O girl group rookie aespa fez sua grande estreia no Coachella Valley Music and Arts Festival, um dos maiores eventos musicais do mundo, onde fizeram uma apresentação ao vivo de uma música inédita.

O quarteto – Karina, Giselle, Winter e Ningning – subiu ao palco no sábado, 23, no Empire Polo Club em Indio, Califórnia. Elas abriram o segmento da noite com a faixa-título “aenergy” e fizeram a multidão gritar com seus maiores sucessos, “Black Mamba”, “Next Level” e “Savage”, antes de atingir o clímax com a performance de estreia de “Life’s Too Short” que, de acordo com o grupo, fala sobre “manter-se fiel a si mesmo porque a vida é muito curta para odiar”.

Usando vestidos pretos e brancos brilhantes, as companheiras de grupo gritaram em inglês: “Estou fazendo o que quero de qualquer maneira e não me importo com o que você diz sobre isso. E não importa se você gosta ou não, estou me divertindo muito. Então, por que eu iria parar?”

“Algumas pessoas são tão más, tudo atrás de uma tela de telefone. Mas estamos tentando viver nossas vidas, por que você tem que ser tão cruel? Apenas cuide de sua vida em vez de ficar na minha. Você precisa fugir, porque a vida é muito curta”, elas continuaram, sobre os gritos e aplausos do público.

Não foram reveladas muitas informações sobre a nova música, mas pelo que foi dito, a música é um novo hino do quarteto, apresentado em inglês no sábado apenas para o público do Coachella. Embora não confirmado pela agência, a música está prevista para ser incluída no próximo álbum do grupo.

A curta e histórica estreia no Coachella de sábado pelo aespa é mais significativa, pois a noite marcou a primeira apresentação do grupo na frente de uma plateia ao vivo desde sua estreia em novembro de 2020. A vida é muito curta, de fato, para essas garotas esperarem muito por seus objetivos.

Aespa faz estreia histórica nos palcos do Coachella
Foto: Ivan Meneses

“É a primeira vez que nos apresentamos para um grande público como este. Estamos muito felizes por estarmos aqui no Coachella”, disse o grupo.

aespa é o terceiro grupo feminino de K-pop a ser convidado para o festival de música americano, seguindo o Blackpink em dezembro de 2019 e o agora o já desfeito 2NE1, que fez uma reunião lendária depois de mais de seis anos no primeiro fim de semana do festival.

Um palco dos sonhos para músicos e artistas de todo o mundo, o Coachella já compartilhou seus holofotes com artistas de coreanos, incluindo o convidado frequente Epik High e a popular boy band Big Bang. Mesmo entre essas lendas do K-pop, aespa levou o menor tempo – cerca de um ano e meio desde a estreia do grupo – para receber a ligação para o palco principal do festival dos EUA.

Um grupo de garotas rookie da potência do K-pop S.M. Entertainment, o aespa tem se destacado entre os grupos em ascensão que estrearam nos últimos anos. O aespa instantaneamente saltou para o estrelato com o single de estreia “Black Mamba” em 2020. No ano seguinte, elas continuaram a avançar com os sucessos sensacionais “Next Level” e “Savage”, entre os quais o último colocou o grupo no chart dos principais álbuns da Billboard, o Billboard 200, chegando ao vigésimo lugar.

Realizado anualmente desde 1999, o próprio Coachella fez um retorno monumental à cena este ano, após mais de dois anos de hiato em meio à pandemia do coronavírus. A edição deste ano contou com uma variedade de artistas de todo o mundo, incluindo Harry Styles, Billie Eilish, Doja Cat, Conan Gray e Pink Sweat$, bem como Epik High e 2NE1.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.