A superbanda do K-pop, BTS refutou as recentes alegações online de manipulação das paradas da Billboard, apontando que eles estão facilmente sujeitos a tais acusações apenas porque são uma banda periférica da Coreia.

As canções em inglês do septeto, “Butter” e “Permission to Dance”, permaneceram no topo da parada de singles principais da Hot 100 por um total de 10 semanas neste verão, graças às vendas massivas de álbuns físicos e downloads digitais.

Normalmente, a maioria das músicas do Hot 100 dependem de streaming e airplay de rádio para a maioria de seus pontos ponderados.

Fãs de algumas cantoras como Olivia Rodrigo e Dua Lipa afirmaram recentemente que a compra massiva de álbuns pelos Army, o fandom global do BTS, está por trás do desempenho das músicas do grupo no topo das paradas, chamando-a de “trapaça”, de acordo com a reportagem de capa da última revista Billboard.

Bts Refuta As Alegações De Manipulação Nos &Quot;Charts&Quot; De Música
Foto: billboard magazine

É uma pergunta justa“, disse o rapper RM, líder da banda sul-coreana, quando questionado sobre o assunto. “Mas se houver uma conversa dentro da Billboard sobre o que o número 1 deveria representar, então cabe a eles mudar as regras e fazer o streaming pesar mais no ranking.”

Ele também observou que acha que o BTS e seus fãs altamente leais se tornaram “alvo” na cena pop dos Estados Unidos porque sua banda é da Coreia.

Bater contra nós ou nossos fãs por chegarmos ao primeiro lugar em vendas físicas e downloads, não acho que seja certo“, disse ele. “Parece que somos alvos fáceis porque somos uma boy band, uma banda de K-pop e temos grande lealdade dos fãs“. A revista também citou o chefe da agência de gestão do BTS, dizendo que ele entende a resposta da indústria musical dos Estados Unidos ao sucesso do septeto.

Bts Refuta As Alegações De Manipulação Nos &Quot;Charts&Quot; De Música
Foto: billboard magazine

Eu entendo que há desenvolvimentos de mercado (relacionados ao BTS) que são perturbadores para algumas pessoas”, disse Shin Young-jae, presidente do selo do BTS, Big Hit Music. “Mas não acredito que o mercado dos EUA possa ser facilmente superado apenas por downloads“.

Achamos que o impacto das músicas foi demonstrado de várias maneiras e estamos orgulhosos dessa conquista“, afirma RM.

O objetivo do BTS não é representar a música pop dos Estados Unidos ou ser totalmente aceito como membro da comunidade mainstream, mas se posicionar como um “outlier” e se apresentar para o maior número possível de fãs ao redor do mundo, de acordo com a revista. “Não acho que jamais poderíamos fazer parte do mainstream nos Estados Unidos, e também não queremos isso”, diz ele. “Nosso objetivo final é fazer uma grande turnê pelos estádios de lá. É só isso“.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.