O grupo “Brave Girls” estava perdendo a coragem, há apenas algumas semanas, à beira de acabar e abandonar seus sonhos de alcançar o estrelato no K-pop depois de anos sem ir a lugar nenhum.

Foi então que uma YouTuber com o pseudônimo chamado “Viditor” enviou para a plataforma uma compilação delas se apresentando em bases do exército sul-coreano – que acabou salvando suas carreiras.

“Rolando rolando rolando rolando rolando” / Estou esperando por você/ Babe só você”, cantam elas, enquanto os recrutas uniformizados dançam com grande entusiasmo e acenam com bastões iluminados (lightstick). As cenas se tornaram virais e o video alcançou milhões de pessoas em todo o país.

Menos de um mês depois, a música atingiu o número um na Coreia do Sul e alcançou o número 100 da Billboard K-pop nos EUA, quatro anos depois de ter sido originalmente lançada – com sua popularidade fortalecida graças a sua história de luta em meio as dificuldades.

A crescente ascensão de fãs é uma reviravolta do usual sistema de K-pop, onde os grupos são geralmente formados, treinados intensivamente e lançados por gravadoras, cujo marketing e promoção são cruciais para seu sucesso.

“No início deste ano, achei que era hora de darmos um fim a isto (o grupo)”, disse à AFP a vocalista Kim Min-Young. “A resposta às nossas músicas sempre foi fria… Parecia que ninguém queria nos ver no palco”, disse ela em lágrimas.

O grupo começou com cinco integrantes há uma década, mas acabaram perdendo popularidade. Elas recomeçaram com sete novas garotas em 2016, mas a nova formação não contribuiu em muito para aumentar sua notoriedade.

Brave Girls Renasce Através Do Youtube
Brave girls em sua nova formação em 2016. Fonte: onehallyu

Seus cinco singles e dois mini álbuns foram mais erros do que acertos, e as saídas de integrantes durante os anos seguintes fizeram com que o grupo ficasse com apenas 4 integrantes. Ficaram limitadas a se apresentar em bases militares, o equivalente sul-coreano a uma aparição em um palco secundário em um festival de música.

“Nossas integrantes sentiram um peso emocional“, disse Kim, 30 anos. “Não tive coragem suficiente para desistir de minha carreira ou começar algo novo. Pensei que se eu deixasse a equipe seria o fim das Brave Girls. Então eu queria manter o grupo unido até o fim”. O trabalho árduo delas resultou em seu sucesso.

Brave Girls Renasce Através Do Youtube
As quatro integrantes atuais do grupo brave girls. Fonte detikcom

Definitivamente venceremos guerras

A Coreia do Sul exige que todos os homens aptos e saudáveis exerçam atividades no serviço militar para defender o país das ameaças militares da Coreia do Norte. Nesse tempo, são normalmente enviados para lugares remotos e privados das alegrias da vida moderna.

Como uma experiência comum é um unificador e um nivelador, a compilação de Viditor – completa com legendas divertidas como “Toque esta música durante as batalhas e definitivamente ganharemos guerras” – repercutiu com os recrutas do exército que assistiram sua apresentação. O videoclipe obteve cerca de 15 milhões de visualizações em pouco mais de um mês.

A responsável pelo envio do vídeo para o Youtube – afirmou que queria permanecer anônima para manter sua privacidade – disse ter ficado surpreendida com a reação do público. Ela já reuniu centenas de compilações de músicas de outros grupos, mas nunca antes teve um impacto semelhante.

“Pensei que poderia fazer um vídeo divertido com as reações hilárias dos soldados e com comentários engraçados”, disse ela por e-mail. “Mas eu nunca imaginei que isso pudesse acontecer. Ainda estou sem acreditar”.

Brave Girls Renasce Através Do Youtube
Fonte: extra online

Algo milagroso aconteceu conosco

O fenômeno K-pop – representado pelo sucesso global do BTS – ganha bilhões de dólares por ano e o país tem a 12ª maior economia do mundo.

Anualmente são lançadas dezenas de grupos formados principalmente por adolescentes que esperam seguir seus próprios caminhos e obter sucesso, mas a maioria dos grupos rapidamente desaparece, deixando apenas um traço na história da música pop coreana.

A visibilidade nas principais emissoras de televisão há muito tempo tem sido uma obrigação para os aspirantes a ídolos K-pop, mas o comentarista cultural Jung Ho-Jai disse que as atitudes “indecentes” no vídeo original de “Rollin'” eram muito arriscadas para serem exibidas em emissoras.

Não tiveram outra escolha a não ser aceitar qualquer oferta, por mais difícil e mal paga que fosse, Jung as descreveu como “rebaixadas ao que era basicamente a terceira divisão do campeonato inglês de futebol”.

Brave Girls Renasce Através Do Youtube
Foto promocional de ” rollin’ “fonte: saostar. Vn

Mas uma vez que Viditor publicou seu vídeo, o comentarista disse, “de alguma forma os algoritmos do YouTube viram potencial no clipe e começaram a exibi-lo para um público mais amplo”. “Provou o quanto o YouTube se tornou importante como plataforma de mídia”.

As empresas de K-pop estão se voltando cada vez mais para redes sociais como YouTube, TikTok e Facebook para expandir as fanbases de seus grupos.

“Mais de 50 novos grupos entram no mercado a cada ano, mas menos da metade aparece nas principais emissoras de TV”, disse Kim Jin-Hyung, chefe executivo da Wuzo Entertainment, à AFP. “Para que os ídolos consigam se manter na indústria, temos que visar plataformas on-line que atendam às demandas dos fãs”.

A integrante Lee Yu-Na disse: “Algo muito milagroso e inexplicável nos aconteceu”.

E você, o que achou de Rollin’? Ouça no link abaixo:


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.