O Comitê de Defesa Nacional aprovou um projeto que permite que as estrelas do K-pop adiem o serviço militar até os 30 anos.

A emenda ao Ato do Serviço Militar permitiria que artistas como o BTS, que melhoraram a imagem da Coreia tanto dentro do país como em todo o mundo, tivessem a opção de adiar seu recrutamento militar”, disse o comitê. A alteração será entregue para votação em sessão plenária da Assembleia.

De acordo com a Lei do Serviço Militar, os homens coreanos devem passar por exames físicos depois de completarem 18 anos. Todos têm que se alistar entre 18 e 28 anos conforme os resultados dos exames, a menos que tenham motivos extraordinários, ou podem ser condenados à prisão. O serviço militar dura de um ano e meio a dois anos. O projeto de lei foi redigido em setembro por vários legisladores, incluindo o Rep. Jeon Yong-gi do Partido Democrático (DP).

Alistamento Militar Do Bts Pode Ser Prorrogado
Foto: hellokpop

De acordo com o projeto de lei, “qualquer artista da cultura pop recomendado pelo Ministro da Cultura, Esportes e Turismo para melhorar muito à imagem da Coreia tanto dentro do país quanto no mundo” teria permissão para adiar o serviço militar.

Jeon em um telefonema para o Yonhap News na sexta-feira disse que se o projeto for aprovado, isso significaria que as estrelas do K-pop, como os integrantes do BTS, seriam capazes de “adiar seu serviço militar até os 30 anos“.

As leis atuais permitem que os homens adiem o serviço militar até a idade de 28 anos por razões acadêmicas, como estudar no exterior, matricular-se em uma escola de pós-graduação ou no Instituto de Pesquisa e Treinamento Judicial após passar no exame da ordem. Exceções adicionais são feitas para homens matriculados em Ph.D. programas no exterior, que podem adiar o serviço até os 30 anos.

As leis atuais também permitem que atletas ou artistas de artes clássicas ou tradicionais, como gugak (música tradicional coreana), substituam o serviço militar por trabalho voluntário aprovado pelo Ministro da Cultura, Esportes e Turismo.

Apenas atletas e artistas que ganharam prêmios em competições internacionais e nacionais designadas pela Military Manpower Administration, como os Jogos Olímpicos ou os Jogos Asiáticos, estão autorizados a solicitar a substituição para o serviço militar.

Os exemplos incluem o famoso jogador de futebol Son Heung-min, que ganhou uma isenção depois que a seleção coreana de futebol ganhou o ouro nos Jogos Asiáticos de 2018, e o pianista Cho Seong-jin, que venceu a Competição Internacional de Piano de Hamamatsu em 2009 e a Competição Internacional de Piano Chopin em 2015.

O serviço militar dos integrantes do BTS ganhou destaque este ano, já que Jin, o integrante mais velho da boy band, fará 28 anos em dezembro.

Fãs do BTS, bem como vários legisladores na Coreia, argumentaram que isenções totais do serviço militar deveriam ser feitas para os integrantes da banda, por sua contribuição para a economia do país.

Alistamento Militar Do Bts Pode Ser Prorrogado
Foto: tribun news maker

De acordo com o escritório do DP Rep. Noh Woong-rae em outubro, a façanha do BTS de liderar a maior parada musical do mundo, a Billboard Hot 100, em agosto trouxe à Coreia um efeito econômico estimado de 1,7 trilhão de won (US$ 1,5 bilhão).

A emenda proposta à Lei do Serviço Militar também enfatiza que as estrelas do K-pop estão arrecadando cerca de 5,6 trilhões de won todos os anos.

Embora essas jovens estrelas pop contribuam para a imagem da Coreia tanto quanto as pessoas nas artes e esportes tradicionais, elas não estão recebendo a mesma proteção de direitos [de seguir suas carreiras] como as outras”, diz a introdução à alteração. “Esses jovens artistas pop tendem a fazer mais conquistas na casa dos 20 anos e forçá-los ao serviço militar durante seu auge não só prejudica suas carreiras, mas também presta um desserviço à nação”.

Os lançamentos do BTS têm quebrado recordes, como seu primeiro single em inglês “Dynamite” liderando a parada da Billboard Hot 100 por três semanas consecutivas, deixando uma marca significativa na história do K-pop.

Anteriormente, casos de artistas pop que evitavam o serviço militar na Coreia eram considerados negativos. Steve Yoo, também conhecido como Yoo Seung-jun, foi banido do país desde 2002, depois que o cantor pediu cidadania dos EUA em janeiro daquele ano para evitar cumprir o serviço militar obrigatório de dois anos na Coreia.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.