ Generation – ‘Love & Girls’
A festa começa com a incrível faixa japonesa das Girls Generation, “Love & Girls!”. A batida alegre e agitada é perfeita para marchar por aí mostrando o seu orgulho! Se você não notou, tem diversos garotos gays e Drag Queens que aparecem como dançarinos no MV!

GLAM – ‘Party XXO’
Sem dúvida, “Party XXO” do GLAM é um hino do orgulho LGBTQIA+ no mundo K-Pop. Caso você não saiba, o Rap Monster do BTS escreveu a letra da carinhosa parte “Are you a boy? A Girl? It doesn’t matter, your heart is your ID!” (“Você é um menino? Menina? Não importa, seu coração é o seu ID!”).

Planet Shiver & Crush – ‘Rainbow’
Os excelentes vocais combinados do Planet Shiver e do Crush criam uma canção comovente chamada “Rainbow”. A música é tocante e retrata as dificuldades de pessoas que sofrem em face de adversidades relacionadas à deficiências, sexualidade entre outros. Passe por cima desses estereótipos banais com “Rainbow”.

Orange Caramel – ‘Bangkok City’
Se você está procurando mais uma música de festa para marchar, o Orange Caramel tem a pedida! A divertida e animada faixa “Bangkok City” é a maneira perfeita de mostrar seu orgulho conforme as meninas emulam o fashion “Lady Boy”.

BESTie – ‘Excuse Me’
O BESTie tem uma forma hilária de incluir o conceito LBGT em seu MV de “Excuse Me”! As garotas vão à loucura quando encontram um par de óculos mágicos que revelam as verdadeiras intenções dos homens e alguns deles são gays!

Baby Soul & YooJia – ‘She’s A Flirt’
Alguns podem dizer o contrário, mas a atual integrante do Lovelyz, Baby Soul e a Yoo Jia apresentam um relacionamento sério e muito pessoal em “She’s a Flirt”. Apesar de ficar um tanto complexo, no final as garotas encontram o amor.

Girl’s Day – ‘Female President’
Girl’s Day continuou a apresentar seu sex appeal em “Female President”! No entanto, este MV não é só sobre ser sexy e dançar – as meninas nos empoderam com as letras, como elas dizem, “Você pode ser a primeira a beijar” e mostram as meninas se inclinando para o beijo. Isso definitivamente adicionou algum combustível ao fogo devido às cenas com temática lésbica.

Beenzino – ‘How Do I Look’
O rapper Beenzino mantém as coisas suaves com sua faixa “How do I Look”. O que é ainda mais único desta canção é o MV, que revela os vários tipos de relacionamentos que as pessoas têm, incluindo os homossexuais.

Harisu – ‘Reaction’
Quem poderia comemorar o Orgulho sem ser arrasando junto com o primeiro artista transgênero da Coreia, Harisu? Harisu mantém as coisas vivas enquanto fala sobre a “Reação” ao amor que você só consegue encontrar na pista de dança.

K.Will – ‘Please Don’t’
Não tem como, “Please Don’t” do K.Will sempre vem à mente. A música tornou-se bastante popular devido à história dolorosa do MV, onde um amigo parece estar interessado na noiva, mas está mesmo é apaixonado pelo noivo!

O que você achou da lista?

Aqui na redação do Koreapost nós achamos que ainda existem alguns Mvs que poderiam ter entrado. Por isso, o Ben Costa e eu fizemos a nossa lista! Confira:


Triple H – ‘365 Fresh’
O MV mostra três pessoas bem diferentes que acabam com seus destinos cruzados, e eventualmente seus próprios sentimentos. Muito criticado por cenas explícitas demais para a sociedade Coreana, “365 Fresh” mostra a leveza de um relacionamento poliamor entre pessoas que passaram por grandes infortúnios, mas encontraram apoio uns nos outros.

BTS – ‘Run’
O BTS é conhecido por sempre incluir temas atuais e gerar boas discussões com as mensagens e metáforas que usam nos seus MV. “Run” é a sequência de “I Need U”, onde é possível observar todas indicações de um relacionamento complicado entre dois rapazes.

Monsta X – ‘All In’
Em uma sociedade distópica, os meninos do Monsta X encontram meios de sobreviver a abusos e violência. Entre um desafio e outro, podemos observar a relação de dois dos integrantes, que soam próximos e com um carinho diferente um pelo outro. O Ben Costa trabalhou esse MV na coluna Teorizando!

Sistar – ‘One More Day’
O MV não mostra nenhuma das integrantes do recém-terminado Sistar, o que não o torna menos interessante. O MV mostra a trajetória de amigas que se tornaram amantes, e posteriormente se livraram do namorado violento e abusivo de uma delas.

Mamamoo – ‘Um Oh Ah Yeh!’
Esse MV vale a pena por todas as razões possíveis: as meninas em crossdress, o teor humorístico, e claro: uma garota perseguindo outra garota por estar subitamente apaixonada por ela.

O que vocês acharam?

Se tiver algum MV que não foi listado, mandem pra gente!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.