No último domingo foi realizada em São Paulo, Brasil, a final da quinta edição do Kpop Dance Tournament (KDT), o maior concurso de covers e de canto de músicas de kpop do Brasil, organizado pela K.O. Entertainment – conhecida equipe dedicada à realização de eventos ligados à cultura hallyu – em parceria com o Koreapost – site sobre cultura coreana feito por coreanos e brasileiros em língua portuguesa. Com a participação de 14 finalistas em cada categoria, o evento reuniu cerca de 1.500 pessoas prestigiando competidores que dançaram ou cantaram músicas como “Chained Up” (Vixx), “Mama” (Exo) e “You’re The Best” (Mamamoo).

A cultura hallyu tem um grande número de admiradores no Brasil, onde shows de grupos como o BTS e Ailee já atraíram milhares de fãs. Em junho, a rede de televisão coreana KBS atraiu mais de 3.500 participantes para a gravação do seu programa GayoMude para o Citibank Hall em São Paulo, maior cidade brasileira com 12 milhões de habitantes. Esta última edição do Kpop Dance Tournament foi realizada com uma estrutura maior do que as anteriores e mostrou que os brasileiros tem capacidade de planejar e coordenar grandes projetos musicais e que existe demanda para este tipo de espetáculo. Segundo Lucas Jötten, manager da K.Ö. Entertainment, “é preciso valorizar todo o trabalho que os covers têm, por todos os ensaios e esforço que eles fazem, um evento que coloque esses grupos para fazer o que amam no palco não seria menos do que um show inesquecível, como foi”.

SNSD - Into The New World
Foto: Couple VIYU

 

A competição entre os grupos foi bastante acirrada e envolveu uma preparação de vários meses e um alto investimento de tempo e dedicação. Na banca de jurados, 5 especialistas de cada categoria julgavam quesitos como sincronia e originalidade para a dança, harmonia e pronúncia de coreano para o canto. Inclusive, os competidores têm aprimorado as apresentações com cenografias e figurinos bastante elaborados. Este ano os vendedores foram o Dreamracer, fazendo cover da música “Into The New World” (SNSD) e Teddy, cantando a música “For You” (BTS). Além de belíssimos troféus feitos de materiais ecologicamente corretos que representam diamantes brutos, também levaram para casa prêmios em dinheiro.

For You - BTS

Um grande diferencial deste evento em particular é que brasileiros e coreanos trabalharam em harmonia, sem nenhum tipo de hierarquia como era comum até pouco tempo atrás quando eventos deste tipo tinham até espaço reservado apenas para coreanos ou colaboradores brasileiros que eram explorados pelos organizadores. E em sinal de apreciação, os organizadores do KDT convidaram Bruno Kim (Kim Bum Jin), uma jovem liderança da comunidade coreana no Brasil para entregar os prêmios. Ele é colunista do Koreapost nascido em Seul mas que saiu da Coreia quando tinha apenas dois anos e disse que “é uma emoção muito grande ver o quanto estes amigos que não são descendentes de coreanos amam e promovem a cultura coreana e uma satisfação muito grande em poder ajudar na organização de um evento desta magnitude”.

 

Na saída, era possível notar o deslumbramento daqueles que assistiram o show, com vários deles dizendo que este tinha sido a melhor edição do Kpop Dance Tournament até hoje e que iriam esperar a próxima com ansiedade.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.