De acordo com o grupo de K-pop Big Bang, a última década tem sido um turbilhão de treinamentos, gravações, criação e execução. Agora, os integrantes da banda dizem que são capazes de ver além.

“Como desenvolver o nosso estilo no futuro é uma das maiores coisas em minha mente nesse momento”, disse G-Dragon numa conferência de imprensa que comemora o aniversário de 10 anos do grupo em Seul.

Os Membros Do Big Bang - (Da Esquerda) Seungri, T.o.p, Taeyang, Daesung E G-Dragon - Posaram Para Uma Foto Na Conferência De Imprensa Quinta-Feira Em Seul. (Yg Entertainment)
Os membros do big bang – (da esquerda para direita) seungri, t. O. P, taeyang, daesung e g-dragon – posaram para uma foto na conferência de imprensa quinta-feira passada em seul. (yg entertainment)

Não é mais apenas sobre música. Eu quero fazer algo que possa ajudar todas as pessoas na Coreia e no mundo que nos veem e são inspirados a fazer sua própria historia”, completou o líder do grupo.

Desde sua estreia em 2006, o Big Bang foi elogiado por seu pop progressivo, parcialmente auto-produzido, de forma experimental e performances chamativas. Agora, sem dúvida, no topo da escada das boy bands de K-pop, os integrantes se sentem como se eles fossem capazes de expandir ainda mais seus lados artísticos.

“Eu acho que eu estou finalmente em um lugar onde eu posso fazer as coisas que eu sonhava em fazer como cantor”, disse Tae Yang. “Eu quero fazer algo que tenha algum impacto positivo, o que quer que seja. Depois de 10 anos, parece que eu posso ver além da música e do palco”.

O grupo, lançou vários singles e três álbuns de estúdio. O mais recente álbum “M.A.D.E” foi lançado em quatro partes ao longo do ano passado – disse que seu grande momento veio em 2011, quando ganhou Melhor Artista Mundial no MTV Europe Music Awards. “Eu acho que esse foi o nosso ponto de virada”, disse Tae Yang.

Os integrantes também expressaram sua gratidão para com os seus fãs, nacionais e globais, por permitir-lhes estar onde estão.

Quando eu era jovem, eu não me tocava do quanto somos amados”, disse T.O.P. “Mas agora eu olho para trás e me sinto grato por termos estado ao lado um do outro todos os dias, nos últimos anos”.

“Isso ainda me parece surreal”, disse Daesung.

Sobre a popularidade das músicas do Big Bang entre os não-coreanos, G-Dragon apontou para a universalidade da música.

“Quando eu era jovem e não sabia nada de Inglês, fui atraído pela energia e poder de canções estrangeiras e suas melodias”, disse G-Dragon. “Eu acho que nos dias de hoje, a música que é divertida, emocionante é que atrai os ouvintes.”

Exposição de A a Z

O Big Bang tem planos de realizar vários eventos com a banda para marcar o seu 10º aniversário este ano. Um filme de sua turnê mundial foi exibido em junho e a banda vai realizar um concerto este mês.

Recentemente eles  inauguraram uma exposição que mostra toda a trajetória do grupo, intitulado “Big Bang Exposição de A a Z.”

&Quot;Big Bang - Exposição A A Z&Quot;, Localizado Na S-Fábrica Dentro Seongsu-Dong, Exibe Fotos, Vídeos E Instalação De Arte Que Comemoram Última Década Do Grupo. (Yg Entertainment)
A “big bang – exposição de a a z”, localizado na s-fábrica dentro do seongsu-dong, exibe fotos, vídeos e instalações de arte que comemoram a última década do grupo. (yg entertainment)

“Eu me tornei um integrante do Big Bang, ainda na minha adolescência. Agora eu estou no final dos meus anos 20 anos”, disse Seungri. “Esta exposição tem 10 anos de juventude e paixão de todos nós.”

“Nós tentamos mostrar da melhor maneira e compartilhar as nossas memórias com os fãs e oferecer um lugar onde eles possam ter uma experiência especial”, disse Taeyang na exposição.

De “A a Z”, localizada na S-Fábrica dentro Seongsu-dong, em Seul, tem um olhar para o passado do grupo, na época dos ensaios, dos primeiros concertos e muitas outras atividades. Inclui-se nas peças uma parede do antigo edifício da YG Entertainment, em que as fãs rabiscaram mensagens de apoio para a boy band. Além disso, video clips de shows da turnê mundial do Big Bang em uma tela de surround sound imponente, e uma pilha de roupas usadas pelos integrantes do grupo em performances passadas, arranjadas como uma instalação de obra de arte, feita a laser pelo artista chinês Liu Dao.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.